Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O trabalho do pedagogo nas organizações empresariais

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
dissertação
Número de páginas
9 páginas
Nível
Especializado
Consultado
3 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Educação na empresa: trabalho e atuação
  3. Educação e a orientação ao pedagogo empresarial
  4. Educação integral
  5. Estratégias didático-pedagógicas nas organizações

INTRODUÇÃO

Este trabalho aborda qual o papel do profissional de pedagogia nas organizações empresariais. Nossa problemática central diz respeito ao fato de empresas não reconhecerem o papel deste profissional.
Considerando-se que a Pedagogia Empresarial é ainda, atualmente desconhecida pela maioria das grandes empresas, este trabalho propõe promover um estudo que possibilitará uma visão do atual cenário do trabalho do profissional desta especialização.

1. EDUCAÇÃO NA EMPRESA: TRABALHO E ATUAÇÃO

O educador é aquele que desperta a consciência de que educar é questionar e criar um processo que resulta na emergência de algo novo e original, é um empreendedor e é a partir dessa capacidade e de outros saberes humanos que o pedagogo empresarial se apropria para realizar a sua tarefa em um ambiente de acelerada transformação e crescente complexidade do mundo global. De acordo com Ribeiro (2003, p. 10):

As atividades do Pedagogo Empresarial relacionam-se ao campo das atividades pedagógicas, sociais, burocráticas e administrativas que permitem a atuação em escolas e empresas em funções de natureza técnico-pedagógicas e administrativas através da proposição de objetivos e metas a serem alcançadas a partir de diagnósticos da realidade institucional, da coordenação e utilização de profissionais em empresas e órgãos ligados as áreas educacionais; da organização de serviços no campo das relações interpessoais; do planejamento; do controle e avaliação do desempenho profissional dos seus subordinados e no assessoramento no entendimento de assunto pedagógicos atuais.

[...] Faz-se necessário que o pedagogo empresarial aprenda a ser mais flexível e permita ao planejar uma atividade de formação profissional que a aprendizagem seja realizada pelos aprendizes e que as metas e possibilidades de desempenho esperada de cada um sejam informadas ao aprendiz, o que não isenta a posição de direção do processo ao pedagogo empresarial, ele fará o papel de facilitador do aprendiz que aprende por si mesmo (Holtz, 2006). Na perspectiva desta concepção orientada para o desenvolvimento, a responsabilidade quanto ao aperfeiçoamento profissional para a ser compartilhada por todos os níveis organizacionais e decisão passa a instância cada vez mais diretiva, e ao pedagogo, como já foi dito anteriormente, cabe um papel/função de assessoramento e apoio EDUCAÇÃO INTEGRAL O pedagogo empresarial enfrenta, na empresa, o desafio de contrabalançar os efeitos desequilibradores da ?especialização profissional, limitante e muitas vezes castradora?, afirma Holtz (2006, p. [...]


[...] Ao pedagogo empresarial cabe a competência da seleção de técnicas didáticas já utilizadas em outras áreas para melhor atender às demandas de formação dos colaboradores das empresas, sendo as citadas como as mais adequadas: o discurso, a conferência, o diálogo e a utilização de audiovisuais. Segundo Milioni (1989) a sensibilidade para perceber a necessidade de aprimoramento das ações de treinamento e desenvolvimento organizacionais requer a necessidade de superar a rotina ou pelo menos, administrá-la para que não atrapalhe a proposição de ações estratégicas; a busca de uma visão prospectiva da organização, dos seus produtos e serviços de modo a proceder a uma seleção prévia dos segmentos que serão alvo da ação; a proposição de respostas e contribuições para problemas e necessidades identificadas; a percepção e estabelecimento de prioridades; a formulação de objetivos claros e precisos para as ações consideradas prioritárias; a adoção de medidas com vistas a melhoria da imagem organizacional; a busca de ações que estimulem o comprometimento de todos. [...]


[...] A necessidade de influenciar positivamente e de preparar o homem na sua personalidade total e na tentativa de atingi-lo completamente, proporcionando-lhe auto-realização, fez com que o processo educativo integral fosse separado em partes daí encontrarmos várias denominações para educação como: Educação Artística, Educação Científica, Educação Física, Educação Escolar, Educação Feminina, Educação Filosófica, Educação Moral, Educação Religiosa, Educação Sexual, entre tantas outras denominações para os vários aspectos do único processo educação, na intenção e esforço de dedicar uma atenção especial, a cada aspecto da personalidade do homem ESTRATÉGIAS DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS NAS ORGANIZAÇÕES Tradicionalmente, os interesses de formação profissional e os de aperfeiçoamento profissional tem sido tratados separadamente. [...]

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas

Últimos trabalhos administração

Relação do Estado das Estradas e a Qualidade da Maçã

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  11/06/2013   |  BR   |   .doc   |   18 páginas

Produção e Gestão da Serraria

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  16/08/2012   |  BR   |   .doc   |   35 páginas