Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Gerência de varejo

Informações sobre o autor

Gerente Administrativo
Nível
Especializado
Estudo seguido
Bacharel em...

Informações do trabalho

PATRÍCIA M.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
dissertação
Número de páginas
7 páginas
Nível
Especializado
Consultado
98 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Gerência de varejo

1 INTRODUÇÃO

Dentre varias atividades empresariais podemos destacar as atividades varejistas, que inclui todas as atividades relativas à venda de produtos e serviços diretamente aos usuários finais. O presente estudo pretende analisar como os varejistas planejam e elaboram suas estratégias de marketing para uma gerência eficaz.

2. REFERENCIAL TEÓRICO

As atividades relativas à venda de produtos para usuários finais, para uso pessoal e não comercial, são atividades de varejo. Um fabricante, atacadista ou varejista que venda para usuários finais está praticando varejo. A maneira como os produtos são vendidos ou onde são vendidos não é importante.

? Tipos de varejistas
Existem vários tipos de organização de varejo, sem contar que surgem novos formatos constantemente, podendo existir varejistas de loja, sem loja ou até mesmo organizações de varejo.
Os tipos mais importantes de lojas de varejo são: as lojas de especialidades, que oferecem roupas, artigos esportivos e moveis, flores ou livros; loja de departamento que oferece varias linhas de produtos como roupas, utensílios domésticos e produtos para o lar com cada atividade operada em departamentos separados e gerenciadas por expositores especializados.; o supermercado para atender as necessidades como alimentação, higiene e limpeza domestica; loja de conveniência que são lojas pequenas localizadas perto das residências e que vendem seus produtos com um preço alto e é limitada em produtos de conveniência de alta rotatividade; loja de descontos que oferece mercadorias padrão vendidas a preços baixos, com grande volume e margem menor como livrarias, lojas de artigos esportivos e lojas de produtos eletrônicos e os varejistas off-price (de liquidação) que oferece mercadorias compradas a preços inferiores aos vendidos pelo atacado, onde encontram-se sobras de mercadorias, pontas de estoques e produtos defeituosos que são obtidos a preços muito inferiores, sendo possível encontrar nesta categoria as lojas de fabrica, onde só é vendido produtos com defeito a preços inferiores, as lojas de descontos independentes e os clubes de atacadistas que vendem uma seleção limitada de produtos de mercearia, utensílios e roupas de marca.
O varejo dispõe de quatro estratégias de posicionamento disponíveis. A primeira delas diz respeito a atenção dada ao design da loja, à qualidade do produto, ao serviço e a imagem. A segunda determina que lojas que apresentam uma pequena variedade de produtos e alto valor agregado cultivam uma imagem exclusiva e tendem a operar com alta margem e baixo volume. A terceira estratégia requer que as lojas apresentem baixo valor agregado e tenham uma restrita linha de produtos, mantendo seus custos e preços baixos. A quarta apresenta baixo valor agregado e ampla linha, procurando manter preços baixos e lugar agradável para boas compras, compensando os altos volumes com baixas margens.

[...] E entre os serviços auxiliares estão as informações que são obtidas através de balcões de informação, estacionamento, troca de cheques, credito, banheiro, decoração de interiores, consertos e reparos e restaurante no interior das lojas. Estes serviços de pós- compra, pré-compra e auxiliares são a chave para diferenciar uma loja de outra, desde a escolha de seu ambiente, como layout para facilitar a movimentação de pessoas, a iluminação que é muito importante devendo fazer parte de um planejamento que seja adequado ao mercado-alvo e que futuramente possa atrair mais clientes. [...]


[...] Tendências no varejo Varejistas e fabricantes precisam levar em consideração alguns pontos importantes ao elaborarem suas estratégias competitivas, como os fatores a seguir: Novos formatos e combinações de varejo surgem continuamente. Algumas agencias bancarias estão abertas em supermercados, lojas de conveniência em postos de gasolina e livrarias oferecendo serviço de café em seus interiores. A tendência de novos formatos de varejo serem copiados é grande, mantendo-se pouco tempo no mercado. A era eletrônica facilitou as vendas pelo comercio eletrônico, a comodidade e grande variedade vendida sob baixo custo é uma ameaça ao varejo de loja. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Perini: varejo de alimentos

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  27/08/2008   |  BR   |   .doc   |   34 páginas

Gerência de atacado

 Administração e marketing   |  Administração   |  Dissertação   |  04/10/2008   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas