Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Televisão: o que ela representa para os jovens

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
16 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A influência da televisão na vida das pessoas
    1. A televisão e o contexto social
    2. A televisão, a criança, a violência e o sexo
    3. Estratégias de resistência
  2. A TV como ferramenta do desenvolvimento da criança
    1. A TV na educação das crianças e jovens
    2. A televisão e a informação
    3. Televisão x livro
  3. Os programas chamados geográficos

Trata-se de uma pesquisa abordando ?Televisão: o que ela representa para os jovens?. A pesquisa levantou algumas questões existentes relacionadas com a mídia, a criança e o adolescente; a publicidade infantil, a relação dos sonhos e o poder da realidade como também a formação cultural na sociedade. A televisão faz parte da cultura de massa e a transmissão do conhecimento cognitivo é assegurada pela escola que, não é mais o único lugar legítimo do saber e nem o livro é mais o centro que articula a cultura. A antecipação de temas e problemas considerados adequados para o público adulto, agora, estão disponíveis ao público jovem, reduzindo o período de inocência e gerando problemas comportamentais no futuro das crianças. Mas, apesar de toda a parte nociva vista por esta pesquisa, acredito que muitos programas televisivos podem ser considerados elementos capazes de comentar o diálogo familiar, muitas vezes atuando como um catalisador frente a temas polêmicos ou constrangedores, quebrando, assim, as barreiras porventura existentes. Somente na crítica ativa e consciente do que nos é proposto é possível manter certa liberdade e autonomia para sermos sujeitos de nossa história, e não apenas repetidores ou servidores de outros. É certo que a televisão diminui o interesse da leitura, dirige as emoções e não a razão. É um instrumento que induz ao consumo, etc. Mas, também existem coisas agradáveis que são trazidas por esse instrumento de comunicação, como por exemplo, a diversão às pessoas mais carentes que não tem capital para poder ir a um cinema, a um shopping, a um parque de diversão, os programas educativos como os da National Geograpgic Chanel onde os jovens podem optar para um entretenimento agradável, cheio de cultura e prazer. Enfim, a televisão deve ser considerada um instrumento que pode ser usado para o bem e não só para o mal. Devemos educar as novas gerações no sentido de fazê-los aproveitar o que ela traz de bom, pois, ela é uma mediadora entre a criança e os conhecimentos.

[...] Televisão: o que ela representa para os jovens? Nos leva a refletir se a televisão não seria, ao invés, de um entretenimento ou um veículo de informações, apenas um meio de incitação ao consumo ou um meio para modificar mentes. Cabe prestar atenção ao processo de massificação que vem embutido nos Meios de Comunicação Social, usados como instrumentos da ideologia hegemônica, buscando criar um cidadão do mundo e procurando nivelar a todos num determinado padrão cultural. A questão é: Seria possível formar cidadãos críticos e educar as crianças e os jovens para assistir televisão? [...]


[...] Este processo torna as pessoas impacientes quando algum evento ultrapassa o tempo de duração destes "blocos" de informação já incorporados, fazendo com que assistir a uma aula de cinqüenta minutos sem intervalos ou ler um livro inteiro se tornem atividades desagradáveis porque demoram muito, fazem o espectador pensar e refletir para posteriormente entender o que é colocado Os programas chamados geográficos Assim como, os programas que servem apenas para entretenimento e que não trazem cultura e nem mesmo conhecimento, existem os chamados programas culturais de alguns canais de televisão como a Futura, a TV Cultura alguns que fazem parte da TV paga. [...]


[...] Temos, como vimos, programas bons, mas, que são pouco veiculados, pouco assistidos como os chamados programas culturais, caso dos programas geográficos da National Geographic Television (NGT) que, poderiam ser mais conhecidos se os próprios professores fizessem a sua divulgação. Programas que fazem o adolescente a entender um pouco a geografia conseqüentemente despertar reflexões e o senso crítico. A maneira como a programação de televisão se apresenta, hoje em dia, infelizmente deixa muito a desejar em termos de conhecimento. Muitas vezes um noticiário dá a notícia pela metade, o que faz com que o povo fique a ver navios. [...]

Mais Vendidos marketing

Projeto integrado multidisciplinar - Cosmos Cosméticos S/A

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo de caso   |  15/12/2008   |  BR   |   .doc   |   24 páginas

Os desafios da produção na atualidade

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo   |  15/02/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Últimos trabalhos marketing

O PlanejamentoTributário

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo   |  12/12/2012   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

Ações Prejudiciais a Execução

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo   |  09/12/2012   |  BR   |   .doc   |   14 páginas