Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Franquia ou próprio negócio ?

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
mauricio de...

Informações do trabalho

Maria I.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
65 páginas
Nível
Para todos
Consultado
7 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A história do franchising
    1. O que é o franchising?
    2. Como posso selecionar as oportunidades?
    3. Critérios para limitar a seleção
    4. Como posso investir no franchising?
  2. Planejamento da franquia
    1. Seleção de oportunidades
    2. Avaliação das empresas
  3. Documentação e as leis para um negócio próprio
  4. Relações de parceria
  5. Modalidades de negócios e os ramos de atividades
  6. Franquia ou negócio independente?

Não se sabe ao certo quando surgiu o primeiro modelo de Franchising, porém este acontecimento surgiu da necessidade que os proprietários de um determinado negócio tinham para expandir seus ?domínios? e de algumas pessoas que necessitavam de trabalho e não tinham condições de adquirir uma máquina ou até tinham o capital mas não sabiam como iniciar um negócio que fosse rentável e que fosse sua fonte de renda.
Muitas são as dúvidas quando alguém se põe a campo à procura de idéias a respeito de um novo negócio que pretendem iniciar. As indagações são várias e quase sempre convergem para o medo ou receio do fracasso. Pois uma coisa é certa, para abrir um negócio, seja ele qual for, não é necessário somente vontade. Tem de haver a fusão de vários fatores fundamentais, para que o empreendimento seja bem sucedido.
Visão empresarial, capital, pesquisa de mercado, ambição perseverança, determinação, competência, disciplina e porque não, sorte. Esses fatores citados, somados com mais alguns que por hora foram esquecidos, com certeza irão determinar o sucesso ou o fracasso de um negócio.
Visando justamente o sucesso de seus negócios, algumas grandes empresas no final do século XIX e início do século XX resolveram se expandir, porém não da maneira tradicional até então.
Foi dado a oportunidade a outras pessoas, que não o dono empresa, de se tornarem ?sócias? destas empresas bem-sucedidas. Isso foi feito da seguinte maneira: para estas pessoas foi passado todo o ?funcionamento? do negócio, ou seja, todos os fatores que fizeram com que aquela empresa fosse um sucesso.
Esses fatores vão desde o modo operacional, as regras, os objetivos; tudo referente ao processo estrutural da empresa. E é por todo esse conhecimento e estrutura pré definida que se paga.
Simplificando, começava então a existir a padronização no processo produtivo de bens ou serviços, e com isso a ?filial? passava a ser igual a ?matriz? e foi aí que tudo (o franchising) começou.
De lá para cá todas as empresas, sejam elas franquias ou não, estão buscando o aperfeiçoamento constante e novas técnicas que as possibilite estar sempre a frente de seus concorrentes. Isso porque o mercado encontra-se cada dia mais competitivo e globalizado.
O estudo destas duas modalidades de empreendimento: a franquia e o modo tradicional de se abrir o próprio negócio, nos mostraram que não é tão simples determinar qual o melhor caminho, pois são inúmeras variáveis que serão determinantes para se alcançar o sucesso.

[...] Consequentemente, maior terá de ser também o seu volume minímo de negócio ou margem de lucro para manter o ponto de equilíbrio. A prática tem demonstrado que entrar num negócio de franchising com menos de 35% do capital é extremamente arriscado. O ideal é ter, pelo menos do investimento total Localização do negócio Caso ainda não tenha o local para exercer a sua atividade, aconselhamos que o faça antes da assinatura de qualquer contrato. Excepção feita no caso de redes de franchising que já fizeram esse esforço por si. [...]


[...] Os riscos apresentados dependem do tipo ou modalidade da franquia Diferenças entre Franquia e Negócio Independente Antes de entrar no sistema de franquia, é importante que o novo empreendedor compare as vantagens e desvantagens específicas entre um negócio independente e uma franquia. Para um Negócio Independente, consulte, antes, Micro e Pequena Empresa, Plano de Negócios. Em ambos os casos, há necessidade de se avaliar detalhes básicos. Diferenças entre Franquia ou Negócio Independente, quanto à: Quanto ao Produto ou Serviço Franquia: Oferece produtos ou serviços já desenvolvidos, testados e implantados no Mercado, dependendo do tipo de franquia. [...]


[...] - Franquia empresarial é o sistema pelo qual o franqueador cede ao franqueado o direito de uso de marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício. - Sempre que o franqueador tiver interesse na implantação de sistema de franquia empresarial, deverá fornecer ao interessado em tornar-se franqueado uma Circular de Oferta de Franquia, por escrito, em linguagem clara e acessível, contendo obrigatoriamente as seguintes informações: I - histórico resumido, forma societária e nome completo ou razão social do franqueador e de todas as empresas a que esteja diretamente ligado, bem como os respectivos nomes fantasias e endereços; II - balanços e demonstrações financeiras da empresa franqueadora relativos aos dois últimos exercícios; III - indicação precisa de todas as pendências judiciais em que estejam envolvidos o franqueador, as empresas controladoras e titulares de marcas, patentes e direitos autorais relativos à operação, e seus subfranqueadores, questionando especificamente o sistema da franquia ou que possam diretamente vir a impossibilitar o funcionamento da franquia; IV - descrição detalhada da franquia, descrição geral do negócio e das atividades que serão desempenhadas pelo franqueado; V - perfil do "franqueado ideal" no que se refere a experiência anterior, nível de escolaridade e outras características que deve ter, obrigatória ou preferencialmente; VI - requisitos quanto ao envolvimento direto do franqueado na operação e na administração do negócio; VII - especificações quanto ao: - total estimado do investimento inicial necessário à aquisição, implantação e entrada em operação da franquia; valor da taxa inicial de filiação ou taxa de franquia e de caução e valor estimado das instalações, equipamentos e do estoque inicial e suas condições de pagamento; informações claras quanto a taxas periódicas e outros valores a serem pagos pelo franqueado ao franqueador ou a terceiros por este indicados, detalhando as respectivas bases de cálculo e o que as mesmas remuneram ou o fim a que se destinam, indicando, especificamente, o seguinte: - remuneração periódica pelo uso do sistema, da marca ou em troca dos serviços efetivamente prestados pelo franqueador ao franqueado (royalties); aluguel de equipamentos ou ponto comercial; taxa de publicidade ou semelhante; seguro mínimo e outros valores devidos ao franqueador ou a terceiros que a ele sejam ligados; IX - relação completa de todos os franqueados, subfranqueados e subfranqueadores da rede, bem como dos que se desligaram nos últimos doze meses, com nome, endereço e telefone; X - em relação ao território, deve ser especificado o seguinte: se é garantida ao franqueado exclusividade ou preferência sobre determinado território de atuação caso positivo, em que condições o faz; e possibilidade de o franqueado realizar vendas ou prestar serviços fora de seu território ou realizar exportações; XI - informações claras e detalhadas quanto à obrigação do franqueado de adquirir quaisquer bens, serviços ou insumos necessários à implantação, operação ou administração de sua franquia, apenas de fornecedores indicados e aprovados pelo franqueador, oferecendo ao franqueado relação completa desses fornecedores. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Franquia

 Administração e marketing   |  Administração   |  Monografia   |  18/07/2007   |  BR   |   .doc   |   17 páginas

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas