Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Cirurgia em idoso

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

GISELLE C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
dissertação
Número de páginas
24 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
114 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
    1. Fatores intrínsecos
  2. Pré- operatório no idoso
    1. Avaliação de desempenho e reabilitação dos sistemas do idoso
    2. Avaliação detalhada dos fatores que influenciam na decisão cirúrgica no idoso
    3. Prescrições de enfermagem
  3. Trans- operatório no idoso
    1. Complicações potenciais
    2. Diagnósticos de enfermagem
    3. Prescrição de enfermagem
  4. Pós - operatório
    1. Complicações potenciais
    2. Diagnósticos de enfermagem
    3. Prescrição de enfermagem

Atualmente podemos avaliar de maneira ampla, os riscos a que estão sujeitos os pacientes geriátricos hospitalizados, sejam ambulatoriais ou cirúrgicos. As cirurgias geriátricas tem sido foco de atenção primária, secundária e terciária, tendo em vista suas complicações médicas, sociais e econômicas. Considerando-se a própria idade como fator de risco para esses eventos, sabe-se que, entre os idosos com idade mais avançada (80 anos ou mais), estão os que já são imediatamente caracterizados como frágeis, para hospitalização ou cirurgia. Como repercussão, a hospitalização é seguida, em geral, por uma diminuição da capacidade funcional e mudanças na qualidade de vida, muitas vezes, irreversíveis. As pessoas idosas que se submetem a cirurgia pode apresentar uma combinação de doenças crônicas e problemas de saúde alem daquele específico para o qual a cirurgia esta indicada. Com freqüência, as os idosos não reportam os sintomas, talvez porque temem que uma doença grave possa ser diagnosticada ou porque elas aceitam esses sintomas como parte do processo de envelhecimento.

[...] O cuidado pós-operatório para o paciente idoso é idêntico ao de qualquer paciente cirurgico, porem o suporte adicional é fornecido caso exista comprometimento da função cardiovascular, pulmonar ou renal. Pós - operatório Complicações Potenciais : Monitoração invasiva; Diminuição das respostas fisiológicas; Risco de hipotermia; Risco de hipertermia maligna; Risco de hemorragia e choque; Hipóxia; Confusão, agitação e delírio. Pós - operatório Diagnósticos de Enfermagem Risco de eliminação traqueobrônquica ineficaz relacionado a função respiratória deprimida, dor e repouso no leito; Dor aguda relacionada a incisão cirúrgica; Intolerância a atividade relacionada a fraqueza generalizada secundaria a cirurgia; Integridade da pele prejudicada relacionada a incisão cirúrgica e repouso; Pós - operatório Risco de desequilíbrio hidroeletrolítico; Risco de desequilíbrio da temperatura corporal relacionado ao ambiente cirúrgico e agentes anestésicos; Risco de nutrição alterada menor que as necessidades corporais relacionada a ingestão diminuída e maior necessidades de nutrientes secundários a cirurgia; Risco de constipação relacionado aos efeitos dos medicamentos, cirurgia, alteração da dieta e mobilidade; Risco de retenção urinaria relacionado aos agentes anestésicos. [...]


[...] As cirurgias geriátricas tem sido foco de atenção primária, secundária e terciária, tendo em vista suas complicações médicas, sociais e econômicas. Introdução Considerando-se a própria idade como fator de risco para esses eventos, sabe-se que, entre os idosos com idade mais avançada (80 anos ou mais), estão os que já são imediatamente caracterizados como frágeis, para hospitalização ou cirurgia. Como repercussão, a hospitalização é seguida, em geral, por uma diminuição da capacidade funcional e mudanças na qualidade de vida, muitas vezes, irreversíveis. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Apendicectomia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  19/09/2006   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Mais Vendidos enfermagem

Sistema cardiovascular

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  13/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   56 páginas

Doenças microbianas do sistema cardiovascular e linfático

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  02/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   72 páginas