Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Integração econômica

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
31 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. História do Mercosul
    1. Razões do nascimento do Mercosul
    2. A importância dos países que integram o Mercosul
    3. Brasil: O caminho é esse
  2. Integração econômica
    1. Desafios e oportunidades da regionalização
    2. Os objetivos econômicos do Mercosul
    3. A evolução do comércio Brasil-Mercosul
  3. A dimensão política crescente do Mercosul
    1. Brasil - Argentina
    2. Brasil - Paraguai
    3. Brasil - Uruguai
    4. A crise do MERCOSUL: mudança cambial e conflitos comerciais
    5. O Mercosul hoje
  4. Conclusão

As mudanças que hoje caracterizam a nova ordem mundial tiveram por base um acontecimento fundamental: o fim da guerra fria (estado de tensão permanente entre os Estados Unidos e a União Soviética).
Na época da Guerra Fria, o cenário mundial estruturava-se em torno das grandes potências termonucleares. O Ocidente organizava-se em torno da hegemonia dos Estados Unidos, cuja liderança militar formava par com seu incontestável poderio econômico.
O fim da Guerra Fria embaralhou as cartas do jogo planetário. A dissolução do bloco soviético, uma aparente vitória da superpotência da América do Norte, descortinou realidades novas. Com a desintegração do bloco socialista e o fim da União soviética, no início da década de 90, os países capitalistas centrais deixaram de se preocupar com a guerra fria e com o fantasma do comunismo. E entraram numa verdadeira guerra comercial pelo controle dos principais mercados consumidores do planeta.
Surgem então os Blocos Econômicos e entre eles, o MERCOSUL.

[...] Há casos de países em via de desenvolvimento para os quais os tributos aduaneiros chegam a representar até 15% do total dos recursos do governo. Se em determinado momento o país decidir mudar de estratégia, procurando um melhor aproveitamento de suas Vantagens Comparativas, terá o Governo, antes de mais nada de buscar fontes alternativas de financiamento interno. Mas muitas vezes, procurar essas fontes para obter novos recursos, simultaneamente com a renúncia a outras fontes de recursos, não será tão simples em especial quando se está instrumentando um plano de desenvolvimento que obviamente irá requerer volumosas despesas por parte do Governo. [...]


[...] de mercado. Hoje estamos reconquistando a credibilidade dos mercados internacionais. ?INTEGRAÇÃO ECONÔMICA: IDENTIFICAÇÃO DAS BARREIRAS AO COMÉRCIO NO MERCOSUL é uma retrospectiva do que é o MERCOSUL, quais os países que o integram, a importância de cada um deles, trazendo uma análise das principais barreiras que enfrenta. Utilizando os métodos de procedimentos históricos, comparativos e estatísticos, apresenta como problemática: Quais foram os principais fatores que restringiram as exportações brasileiras ao MERCOSUL no período de 1995 a 1999? A pesquisa sobre as barreiras não tarifárias bloqueando o livre comércio às exportações, pode levar-nos a refletir sobre a necessidade de uma política de reforma ao MERCOSUL para conseguirmos obter uma união aduaneira plena na região até o ano 2006, ano em que se acredita serem eliminadas todas as listas de exceções dos produtos comercializados pelo bloco. [...]


[...] No Brasil, o setor agropecuário terá grandes dificuldades com a integração, conforme declarações de suas lideranças. Em 1991, entre os produtos vendidos pelas empresas que atuam no Brasil aos demais países do MERCOSUL eram industrializados e apenas 10% provinham da agropecuária. No mesmo ano, cerca de 60% dos produtos agropecuários importados pelo Brasil vinham do MERCOSUL. É fácil perceber os motivos das preocupações dos produtores brasileiros de trigo, milho, arroz, leite e derivados, carnes, uva, alho e cebola com a concorrência dos produtos argentinos e uruguaios. [...]

Estes documentos podem interessar a você

A política comercial como meio de inserção da união européia no mercado mundial

 Economia e finanças   |  Economia   |  Monografia   |  22/01/2007   |  BR   |   .doc   |   72 páginas

Evolução e relações econômicas

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo   |  26/05/2007   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas