Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Arte da guerra

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
outros
Faculdade
fumesc

Informações do trabalho

Elisa S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
30 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Estimativa
  2. Conduzindo a guerra
  3. Estratégia ofensiva
  4. Formações
  5. Energia
  6. Fraquezas e forças
  7. Manobra
  8. As 9 variáveis

A obra de Sun Tzu, ?A Arte da Guerra?, foi escrita na época em que um Estado só possuía chances de prosperar através da batalha: adquirindo territórios, pilhando riquezas, subjugando povos, ou pôr meio de um acordo de cordialidade: as alianças.
Nos dias de hoje, as citações de Sun Tzu deixaram de atuar apenas na esfera militar, passando a atuar também em uma guerra diferente, mas igualmente perigos: a guerra dos negócios. É incrível analisar a obra e ver que se aplica perfeitamente às situações empresariais, sendo inclusive citada em inúmeros livros de estratégia, marketing, administração e outros.
As empresas possuem recursos, como os países. As ocidentais possuem a visão de que a empresa existe para gerar lucro para seus acionistas, as orientais possuem a visão de que a empresa deve fornecer empregos. Por mais diferentes que sejam, o objetivo de ambas as é de que a empresa deve sobreviver e prosperar.
Uma concorrência que preza a criatividade, leva prosperidade não só para a empresa, mas para todo o mercado, com produtos, serviços e preços variados para os consumidores, não sendo necessária a aniquilação de seus concorrentes e sim, a criação de novas categorias de produto.
O empresário que busca analisar constantemente os objetivos de seu negócio, e elaborando estratégias sob o ponto de vista de Sun Tzu poderá enfrentar a guerra com muito mais tranquilidade e sabedoria, do que enfrentar a guerra com todas as suas armas empunhadas

[...] O Estado seria caracterizado como a própria organização, e a guerra seria a disputa dentro do mercado de atuação e se essa guerra não for bem planejada e instrumentada, pode ocasionar a morte da organização. Segundo Kotler (1994:69), "planejamento estratégico orientado para o mercado é o processo gerencial de desenvolver e manter uma adequação viável entre os objetivos, experiências e recursos da organização e suas oportunidades em um mercado continuamente mutante . " Três idéias podem definir o planejamento estratégico: A primeira seria administrar os negócios da empresa conforme seu potencial de lucro e crescimento, assim, seria fácil decidir cobre qual deles seria mantido, eliminado, descontinuado aos poucos ou construído; A segunda idéia é avaliar o potencial de lucro futuro de cada negócio, considerando o crescimento de mercado e o posicionamento da empresa; A terceira, é definir uma estratégia para cada negócio, definindo objetivos, oportunidades, habilidades e recursos. [...]


[...] Ora, os elementos da arte da guerra são: Primeiro, medição do espaço; segundo, estimativade quantidades; terceiro, cálculos; quarto, comparações; e quinto, chances de vitória. " . Ora, o exército, em sua forma, assemelha-se à água. Tire proveito do despreparo do inimigo; ataque-o quando ele não esperar; evite sua força, golpeie o seu vazio à semelhança da água, ninguém conseguirá fazer-lhe oposição." (IV Chang Yü) Uma empresa líder, recusa-se a ficar satisfeita com a situação do mercado. Ela deve liderar o setor industrial com idéias sobre novos produtos e serviços ao consumidor, eficácia de distribuição e redução de custos. [...]


[...] Na obra de Sun Tzu, A Arte da Guerra podemos verificar que: conformação do terreno é da máxima ajuda na batalha. Portanto, estimar a situação do inimigo e calcular distâncias e o grau de dificuldade do terreno de modo a controlar a vitória são virtudes do general superior. Quem luta com pleno conhecimento desses fatores está certo de vencer; quem não o faz, certamente será derrotado." (X. 17) No livro do Kotler há uma avaliação das Forças e Fraquezas dos Concorrentes, importantíssima para que a empresa conheça e identifique minuciosamente os recursos e a capacidades dos concorrentes. [...]

Estes documentos podem interessar a você

A formação histórica da língua portuguesa

 Psicologia e letras   |  Lingüística   |  Estudo   |  10/01/2007   |  BR   |   .doc   |   24 páginas

A arte da guerra

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Fichamento   |  30/01/2007   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Mais Vendidos marketing

Projeto integrado multidisciplinar - Cosmos Cosméticos S/A

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo de caso   |  15/12/2008   |  BR   |   .doc   |   24 páginas

Os desafios da produção na atualidade

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Estudo   |  15/02/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas