Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Contabilidade gerencial

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
informática
Faculdade
UCG

Informações do trabalho

Lazaro A.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
173 diapositivo
Nível
avançado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. O processo contábil
    1. Contabilidade
    2. Campo de Aplicação
    3. Funções
    4. Usuários da Contabilidade
    5. Usuários e suas necessidades de informação
    6. Relações de interesse e fluxo de recursos
    7. Objeto de estudo da contabilidade
    8. Objetivos
    9. Gestão
    10. Rédito
    11. Exercício Social
    12. Técnicas Contábeis
  2. Legislação contábil
    1. Princípios contábeis
    2. Corrente Doutrinária
    3. Princípio da entidade
    4. Princípio da continuidade
    5. Princípio da oportunidade
    6. Princípio do registro pelo valor original
    7. Princípio da atualização monetária
    8. Princípio da competência dos exercícios
    9. Princípio da prudência
    10. Áreas de contabilidade
    11. Ramificações da contabilidade
  3. Estruturação das demonstrações contábeis
    1. Lei 6.404
    2. Contabilidade societária na lei
    3. Origem das demonstrações financeiras
    4. Contabilidade societária na lei
  4. Estruturação das demonstrações contábeis
    1. Balanço patrimonial (Art. 178 a 182)
    2. Ativo ? Art. 178
    3. BP ? Art. 179
    4. BP ? Art. 180
    5. Capital social? Art. 182
  5. Reservas
    1. Reservas de capital
    2. Reservas de lucros
    3. Reservas de reavaliação
  6. Balanço patrimonial ? Arts. 178 a 182 da lei 6.404/76
  7. Relatórios contábeis
  8. Balanço patrimonial
    1. Circulante
    2. Realizável longo prazo
    3. Permanente
  9. Demonstração do resultado do exercício DRE
    1. Definição
  10. DRE ? art. 187
    1. A Receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos
    2. Receita bruta de vendas
    3. Mercadorias, produtos e serviços
    4. Deduções
    5. Impostos (Pis, Cofins, IPI, ICMS, ISS)
    6. Devoluções
    7. Abatimentos sobre vendas (descontos Incondicionais)
    8. Receita líquida (venda líquida)
  11. Demonstração fluxo de caixa
  12. Análise da relação custo - volume - lucro
  13. Contabilidade
    1. Financeira
    2. Gerencial
  14. Contabilidade de custos
  15. Terminologia dos custos (conceituação e classificação)
    1. Gasto
    2. Classificação dos gastos
    3. Desembolso ou dispêndios
    4. Custo
    5. Despesas
    6. Investimento
    7. Perdas: Gasto Involuntário
    8. Outras definições
  16. Classificação de custos
    1. Em relação a medida
    2. Quanto ao controle
    3. Quanto ao planejamento e tomada de decisões ou, quanto ao volume
    4. Outras classificações
  17. Análise da relação custo -volume -lucro
  18. Margem de contribuição
  19. Ponto de equilíbrio
  20. Representação gráfica
  21. Representação aritmética do PE
  22. Ponto de equilíbrio sob três enfoques
    1. Ponto de equilíbrio Contábil ? PEC
    2. Ponto de equilíbrio Financeiro ? PEF
    3. Ponto de equilíbrio Econômico ? PEE
  23. Receita de equilíbrio
  24. Representação aritmética da RE
  25. Limitações ao uso do PE
  26. Margem de segurnça
  27. Alavancagem
  28. Análise dos demonstrativos contábeis
    1. Financeiro / Liquidez
    2. Financeiro / Rentabilidade
    3. Financeiro / Utilização Ativos
    4. Financeiro / Endividamento
  29. Correlação entre os indicadores
    1. Financeiro
    2. Formação de preços
    3. Rentabilidade
    4. Ponto de equilíbrio
    5. Painel de indicadores

?CIÊNCIA SOCIAL APLICADA AO ESTUDO E CONTROLE DO PATRIMÔNIO DAS ENTIDADES, COM OBJETIVO DE FORNECER INFORMAÇÕES ÚTEIS, AOS USUÁRIOS, SOBRE SUA COMPOSIÇÃO E SUAS VARIAÇÕES QUALITATIVAS E QUANTITATIVAS? : Aplica-se a contabilidade às entidades econômico-administrativas (empresas, com ou sem finalidades lucrativas). Essas entidades, para atingir seus objetivos, sejam eles econômicos ou sociais, utilizam-se de Bens Patrimoniais e necessitam de um órgão administrativos que execute os atos necessários a seus fins.

[...] TERMINOLOGIA DOS CUSTOS (CONCEITUAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO) GASTO É O SACRIFÍCIO FINANCEIRO COM QUE A ENTIDADE ARCA PARA A OBTENÇÃO DE UM PRODUTO OU SERVIÇO QUALQUER, SACRIFICIO ESTE REPRESENTADO POR PROMESSA OU ENTREGA DE ATIVOS (NORMALMENTE DINHEIRO), SEJA A CURTO OU A LONGO PRAZOS. CLASSIFICAÇÃO DOS GASTOS DESEMBOLSO OU DISPÊNDIOS É O PAGAMENTO DO GASTO CUSTO É O GASTO PARA A PRODUÇÃO DE UM BEM OU PRESTAÇÃO DE UM SERVIÇO. DESPESAS SÃO GASTOS COM A MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES DA EMPRESA OU PARA A OBTENÇÃO DE RECEITAS INVESTIMENTO GASTO ATIVADO Exemplo: Compra de matéria-prima PERDAS: Gasto Involuntário PODE SER CLASSIFICADA COMO: CUSTO QUANDO OCORRER DENTRO DO PROCESSO PRODUTIVO, DE FORMA NORMAL OU, DESPESA QUANDO OCORRER FOR A DO PROCESSO PRODUTIVO, DE FORMA ANORMAL. [...]


[...] III São Paulo CONTABILIDADE FINANCEIRA relato de informações da organização para o mundo externo; GERENCIAL busca dois grandes objetivos: 1 satisfação dos sistemas de controle gerencial (Utilizados para medição dos resultados das áreas de negócios) 2 O suporte à gestão dos negócios (Direcionar a atenção, decisões sobre preços de venda, fazer ou comprar, retorno sobre novos negócios, etc). Contabilidade de Custos Financeira CUSTOS Gerencial Contabilidade de Custos Na Contabilidade Financeira usado para avaliar os ESTOQUES consequentemente, o custo das vendas de produtos. [...]


[...] ) BP Art II No ativo realizável a longo prazo: os direitos realizáveis após o término do exercício seguinte, assim como os derivados de vendas, adiantamentos ou empréstimos a sociedades coligadas ou controladas (art. 243), diretores, acionistas ou participantes no lucro da companhia, que não constituírem negócios usuais na exploração do objeto da companhia; 1.2 ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO CRÉDITOS (Duplicatas a Receber, inclusive decorrente da transação com pessoas ligadas, coligadas e controladas . ) ESTOQUES (Produtos Acabados, Produtos em Elaboração) INVESTIMENTOS (Depósitos para Incentivos Fiscais, Investimentos Temporários) BP Art III Em investimentos: as participações permanentes em outras sociedades e os direitos de qualquer natureza, não classificáveis no ativo circulante, e que não se destinem à manutenção da atividade da companhia ou da empresa; IV No ativo Imobilizado: os direitos que tenham por objeto bens destinados à manutenção das atividades da companhia e da empresa, ou exercidos com essa finalidade, inclusíve os de propriedade industrial ou comercial; V no ativo diferido: as aplicações de recursos em despesas que contribuirão para a formação do resultado de mais de um exercício social, inclusive os juros pagos ou creditados aos acionistas durante o período que anteceder o inicio das operações sociais 1.3 ATIVO PERMANENTE INVESTIMENTOS (Obras de Arte, Participações Societárias em Empresas Coligadas, Controladas, Interligadas) ATIVO IMOBILIZADO (Tangível Móveis e Utensílios, Máquinas e Equipamentos, Terrenos, Edifícios e Construções, Animais de Trabalho, Veículos, Computadores e Periféricos etc. [...]

Estes documentos podem interessar a você

A contabilidade gerencial e suas especificações

 Administração e marketing   |  Contabilidade   |  Estudo   |  19/04/2007   |  BR   |   .ppt   |   39 páginas

Contabilidade gerencial: a necessidade da contabilidade gerencial dentro das empresas

 Administração e marketing   |  Contabilidade   |  Monografia   |  28/05/2007   |  BR   |   .rtf   |   28 páginas

mais Pontuados contabilidade

Empresas de Serviços Contábeis: Estrutura e Funcionamento

 Administração e marketing   |  Contabilidade   |  Estudo   |  24/03/2011   |  BR   |   .doc   |   59 páginas