Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Movimento social

Informações sobre o autor

auxiliar de escritório - auxiliar de logística -...
Nível
Especializado
Estudo seguido
administraç...

Informações do trabalho

Do Espirito Santo Cardozo W.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo de caso
Número de páginas
12 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Comportamento coletivo e movimentos sociais
    1. O comportamento coletivo
    2. O público
    3. A multidão
    4. Os movimentos sociais
  2. Conclusão

Os indivíduos quando nascem já possuem uma posição social que, de modo geral, é herdada de seus pais ou do grupo social ao qual pertencem. Essa posição social poderá mudar ao longo do tempo, dependendo do esforço do indivíduo e da sociedade à qual pertence. A posição social ou status em sociedade fechadas pode permanecer a mesma durante toda a existência do indivíduo. Ao passo que em sociedades abertas, a possibilidade de os indivíduos mudarem sua posição social é maior.
A posição social que um indivíduo desfruta na sociedade é determinada por vários fatores: o nascimento, a profissão que possui, os conhecimentos que adquire, o casamento, a situação econômica. E durante toda a sua vida por vários motivos ele poderá mudar de posição, subindo ou descendo na escala social. Pode inclusive acumular muitas posições na sociedade, pode ser pai, médico, presidente do sindicato e membro da diretoria de um clube.
A posição social que um indivíduo em um grupo ou um grupo em relação a outros grupos desfrutam na sociedade denomina-se de status social. Os diferentes status possuem um direitos, deveres e privilégios diferentes um do outro. O indivíduo que ocupa determinado status pode obter maior ou menor ganho, prestígio social ou poder em função da posição.
É a posição social do indivíduo que determina o comportamento ou papel social do indivíduo, estabelece normas de conduta para serem seguidas, fixa direitos e obrigações, torna as pessoas objeto de admiração ou de recriminação. A relação entre as pessoas é determinada, primeiramente, por seu status. A relação do pai é de ascendência sobre o filho, o motorista é que determina o que se deve ou não fazer do veículo e, assim por diante.
Em sua vida social, o indivíduo tem vários status, sendo que destes há sempre um que mais se destaca em geral, classificando-o no meio social. Nem toda sociedade, e nem todo grupo social, apresenta o mesmo número de status. Há uma variação do número de status tanto no tempo quanto no espaço.
As sociedades tradicionais oferecem um menor número de status do que as sociedades industriais. Pode-se afirmar que os status aumentam em número à medida que a sociedade ou o grupo se desenvolvem.
Do mesmo modo um status pode variar na escola social, para cima ou para baixo, dependendo do tempo e do espaço. Os status indicam às pessoas que neles se encontram os papéis sociais que devem desempenhar. O que caracteriza o status é um modo de vida, uma maneira de consumir, de morar, de vestir-se, e uma certa forma de educação no sentido mais amplo da palavra.

[...] No entanto, dentro dessa normalidade, surgem muitas situações na vida social que não são estruturadas ou são de forma imprecisa é quando somos levados a desenvolver comportamentos coletivos que nos fazem agir de forma diferente daquela a que estamos acostumados e que consideramos normal. O comportamento coletivo compreende muitas formas de interação humana. Podemos incluir nesse campo de estudo: a formação da opinião de cada um sobre determinado assunto público, a presença em uma manifestação pública e o comportamento das pessoas em uma festa, em um teatro, cinema ou jogo de futebol. [...]


[...] Por isso, mesmo que a possibilidade de um incêndio catastrófico seja mínima, o pânico pode transformar um acidente menor em uma tragédia de grandes proporções Os Movimentos Sociais Um movimento social caracteriza-se como um agrupamento de indivíduos envolvidos em um esforço organizado para promover ou resistir a mudanças na sociedade ou no grupo do qual fazem parte. Segundo Dias (2005, p. 296): Os movimentos sociais se diferem das formas elementares de comportamento coletivo, como as turbas, porque são organizados e têm um período de vida mais longo. [...]


[...] No movimento revolucionário, seus integrantes pretendem subverter completamente o sistema social existente, substituindo-o por outro. O Sendero luminoso é um movimento revolucionário peruano que tem como objetivo derrubar a sociedade capitalista e implantar uma sociedade marxista, do tipo maoísta, em seu lugar. Os negros malês na Bahia, em 1835, constituíram um movimento que tinha por objetivo acabar com a sociedade dos brancos e instaurar um reino negro. Os bolcheviques na Rússia de 1917 constituíam um movimento revolucionário que visava a queda da monarquia e do sistema capitalista para a implantação de um regime comunista. [...]

Estes documentos podem interessar a você

O serviço social e as políticas sociais: uma análise reflexiva enfocando o trabalho do assistente...

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  11/06/2007   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

O movimento de reconceituação do serviço social e o processo de renovação crítica da profissão a...

 Sociedade   |  Assuntos sociais   |  Estudo   |  30/08/2007   |  BR   |   .pdf   |   16 páginas

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas