Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Importância dos fungos

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
biologia
Faculdade
FACIMED

Informações do trabalho

Almeida Tavares A.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
7 páginas
Nível
Para todos
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Importância dos fungos

Os fungos estão, literalmente, em todos os lugares da Terra. Eles obtêm seu alimento secretando enzimas digestivas no substrato onde se desenvolvem. Essas enzimas catalisam a quebra de moléculas grandes em moléculas suficientemente menores para serem absorvidas pela célula úngica. Por essa razão, os fungos crescem dentro ou sobre seu alimento.
Esse modo de nutrição, por absorção, é responsável tanto pelos aspectos positivos quanto negativos atribuídos aos fungos. Por outro lado, os fungos são extremamente benéficos, pois muitas das enzimas que secretam são responsáveis pela decomposição dos restos de plantas e animais, tornando possível a reciclagem de elementos químicos. No entanto, os fungos também secretam enzimas que atacam materiais de alto valor para o homem, causando emboloramento de alimentos e produtos industrializados, degradação de madeira e pé-de-atleta. O uso industrial de fungos e de suas enzimas nós beneficia com a produção de vinhos, cervejas, queijos e vários antibióticos.
Primeiramente, examinaremos os grupos que constituem o reino Fungi e, em seguida, abordaremos as relações simbióticas mais importantes entre os fungos e outros organismos.

[...] As características que fazem dos fungos pragas importantes podem torná- los também de alto valor comercial. Certas leveduras, tais como Saccharomyces cerevisiae, são úteis porque produzem etanol e dióxido de carbono, os quais têm papel preponderante na panificação, fermentação e indústria do vinho. Outros fungos proporcionam sabor e aroma distintos em diferentes tipos de queijos. O uso comercial dos fungos na indústria está crescendo e muitos antibióticos, incluindo a penicilina, a primeira de tais substâncias a ser largamente utilizada, são produzidos por fungos. [...]


[...] Liquens, muitos dos quais ocupam hábitats extremamente hostis, são associações simbióticas, entre fungos e células de algas ou de cianobactérias. Relações simbióticas também existem entre fungos e insetos. Numa dessas relações, os fungos que produzem celulase e outras enzimas necessárias para digerir materiais vegetais são cultivados por formigas em ?jardins de fungos?. As formigas suprem o fungo com pedaços de folhas e gotas que excretam, e se alimentam das partes em crescimento do fungo, mantendo-o em seus ninhos. Nem o fungo nem as formigas sobrevivem separadamente. [...]


[...] Mitose e Meiose São Diferentes nos Fungos A divisão nuclear é uma das principais características dos fungos. Nesses organismos os processos da meiose e da mitose são diferentes daqueles que ocorrem nas plantas, nos animais e em vários protistas. Na maioria dos fungos a carioteca não se desintegra e se refaz, mas estrangula-se próximo ao ponto médio entre os dois núcleos filhos. Em outros, ela se rompe próximo à região mediana. Na maioria dos fungos o fuso se forma dentro do núcleo, mas em alguns basidiomicetos parece se formar no citoplasma e direcionar-se para o núcleo. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Micoses superficiais

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  01/11/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Os males da antracnose nas frutíferas

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  27/12/2006   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

Mais Vendidos biologia

Sistema cardiovascular

 Biologia e medicina   |  Biologia   |  Estudo   |  01/09/2006   |  BR   |   .doc   |   14 páginas