Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Uma reflexão bioética sobre: a importância da ética na formação de educadores

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

RIBAS A.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
artigo
Número de páginas
8 páginas
Nível
Especializado
Consultado
210 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Ética - uma tentativa de definição
  3. Ética e trabalho
  4. A ética capitalista do trabalho
  5. Ética profissional
  6. Vocação para o coletivo

O presente trabalho visa enfocar a importância e refletir sobre a necessidade que a ética tem na formação de profissionais do futuro.
A falta da ética na sociedade é um dos grandes entraves para que as relações profissionais e pessoais fluam dentro de uma perspectiva "civilizada" e aceitável.
Essa falta de ética pode ser provocada pelo desinteresse das pessoas de buscarem conhecer e estudar esse assunto para que se possa passar adiante.
Esse trabalho tem como objetivo mostrar a importância que se tem cada vez mais de falar sobre ética na escolas e universidades, para que no futuro se tenham bons profissionais, com a ética como principal fundamento.
Para que o objetivo seja, de fato, alcançado o trabalho foi realizado com a seguinte metodologia: pesquisas sobre o significado de ética, sua relação com o trabalho e com a formação de profissionais

[...] Não se concebe mais a possibilidade de existir ordem social fora da moral do trabalho produtivo. Uma das características do ser humano, capaz de diferenciá-lo dos outros animais é uma certa propensão para trocar coisas. Essa propensão torna necessária a divisão do trabalho. Outra diferença é que o homem, contrariamente a maioria dos animais que ao se tornarem adultos ficam auto-suficientes, é muito dependente de seus semelhante. Havendo a necessidade de cooperação, mas tendo de conviver com seus impulsos egotistas, as sociedades elaboram regras e leis morais para regular as ações dos homens. [...]


[...] Tais dimensões estão entrelaçadas e carregam uma forte componente ética A ética capitalista do trabalho Se o trabalho como fator de enriquecimento pessoal era proibido na Idade Média, legitima-se agora, na ética da sociedade capitalista, como tábua de salvação divina. A riqueza não é mais vista com pecado, mas como estando de acordo com a vontade de Deus. Trata-se de uma vontade que se confunde com os interesses do mercado e do lucro, e que valoriza o trabalho enquanto força passível de gerar riqueza. [...]


[...] O que estava em jogo era o fim da autonomia do trabalho artesanal e a reunião e domesticação dos trabalhadores na fábrica. Para que essa sociedade voltada para o trabalho se viabilize, houve necessidade de construir um corpo disciplinar que envolvesse todos os indivíduos dentro e fora da fábrica. A ordem burguesa da produtividade tornava-se a regra que deveria gerir todas as instâncias do social. Para isso, instituiu-se um discurso moralizante que visava cristalizar no conjunto da sociedade a ética do tempo útil. [...]

Mais Vendidos biologia

Sistema cardiovascular

 Biologia e medicina   |  Biologia   |  Estudo   |  01/09/2006   |  BR   |   .doc   |   14 páginas

Últimos trabalhos biologia

Importância dos fungos

 Biologia e medicina   |  Biologia   |  Estudo   |  28/02/2010   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Sistema sensorial

 Biologia e medicina   |  Biologia   |  Estudo   |  02/01/2010   |  BR   |   .doc   |   6 páginas