Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Trabalho de recursos humanos - criatividade organizacional

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
marketing
Faculdade
Administraç...

Informações do trabalho

Deise S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo de caso
Número de páginas
24 páginas
Nível
avançado
Consultado
3 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A concepção da criatividade organizacional
  2. Criatividade e as organizacões da atualidade
    1. O valor da criatividade para as organizações
    2. Principais hábitos das pessoas criativas
  3. Realizações positivas e mudanças nos procedimentos
    1. Monitorando as mudanças
    2. Mudanças no gerenciamento do desenvolvimento da criatividade
    3. Fatores que favorecem clima criativo nas organizações
    4. A criatividade melhorando a qualidade de vida
    5. Inovação e criatividade

Mudanças sempre ocorreram Deve-se pensar nos fatores que estão sendo exigidos devido à globalização do mercado, entre eles o tema ?Criatividade?, que precisa ser abordado dentro e fora dos ambientes corporativos, pois é hora de se reciclar, reforçar os conceitos do que é certo ou errado.

Para estimular a criatividade nas organizações, exige-se conhecimento, negociação e atuação permanente e conseqüente por parte dos detentores da função gerencial, principalmente o profissional de Recursos Humanos, que tem a maior necessidade e responsabilidade de se manter atualizado com os novos processos, e tornando-se o melhor porta-voz e facilitador, de forma a poder orientar e estimular os gestores dos demais talentos contratados a sustentar com objetividade um clima gerador de satisfação, permitindo assim que pouco a pouco, conjuntamente com a equipe, formar um espaço para a construção de um ambiente efetivamente criativo.

?Criatividade?, no dicionário, quer dizer: ?ver-se, ter coragem para empreender?. E é isso que está faltando em muitos empresários: coragem para empreender, ser criativo, inventar, dar origem a novos empreendimentos.
Os sucessos ou insucessos das organizações e das pessoas estão, cada vez mais, distanciando-se de avaliações e parâmetros que, até então, vinham sendo considerados os balizadores formais e incontestes desses resultados. (ARAÚJO FILHO, 2003, p. 1).
Colaboradores, pois é preciso conquistar e garantir a empregabilidade, tentar solucionar os problemas, criar e desenvolver novos projetos, apostar em formas diferentes de alcançar o sucesso.

[...] d - A liderança em uma empresa Guimarães (1998) explica que exercer liderança em uma empresa não é uma tarefa fácil, pois exige além do próprio espírito de comando, um certo dom de se comunicar com as pessoas, ter um certo conhecimento em organização de pessoas, ser metódico e organizado e realizar um trabalho metódico. Um bom líder não é aquele que manda, é aquele que induz seus subordinados ou liderados a fazer, não manda apenas comanda. Existem diversos estilos de lideranças, porém nenhum deles é ideal, tendo que adaptar cada tipo a determinada situação que esteja mais de acordo para o momento. [...]


[...] A tendência sempre foi de desqualificar o que não se tem controle ou que desconhece, então a área de recursos humanos não conseguiu rever seu papel e apoiar os dirigentes com estratégias mais claras. (WOOD JR e PICARELLI FILHO, 1999). Porém, quando os líderes questionam o ?porquê' de suas ações na compreensão da razão, eles investem em programas que afetam as ações das pessoas; eles criam valor ao conhecer os beneficiários da ação; eles focam no que oferecem como sendo muito mais do que o que fazem. [...]


[...] As organizações do futuro terão que ser capazes de transpor, constantemente, os estágios de lógica dominante, estabelecendo assim, ciclos contínuos de criatividade e aprendizagem, sempre na busca da agregação do valor para seus stakeholders. Organizações criativas estarão a todo momento se reinventando, ultrapassando novos padrões de desempenho, criando novas formas de influenciar e ser influenciado pelo ambiente. No esquema a seguir, procura- se sintetizar o ciclo evolutivo da criatividade diante da lógica organizacional dominante. Estamos num mundo imaterial, liberto de grande parte das amarras físicas, em que as possibilidades crescem em progressão exponencial e a maior riqueza das empresas é a contribuição das pessoas em conhecimento, riqueza essa que é ilimitada. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Criatividade: uma nova visão no mercado de trabalho

 Administração e marketing   |  Administração   |  Monografia   |  10/05/2007   |  BR   |   .doc   |   43 páginas

Últimos trabalhos recursos humanos

Administração de cargos : análise de cargos em um ambiente em mudança

 Administração e marketing   |  Recursos humanos   |  Estudo   |  30/01/2010   |  BR   |   .ppt   |   28 páginas

Relações interpessoais na formação de times de trabalho

 Administração e marketing   |  Recursos humanos   |  Estudo   |  03/01/2010   |  BR   |   .ppt   |   30 páginas