Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O enoturismo e suas possibilidades aos deficientes visuais em lazer e profissão

Informações sobre o autor

Microlins - Cursos Profissionalizantes
Nível
Avançado
Estudo seguido
Turismo -...

Informações do trabalho

Isabela M.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
42 páginas
Nível
avançado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Atividade turística: Origens
    1. Conceitos
    2. Aspectos atuais
  3. A deficiência
    1. A deficiência visual
  4. Motivação para Viajar
    1. Turismo para pessoas com necessidades especiais ? Acuidade Visual
    2. Inclusão social nos deficientes visuais e o papel da atividade turística nesse processo
    3. Segmentação de mercado ? Marketing
  5. O enoturismo
    1. A degustação, o exame organoléptico e o cego
  6. Enoturismo e suas oportunidades para os cegos

O presente trabalho científico caracteriza-se por uma metodologia de pesquisa bibliográfica embasada em materiais publicados pertinentes ao tema, fontes impressas como livros, revistas e jornais, para formar uma visão conceitual sobre os aspectos aqui abordados. Pesquisa bibliográfica é aquela baseada na análise da literatura já publicada em forma de livros, revistas, publicações avulsas, imprensa escrita e até eletronicamente, disponibilizada na Internet. A pesquisa bibliográfica contribui para:
- obter informações sobre a situação atual do tema ou problema pesquisado;
- conhecer publicações existentes sobre o tema e os aspectos que já foram abordados;
- verificar as opiniões similares e diferentes a respeito do tema ou de aspectos relacionados ao tema ou ao problema de pesquisa.

Este trabalho tem como objetivo geral Identificar as atividades que o turismo em rotas de produção de vinho ou Enoturismo pode oferecer aos deficientes visuais em lazer e profissão e apresenta, inicialmente, ferramentas que permitirão ao leitor compreender sua proposta revelada ao final. Com a apresentação de conceitos de turista, deficiência, cegueira, enoturismo e com alguns aspectos históricos da atividade turística, do tratamento dispensado pelas sociedades ao indivíduo deficiente e da prática do enoturismo, o alicerce está formado para a principal proposta desta pesquisa: unir cegos e enoturismo fazendo um levantamento das possibilidades de lazer e profissão que surgem desta inusitada junção.

A fim de alcançar com êxito o objetivo geral, foram traçados como objetivos específicos os seguintes:
- Compreender como a atividade turística pode participar como importante ferramenta de inclusão social aos deficientes visuais;
- Reconhecer a necessidade de adaptações de infra-estrutura e de preparo do pessoal de apoio na proposta de trabalhar com deficientes visuais;
- Explorar as possibilidades que o exame organoléptico na degustação de vinhos oferece no uso dos sentidos ao deficiente visual.
- Explicitar exemplos de sucesso em atividades envolvendo cegos e vinhos.
- Propor atividades que possam ser realizadas com os cegos unindo turismo e vinho explorando os sentidos de audição, olfato, tato e paladar.

Para que se conseguisse uma maior organização na colocação das idéias, o trabalho é dividido em capítulos e subcapítulos que ora apresentam novos conceitos, ora unem coerentemente um conceito a outro, formando a rede de idéias que tem como base o tripé turismo, cegos e vinhos.
Em seu caráter teórico-científico, o trabalho é realizado através de um estudo bibliográfico ao qual foi acrescentada a idéia inovadora de trabalhar o enoturismo com os deficientes visuais, aproveitando-se das oportunidades de exploração dos sentidos que a degustação de vinhos proporciona.

[...] O deficiente, apesar de sua limitação, é capaz e merece ser respeitado, tem direito ao lazer, ao trabalho, como qualquer ser humano, cabendo a sociedade aprender a conviver com as diferenças, respeitando a todos e criando oportunidades inclusivas A Deficiência Visual Segundo o informativo O que é Deficiência Visual da Associação dos Deficientes Visuais do Paraná ADEVIPAR, portador de deficiência visual é toda pessoa que apresenta CEGUEIRA ou VISÃO SUBNORMAL visão reduzida em ambos os olhos.[3] CEGUEIRA é a perda total ou resíduo mínimo de visão que leva o indivíduo a necessitar de equipamentos específicos para o desenvolvimento educacional e integração social. [...]


[...] É muito pertinente lembrar sempre que quando se propõe um trabalho com um público-alvo tão particular, deve-se ter em mente que a comparação dos sujeitos cegos com os videntes é no mínimo inadequada (AMIRALIAN, 1997) 3.2 Inclusão social nos deficientes visuais e o papel da atividade turística nesse processo A questão da inclusão social das pessoas que portam algum tipo de deficiência é uma questão a ser pensada nos diversos âmbitos de sua convivência, a começar pela sua própria casa, sua família. [...]


[...] O turismo para deficientes visuais pode ser ainda uma interessante e inovadora ferramenta para os programas, projetos e planos de ordem política à promoção da inclusão social aos deficientes visuais. Vale ainda enfatizar que, mesmo se for promovido a grupos não mistos, ou seja, somente com os deficientes visuais e o pessoal capacitado para trabalhar com este público, a prática turística proporcionará ao portador de necessidades especiais acuidade visual a opção de uma nova forma de lazer, contribuindo com um sentimento de prazer cooperando, assim, com o aumento da auto-estima, da autoconfiança e do processo que visa tornar o cego um cidadão como qualquer outro, com direito também à prática do lazer. [...]

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas

Últimos trabalhos administração

Relação do Estado das Estradas e a Qualidade da Maçã

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  11/06/2013   |  BR   |   .doc   |   18 páginas

Produção e Gestão da Serraria

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  16/08/2012   |  BR   |   .doc   |   35 páginas