Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Meios de comunicação em massa: construindo por subjetividade

Informações sobre o autor

Professor de geografia - Auxilar de Ensino
Nível
Especializado
Estudo seguido
Curso de...

Informações do trabalho

Rodrigo A.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
4 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Meios de comunicação em massa

Os meios de comunicação em massa influenciam de várias maneiras a subjetividade de quem as utiliza como fonte de informação, utilizando-se de recursos diversos que não chegam aos ouvidos e olhos da população para tirar vantagem comercial, política e social. Assim, constroem cidadãos cada vez mais dependentes, levando informações distorcidas com intenções duvidosas.
Ao tentarmos compreender de que forma os meios de comunicação em massa invadem o nosso cotidiano, fazendo que nossas vidas tomem um rumo diferente , influenciando nossas ações e atitudes, construindo uma alta subjetividade. Devemos primeiro entender o que é subjetividade e de que forma os meios de comunicação agem sobre ela.
Por isso, diante de entender a subjetividade, o modo de ser de cada um, devemos saber que o meu modo de ser pode interferir no seu modo de ser, e vice e versa, conforme Di Argentine (2006) ?[] nem sempre a carga de subjetividade que permeia um fenômeno ou um comportamento individual pode traduzir-se num direito do individuo a julgar e decidir por si só com relação ao fenômeno e ao próprio comportamento.?
Não se pode discutir sobre a importância dos meios de comunicação de massa e das recentes tecnologias de comunicação. Pois é, a partir do seu surgimento e utilização que surgem transformações na economia, na política, na ciência e principalmente na subjetividade humana. A comunicação entre as pessoas é essencial para a construção das representações sociais, mas a sociedade atual vive num momento de perda de valores tradicionais , que estão sendo determinados pela mídia . Para o psicanalista Jurandir Freire Costa (2004), cada sociedade produz o seu ideal e o nosso hoje é criado pelo que ele chama de moral do espetáculo, onde o ideal se torna mais que um modelo: é um exemplo explosivo.
Nos meios de comunicação, o surgimento a todo o momento de revistas especializadas e programas de TV que prometem ?transformar? o indivíduo, são indícios do ?funcionamento? desse novo modo de perceber o corpo.

[...] Outro ponto a ser visto, é a credibilidade dos meios de comunicação, ao nos transmitir uma notícia, política, religiosa, econômica. É o momento de avaliar qual o papel especifico dos meios de comunicação de massa, a credibilidade é considerada pelos autores a dimensão mais importante na aquisição de conhecimento, pois , o discurso da mídia é visto pelas pessoas comuns como um discurso de autoridade, de quem sabe mais para quem sabe menos, tendo um alto grau de credibilidade. Precisa-se muito estudar o poder da mídia na construção social da realidade, para Spink e Medrado(2002), mídia não somente faz circular conteúdos simbólicos, mas também possui um poder transformador ainda pouco estudado - talvez, ainda subestimado de reestruturação dos espaços de interação propiciando novas configurações aos esforços de produção de sentidos.? Como já vimos anteriormente, é essencial a comunicação interpessoal. [...]


[...] Uma das principais mensagens abordadas pela mídia é o culto ao corpo, os ideais de beleza acabam reduzindo o sujeito a um corpo em evidencia, excluindo as pessoas que não atingem esse padrão e dando valores a outras simplesmente por ter um atingido o que a indústria da moda impôs, assim como as tecnologias de rede (como os blogs e webcams na internet) e as novas técnicas de vigilância promovem uma mudança no estatuto do olhar do outro, possibilitando uma exteriorização do indivíduo, em que o mais importante é o modo como se aparenta ser do que o que antes, na modernidade, era visto como relevante: os sentimentos, caráter, etc. [...]

Últimos trabalhos mídia

A história do jornalismo impresso: análise do jornal Agora

 Artes e mídia   |  Mídia   |  Estudo   |  07/10/2008   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Os primeiros testes do rádio digital no Brasil e a perspectiva para o novo rádio informativo

 Artes e mídia   |  Mídia   |  Estudo   |  23/01/2007   |  BR   |   .doc   |   74 páginas