Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Análise do processo de produção da escola pública

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
18 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. A escola pública
  3. Considerações Finais
  4. Referências

Não é propriedade só da história, transcrever o curso dos pensamentos, tendências e mudanças acontecidas no decorrer dos tempos. Também a educação passa por uma história, ao mesmo tempo em que ajuda a fazê-la, através da cultura do homem, dos pensamentos e ações, da forma com que os seus pensadores e cientistas buscam novos conhecimentos para ampliar a concepção do saber.
A cada época, por questões diversas, novas tendências vão surgindo para alterar a educação, sejam elas filosóficas, didáticas, metodológicas ou mesmo legal.
Falar sobre a produção da escola pública contemporânea é procurar entender seu processo de transformação no decorrer dos tempos. Constata-se que a Escola pública, mesmo enfrentando diversas resistências ao longo do século XX, teve uma expansão avassaladora. Embora, exista um vácuo nas iniciativas de pesquisa e a historiografia educacional não têm referência às funções da escola, e o que se tem do final do séc. XIX e ao longo do séc. XX, pouco serve para as elaborações teóricas, porém a história é para ser conhecida e não julgada.
E, neste sentido, Alves (1998,p.123) questiona:
- Por que se investe na educação hoje?

[...] A escola pública também se desenvolveu no interior dessa tendência de expansão das atividades improdutivas, por força da ação reguladora do Estado, e começou a servir ao reaproveitamento de trabalhadores expulsos das atividades produtivas por força do desenvolvimento tecnológico, funcionando como um recurso para atenuar as tensões sociais na sociedade capitalista, em sua fase monopolista. A escola, na perspectiva do capital, não precisava mais cumprir suas proclamadas funções específicas. Neste período, a escola é retrógrada, por manter uma organização didática confusa e descomprometida com o conhecimento; pelo aviltamento de seus conteúdos curriculares, sua expansão é necessária, do ponto de vista material, pois permitem a alocação de trabalhadores expulsos das atividades produtivas junto às camadas intermediárias da sociedade, executoras de atividades improdutivas. [...]


[...] Ela é introduzida na própria base da reprodução do sistema, de forma que o pensamento e a ação estão constantemente refratados entre si. A refletividade da vida social moderna consiste no fato de que as práticas sociais são constantemente examinadas e reformadas à luz de informação renovada sobre estas próprias práticas, alterando assim constitutivamente seu caráter. Sabemos que o capitalismo é um sistema de produção de mercadorias, centrado sobre a relação entre a propriedade privada do capital e o trabalho assalariado sem posse de propriedade, na qual tem esta relação formando o eixo principal de um sistema de classes. [...]


[...] A marca de uma época foi talvez, o fato da escola pública ao ser chamada para atender a demanda da sociedade capitalista, se atordoou ao ser tomada pelas diferentes motivações, seja do estado ou da família. As novas funções sociais da escola emergiram com força e relegaram a finalidade maior a instituição a um segundo plano. E pode-se encontrar esta realidade nas palavras de Braverman quando afirma: interesse dos pais que trabalham (ambos os pais trabalhando ao mesmo tempo tendo se tornado coisa comum naquele período) e no interesse da estabilidade social bem como da administração de uma população urbana móvel, as escolas tornaram-se imensas organizações de adolescentes sentados, tendo suas funções cada vez menos a ver com o ensino aos jovens daquelas coisas que a sociedade pensa devam ser aprendidas. [...]

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas

Últimos trabalhos administração

Relação do Estado das Estradas e a Qualidade da Maçã

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  11/06/2013   |  BR   |   .doc   |   18 páginas

Produção e Gestão da Serraria

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  16/08/2012   |  BR   |   .doc   |   35 páginas