Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O trabalho com a música na educação infantil

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
administração
Faculdade
Faculdade...

Informações do trabalho

Vanessa C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
17 páginas
Nível
avançado
Consultado
18 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
3
escrever um comentário
  1. O ensino da música e a formação humana
  2. O tratamento metodológico dado à expressão musical na educação infantil
  3. A importância da música na educação infantil

Desde cedo, a criança demonstra interesse por ritmos e sons musicais. Parece mesmo que a receptividade à música é um fenômeno corporal e que a relação da criança com a música começa quando ela entra em contato com o universo sonoro que a cerca, a partir de seu nascimento.
Com o passar do tempo, a criança experimenta sons que pode produzir com a boca e é capaz de perceber e reproduzir sons repetitivos, acompanhando-os com movimentos corporais. Essa movimentação desempenha papel importante em todos os meios de comunicação e expressão que se utilizam do ritmo, tais como a música, a linguagem verbal e a dança.
Esta monografia constitui-se em uma proposta de análise sobre a importância do trabalho com a música na Educação Infantil.
Som, ritmo e melodia são elementos básicos, essenciais da música e que podem, na plenitude da expressão musical, despertar e reforçar a sensibilidade da criança, provocar nela reações de cordialidade e entusiasmo, prender sua atenção e estimular sua vontade.
Ao se envolverem em atividades musicais, as crianças melhoram sua acuidade auditiva, aprimoram e ampliam a coordenação viso-motora, suas capacidades de compreensão, interpretação e raciocínio, descobrem sua relação com o meio em que vivem, desenvolvem a expressão corporal e a linguagem oral. Quanto mais elas têm oportunidade de comparar as ações executadas e as sensações obtidas através da música, mais a sua inteligência, o seu conhecimento, vão se desenvolvendo.
As atividades musicais podem oferecer inúmeras oportunidades para a criança aprimorar sua habilidade motora, controlar os seus músculos e mover-se com desenvoltura.
Neste sentido, questiona-se: até que ponto o trabalho com música pode auxiliar no desenvolvimento cognitivo, psicomotor e no equilíbrio da personalidade?
Acredita-se que vivências de atividades musicais possibilitam um satisfatório desenvolvimento das potencialidades infantis.
Considera-se crucial uma abordagem holística sobre o desenvolvimento da aprendizagem.
Acredita-se, ainda que o projeto de trabalho com atividades musicais viabilizará novos rumos e novas práticas para a educação.
A metodologia utilizada para a realização desta pesquisa foi estritamente qualitativa, utilizando-se de revisão de literatura em obras pertinentes ao assunto abordado. Optou-se por este método pois uma boa investigação científica requer um arcabouço teórico que só pode ser obtido em uma bibliografia composta de obras de referência e de trabalhos recentes sobre a matéria.
O estudo encontra-se dividido em três capítulos, a saber: o primeiro capítulo explica a relação da música com a formação humana; o segundo capítulo analisa o tratamento metodológico dado à expressão musical para crianças; o terceiro e último capítulo discute a importância da música na Educação Infantil

[...] O objetivo maior do trabalho com atividades musicais é oferecer possibilidades de sensações de experiências: descobertas auditivas, criações sonoras, primeiras interpretações, jogos de percepção rítmica e melódica, oficinas de instrumentos, enfim, um laboratório musical, dentro das salas de Pré-escola, onde a criança tem a oportunidade de estar interagindo com outras crianças, com o professor, com os pais e com pessoas da comunidade que possam estar colaborando no processo desenvolvido em sala de aula. Quando seleciona-se as músicas que deverão constituir o repertório a ser desenvolvido com os alunos das classes de Pré-escola, quase sempre partimos de parâmetros subjetivos. [...]


[...] Na verdade, antes mesmo de nascer, ainda no útero materno, a criança já toma contato com um dos elementos fundamentais da música - o ritmo através das pulsações do coração de sua mãe. Antes ainda de começar a falar, podemos ver o bebê cantar, gorjear, experimentando os sons que podem ser produzidos com a boca. Observando uma criança pequena, podemos vê-la cantarolando um versinho, uma melodia, ou emitindo algum som repetitivo e monótono, balançando-se de uma perna para a outra, ou ainda para a frente e para trás, como que reproduzindo o movimento do acalanto. [...]


[...] O estudo encontra-se dividido em três capítulos, a saber: o primeiro capítulo explica a relação da música com a formação humana; o segundo capítulo analisa o tratamento metodológico dado à expressão musical para crianças; o terceiro e último capítulo discute a importância da música na Educação Infantil O ENSINO DA MÚSICA E A FORMAÇÃO HUMANA O som depende do movimento e não existe na ausência dele. Em termos físicos, o som é uma vibração que chega a nossos ouvidos na forma de ondas que percorrem o ar que nos rodeia. [...]

Estes documentos podem interessar a você

A música na educação infantil: saberes e práticas

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  16/01/2007   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Explorando a música na educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  22/01/2007   |  BR   |   .doc   |   2 páginas

Mais Vendidos administração

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

A importância dos níveis hierárquicos na organização

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  19/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas