Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Aspectos sociológicos da inserção do deficiente no mercado de trabalho

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
32 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Educação especial
    1. Histórico da Educação Especial
    2. Fundamentação de educação especial na área de DM
    3. Definição e classificação da deficiência mental
    4. Sistemas de classificação
    5. Profissionalização
    6. Fundamentação legal
    7. Atendimento profissionalizante
    8. Conscientização e criação de mecanismos para estimular parcerias na empresa
    9. Dificuldades e resistências encontradas ao ingressar no mercado de trabalho
    10. Preparo profissional do portador e adequação do mesmo às necessidades do mercado de trabalho
    11. Tratamento recebido pelo portador nas empresas
    12. Integração do portador no mercado de trabalho competitivo
  2. Metodologia
    1. Participantes
    2. Procedimento
  3. Análise dos resultados e discussão

O objetivo deste estudo foi analisar a opinião dos empresários empregadores sobre a inserção do deficiente no mercado de trabalho. Participaram do estudo onze empresários que empregavam portadores de necessidades especiais, cujas empresas desenvolvem atividades diversas. Utilizou-se como instrumento de coleta de dados, entrevistas semi-estruturadas, que foram realizadas na própria empresa. O objetivo dessa entrevista era coletar dados sobre o desempenho do portador de necessidades especiais na empresa, na visão do empresário que o empregava. Os resultados demonstraram que todos os empresários mostraram-se muito satisfeitos com os empregados portadores de necessidades especiais, uma vez que atribuíram conceitos ?excelente? e ?bom? à grande maioria dos requisitos questionados sobre seus desempenhos. O estudo sugere que pesquisas como esta devem ser divulgadas entre outros empresários.

[...] No modo de produção capitalista, se o preço do produto vai ser definido também em função da quantidade de trabalho nele incorporado e se este preço de trabalho é calculado em função de condições socialmente normais existentes, e com o grou médio de destreza e intensidade do trabalho, a lentidão, as dificuldades de confecção por condições de compreensão da tarefa, destreza, etc . ocasionarão maior dispêndio de tempo na execução do trabalho do que os normais portanto, não tornará o produto competitivo - Preparo profissional do portador e adequação do mesmo às necessidades do mercado de trabalho Para Silva (1990), a busca de emprego para pessoas que atuam nas oficinas de habilitação profissional, só ocorre quando elas estão devidamente preparadas para o trabalho. [...]


[...] Inclusive um dos empresários, da fábrica de doces, fez um comentário sobre o funcionário que desenvolveu uma forma de executar seu trabalho que com a mesma obtinha melhor resultado que os demais funcionários da empresa, contrariando em parte as afirmações de Braga (1974) ao considerar que ao deficiente não deve ser dado trabalhos de técnicas complexas. Os empresários demonstraram estar satisfeitos quanto à responsabilidade dos p.p.d.m. Assim 46% foram considerados excelentes bons regular e péssimos. Na sua maioria, considerando os que obtiveram excelente e bom, percebemos que a satisfação se dá pelo fato de que estes funcionários serem aqueles que não faltam ao trabalho, e avisam com antecedência se precisam faltar. [...]


[...] O estudo sobre as dificuldades e resistências ao portador de necessidades especiais no mercado de trabalho é relevante na medida em que pode desvendar questões e aspectos importantes, tanto sobre a formação que as entidades especializadas fornecem à este indivíduo, quanto aos motivos provocados por parte da indústria e do comércio, entre outros. i - EDUCAÇÃO ESPECIAL 1.1 - Histórico da Educação Especial Por muito tempo, segundo Amiralian (1986) os deficientes foram vistos e entendidos como seres ?diferentes? que deviam viver às margens dos grupos sociais. [...]

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas

Últimos trabalhos administração

Relação do Estado das Estradas e a Qualidade da Maçã

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  11/06/2013   |  BR   |   .doc   |   18 páginas

Produção e Gestão da Serraria

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  16/08/2012   |  BR   |   .doc   |   35 páginas