Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Comércio eletrônico: competitividade mercadológica

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
administração
Faculdade
ucg

Informações do trabalho

Bruna C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
4 páginas
Nível
avançado
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Comércio eletrônico

Uma profunda mudança está a caminho, a economia da era industrial está rapidamente cedendo lugar à economia da era da Internet. Assim como a transformação da era agrícola para a era industrial modificou profundamente a maneira de organizarmos e gerenciarmos a atividade econômica, a economia da era da Internet está proporcionando mudanças no panorama econômico em uma escala de velocidade jamais imaginada até poucos anos atrás.
Neste artigo, o objetivo é analisar até que ponto a Internet é um elemento de competitividade mercadológica, que com seu crescimento explosivo está sendo um fenômeno revolucionário em computação e telecomunicações, e também se tornou uma plataforma fundamental para uma lista em rápida expansão de serviços de informações, entretenimento e aplicações comerciais, incluindo sistemas corporativos e Comércio Eletrônico.
Em hipótese, o Comércio Eletrônico vem conquistando aos poucos os consumidores. A Internet está definindo um modelo de Comércio Eletrônico de modo a abranger a relação completa vendedor-comprador. Este modelo implica promover e comunicar informações sobre a empresa e o produto para uma clientela mundial de usuários. Para empresas interconectadas na era da internet, o Comércio Eletrônico é mais do que uma mera compra e venda de produtos on-line. Em lugar disso, ele engloba o processo on-line inteiro de desenvolvimento, marketing, venda, entrega, atendimento e pagamento por produtos e serviços comprados por comunidades mundiais de clientes virtuais, com o apoio de uma rede mundial de parceiros comerciais

[...] Este exemplo foi apresentado no estudo de caso conforme descrito anteriormente neste artigo. Da mesma forma, ela pode melhorar o processo de venda, vendendo eletronicamente, onde o pedido desencadeia todo um processo eletrônico até o output, a saída para o cliente. As empresa também podem utilizar a Internet para fornecer suporte técnico aos clientes, seja através de e-mail, de help-desk ou de chats ao vivo (bate-papo). Como exemplo de empresas que utilizam estas três ferramentas para prestar suporte técnico aos clientes, podemos citar o Submarino (www.submarino.com.br) e o Universo On-line (www.uol.com.br). [...]


[...] Segundo Novaes (2001) o Comércio Eletrônico é um elemento de competitividade mercadológica, sendo que ele possui as seguintes vantagens em comparação a forma de transação tradicional: Inserção instantânea no mercado: os produtos ou serviços ficam imediatamente expostos, tanto em nível nacional, como internacionalmente. Relações mais ágeis: o Comércio Eletrônico possibilidade a agilização das relações entre consumidores e vendedores, o que torna a empresa mais competitiva. Redução da assimetria informacional: no comércio tradicional, o consumidor toma suas decisões de compra apoiado num conjunto limitado de informações sobre preços, qualidade do produto, serviços etc. [...]

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas

Últimos trabalhos administração

Relação do Estado das Estradas e a Qualidade da Maçã

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  11/06/2013   |  BR   |   .doc   |   18 páginas

Produção e Gestão da Serraria

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  16/08/2012   |  BR   |   .doc   |   35 páginas