Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

"As organizações só sobrevivem quando satisfazem as necessidades das pessoas"

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
recursos...
Faculdade
faculdade...

Informações do trabalho

Priscilla Kelly Da Silva L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
21 páginas
Nível
Para todos
Consultado
620 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Segurança
  3. Acidente no trabalho
    1. Fatores determinantes dos acidentes de trabalho
    2. Conseqüências dos acidentes e doenças do trabalhador
  4. Agentes agressivos
    1. Agentes químicos
    2. Agentes físicos
    3. Agentes Biológicos
    4. Agentes Ergonômicos
    5. Agentes de Acidentes
    6. Agentes psicossociais
  5. Medidas de controle de riscos
    1. Eliminação do risco
    2. Neutralização do risco
    3. Sinalização do risco
    4. Inspeção de segurança
  6. CIPA
  7. Gestão de riscos
  8. Responsabilidades do inspetor ou técnico de segurança no trabalho
  9. Síntese
  10. Bibliografia

?As organizações só sobrevivem, quando satisfazem as necessidades das pessoas?. (fragmento INCARDELLA)

A mensagem principal deste trabalho de conclusão de curso é a mesma transmitida pelo SENAI, que com as mudanças, tecnologias e competição, as pessoas passaram a ser não só fornecedoras de mão-de-obra, mas também de conhecimento e devidamente preparadas, motivadas, poderão realizar varias mudanças.

As organizações são formadas por pessoas, e elas são essenciais ao seu desenvolvimento, é preciso ter um compromisso com elas, para ganhar a confiança e se inserir no mercado, ao atender as necessidades dos seus clientes, que são quatro: o componente, o patrocinador, o consumidor e a sociedade.

O componente (empregado) trabalha na produção que gera lucros, salários e recursos, se eles não disponibilizam de condições adequadas para exercerem sua função e segurança, conseqüentemente não irão se desenvolver plenamente. As organizações têm de acabar com visão de que os funcionários são seus subordinados, passar a vê-los como aliados, a organização tem de proporciona um ambiente de trabalho agradável e estável, envolvê-los na missão e valores da empresa, para que gostem da empresa e tenha orgulho do que fazem. Modificar atitudes negativas na cultura organizacional não é um processo rápido e sim gradua e continuo.

O consumidor só é conquistado com a qualidade dos produtos e preços acessíveis, não basta ter preço baixo se a peça não apresentar durabilidade, esse tipo de produto decepciona o cliente e provavelmente ele não voltara à compra a sua marca e falara negativamente dela, e reconstruir essa imagem novamente dura algum tempo, contudo se os funcionários tiverem suas necessidades atendidas produziram melhor e o consumidor terá suas expectativas atendidas.

A sociedade é beneficiada pela organização, pois ela gera empregos e o desenvolvimento do estado, porém se ela não tiver uma consciência social e ambiental será um malefício a comunidade.

O patrocinador (acionista) investe na organização, e quando ela desempenhar bem o seu papel, o acionista tem um maior retorno, com lucros e recursos para investir. Atender as necessidades desses quatro clientes é a receita do sucesso de qualquer organização, eles estão interligados e todos são importantes.

[...] Este trabalho enfatiza a necessidade que as organizações só sobrevivem quando satisfazem as necessidades das pessoas, através de sua missão e das cinco funções vitais, a produtividade, a qualidade, a segurança, o controle ambiental e o desenvolvimento de pessoas. Através de sua missão e das cinco funções vitais, a produtividade, a qualidade, a segurança, o controle ambiental e o desenvolvimento de pessoas Segurança Neste trabalho vamos dar ênfase à função segurança e utilizaremos como marco teórico às fundamentações propostas por Cardella (1999), uma vez que há a necessidade de explorarmos o fator segurança no trabalho, onde o autor da obra ?segurança no trabalho e prevenção de acidentes?, com muita prioridade nos traz contribuições. [...]


[...] Investiga acidentes ocorridos, examinando as condições da ocorrência, para identificar suas causas e propor as providências cabíveis; e. Mantém contatos com os serviços médico e social da empresa ou de outra instituição, utilizando os meios de comunicação oficiais, para facilitar o atendimento necessário aos acidentados; f. Registra irregularidades ocorridas, anotando-as em formulários próprios e elaborando estatísticas de acidentes, para obter subsídios destinados à melhoria das medidas de segurança; g. Instrui os funcionários da empresa sobre normas de segurança, combate a incêndios e demais medidas de prevenção de acidentes, ministrando palestras e treinamento, para que possam agir acertadamente em casos de emergência; h. [...]


[...] Na fabrica presenciei um funcionário se exibindo com um produto químico, ele segurava soda caustica em pó, sem nenhuma proteção, sedo assim um ato inseguro; Excesso de autoconfiança: Com o passar do tempo o trabalhador adquire habilidades na atividade desenvolvida no seu dia a dia, sendo às vezes benéficas à produção, porém, com esta habilidade aparece o que chamamos de autoconfiança, ignorando certas medidas de segurança, indispensáveis às suas atividades, aumentando consideravelmente os riscos de sua atividade; Ritmo de trabalho: Tendo em vista as dificuldades econômicas e operacionais que as empresas atravessam e o aproveitamento maior de mão de obra, dependendo das limitações do trabalhador, com o ritmo acelerado ele se tornará alvo fácil da ocorrência de acidentes do trabalho; Fator pessoal de insegurança: A falta de concentração no trabalho por problemas financeiros, de saúde em família, monotonia e permanência excessiva do trabalhador desenvolvendo a mesma atividade; Ambientes insalubres e perigosos: Os ambientes de trabalho ou atividades que geram condições insalubres ou perigosas que dependendo da concentração e tempo de exposição e ausência de sistemas de proteção. [...]

Últimos trabalhos recursos humanos

Administração de cargos : análise de cargos em um ambiente em mudança

 Administração e marketing   |  Recursos humanos   |  Estudo   |  30/01/2010   |  BR   |   .ppt   |   28 páginas

Relações interpessoais na formação de times de trabalho

 Administração e marketing   |  Recursos humanos   |  Estudo   |  03/01/2010   |  BR   |   .ppt   |   30 páginas