Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Turismo de eventos – estudo de caso do carnaval fora de época

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
UNIFENAS

Informações do trabalho

Marcos Botega S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
23 páginas
Nível
Para todos
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Revisão de literatura
    1. O turismo
    2. Qualidade em turismo
    3. Influência do Turismo sobre as manifestações populares em forma de festa
    4. Carnaval
    5. O turismo de eventos
  3. Metodologia
  4. O carna 7
    1. Resultado da pesquisa
  5. Conclusão
  6. Referências bibliográficas

Esta monografia visa analisar a importância da existência de um planejamento turístico na cidade de Sete Lagoas e propor um planejamento específico para o evento Carna7.
Sabe-se que o Turismo de Eventos tem elevada importância para uma cidade ou região, para o país como um todo, com vasto campo ainda a ser explorado. O turismo incentiva o desenvolvimento socioeconômico local, contribuindo para geração de emprego, renda e criação de infra-estrutura que beneficia não só o turista, como a população da cidade (OMT, 1999).
Em um momento que é necessário contornar os efeitos da sazonalidade, ou seja, "alta e baixa estação", visando fomentar o turismo em diferentes épocas do ano, para existir um maior equilíbrio da demanda, o Turismo de Eventos apresenta-se como uma solução ideal para os destinos turísticos. Isso porque os promotores realizam seus eventos em época de baixa temporada, quando encontram facilidades em reunir um número significativo de participantes, ao mesmo tempo em que possuem vários locais dispostos a sediá-los. O turista não depende de férias para viajar e existem centenas de eventos que acontecem ao longo do ano, sendo possível, ainda, a criação de outros, dependendo do município ou região (OMT, 1999).
Um evento movimenta um grande número de profissionais durante a sua realização, provocando uma grande movimentação econômica nas cidades sedes. É importante observar que o turista de eventos é motivado por interesses profissionais, mesclando atividades de trabalho e lazer, tornando-se um consumidor com grande potencial de consumo do item diversão. Outro aspecto importante do Turismo de Eventos é o fato do turista retornar depois, com a família, para os locais que mais lhe agradaram.
Para que o município atingido realmente ganhe algo com este público, é necessário ter um estudo técnico/científico sobre o impacto sofrido pela comunidade.
Segundo definição genérica, o carnaval é uma festa popular coletiva, que foi transmitida oralmente através dos séculos, como herança das festas pagãs realizadas a 17 de dezembro (Saturnais - em honra a deus Saturno na mitologia grega.) e 15 de fevereiro (Lupercais - em honra a Deus Pã, na Roma Antiga.). Na verdade, não se sabe ao certo qual a origem do carnaval, assim como a origem do nome, que continua sendo polêmica.
Alguns estudiosos afirmam que a comemoração do carnaval tem suas raízes em alguma festa primitiva, de caráter orgíaco, realizada em honra do ressurgimento da primavera.
A origem do carnaval brasileiro é européia. Como afirma Queirós (1992), a comemoração carnavalesca data do início da colonização, sendo uma herança do entrudo português e das mascaradas italianas. Somente muitos anos mais tarde, no início do século XX, foram acrescentados os elementos africanos, que contribuíram de forma definitiva para o seu desenvolvimento e originalidade. Com passar dos anos virou símbolo e marca do Brasil, se tornando uma paixão nacional.
Esta pesquisa tem como principal foco, a observação dos impactos do Carna7 sobre a cidade de Sete Lagoas, bem como propostas de melhoria para a organização do mesmo.
Para se planejar eventos culturais, vários cuidados devem ser tomados, tais como: garantir o respeito à cultura local, preservar o significado histórico-cultural da região, inserir a comunidade local no processo, beneficiando-a economicamente e socialmente, garantir a sustentabilidade dos patrimônios naturais, culturais e humanos e estar atento à capacidade de carga (ou seja, o quanto uma área pode agüentar as alterações realizadas pelo impacto antrópico), não ultrapassando o seu limite.
Esta monografia, busca obter informações dos moradores de Sete Lagoas/MG, sobre como o evento ai realizado, denominado Carna7, modifica o cotidiano da cidade.
A realização desta pesquisa justifica-se pela ausência de estudos aprofundados, sendo importante a opinião da comunidade, uma vez que ela é a principal atingida. Os resultados da pesquisa servirão de subsídios para os organizadores do evento e da prefeitura, visando minimizar os impactos negativos existentes.
A execução deste estudo poderá ainda contribuir com dados importantes para o planejamento dos eventos turísticos de Sete Lagoas/MG, principalmente para o setor competente.
Sete Lagoas/MG é uma opção de lazer perto de Belo Horizonte/MG, portanto a realização de eventos devidamente planejados poderá representar um divisor de águas ao que diz respeito ao turismo na cidade.

[...] O turismo, nos anos 90, segundo a WTO (2001), foi um mercado que movimentou em nível mundial cerca de US$ 3,5 trilhões, representando do PIB mundial e empregando mais de 130 milhões de pessoas em atividades direta ou indiretamente ligadas ao turismo visando atender a um fluxo médio de 600 milhões de turistas que circulam pelo mundo anualmente. Os principais pólos do turismo internacional são os países europeus e os Estados Unidos, que registram 75% do total de saídas e chegadas de turistas que circulam entre os países. [...]


[...] Estes quatro aspectos deram ao carnaval brasileiro um aspecto único que atrai turistas do mundo inteiro O turismo de eventos O turismo enquanto atividade econômica tem sido analisada por diversos autores, como um importante instrumento de desenvolvimento local. É importante ressaltar que o conceito de turismo está relacionado ao conceito mais amplo de atividades que compreende a viagem de pessoas fora de sua residência habitual, por menos de um ano, pelos mais diversos motivos (OMT, 1999). Considerando que existe um grande número de motivações de viagens, os impactos, principalmente os econômicos, provenientes da atividade turística, são em grande parte relacionados ao tipo de motivação que envolve a viagem (SMITH, 1995). [...]


[...] Muitos estudos de caso voltados para o mercado de turismo dão conta de apresentar resultados de eventos e celebrações festivas sediados por algumas cidades enfatizando valores de arrecadação, infra-estrutura resultante e comparações com o ano anterior, mas deixam de lado os princípios culturais e históricos que proporcionam aquele momento. É como se houvesse um selo de garantia para a festa nos anos seguintes e nenhum sem possibilidade de exaustão daquela comemoração. O aumento da competitividade e a necessidade de se buscar cada vez mais clientes na sua origem, trouxeram novas vertentes para o estudo dos eventos, e no nosso caso, das festas, no que diz respeito ao período anterior ao da celebração. [...]

Mais Vendidos marketing

Projeto integrado multidisciplinar - Cosmos Cosméticos S/A

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo de caso   |  15/12/2008   |  BR   |   .doc   |   24 páginas

Os desafios da produção na atualidade

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo   |  15/02/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Últimos trabalhos marketing

O PlanejamentoTributário

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo   |  12/12/2012   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

Ações Prejudiciais a Execução

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo   |  09/12/2012   |  BR   |   .doc   |   14 páginas