Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Lavagem das mãos e uso de luvas

Informações sobre o autor

Estagiando na Santa Casa Dona Carolina Malheiros
Nível
Especializado
Estudo seguido
Técnico de...

Informações do trabalho

Carlos César D.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
dissertação
Número de páginas
21 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
471 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Quadro da flora normal de acordo com a localização
    1. Localização
    2. Organismo
  3. Como tudo começou
    1. Degermaçã
    2. Anti-sepsia
  4. Quando lavar as mãos?
  5. Uso de luvas
  6. Procedimentos relacionados
    1. Lavagem das mãos
    2. Colocação de luvas estéreis
    3. Retirada de luvas
    4. Manuseio de material estéril

O médico e microbiologista Alexander Adler dizia em suas palestras que as bactérias não voam, mas pegam carona. Você sabe quem dá carona para essas bactérias ou quaisquer outros microrganismos? Infelizmente, a nossa mão! A mesma que presta cuidados, que realiza comunicação escrita, que proporciona o toque terapêutico e o exame físico. As mãos são os instrumentos mais utilizados durante o cuidado com o cliente. As palmas das mãos possuem anatomicamente pequenas fendas que são verdadeiros depósitos de sujeira e abrigos para microrganismos. Toda a pele humana é colonizada pela flora microbiana natural, chamada flora residente, e por uma flora chamada transitória, que adere à pele pelo contato com objetos e pessoas.

[...] A técnica de lavagem das mãos é fundamental para minimizar a contaminação durante procedimentos executados, reduzir as contaminações cruzadas e quebrar a cadeia de infecção. O processo de lavagem das mãos não deve ser inferior a 30 segundos para que ocorra descontaminação satisfatória. A descontaminação de tecidos vivos ocorre por meio de dois processos: Degermação: processo para remover detritos e impurezas depositados sobre a pele mediante uso de sabões e detergentes sintéticos que tenham as propriedades de umidificação, penetração, emulsificação e dispersão das sujidades. [...]


[...] As palmas das mãos possuem anatomicamente pequenas fendas que são verdadeiros depósitos de sujeira e abrigos para microrganismos. Toda a pele humana é colonizada pela flora microbiana natural, chamada flora residente, e por uma flora chamada transitória, que adere à pele pelo contato com objetos e pessoas. A flora residente varia tanto em número quanto em tipo, ou de um local para outro. É composta de microrganismos que vivem nas camadas mais fundas da pele, nas glândulas sebáceas, nos folículos pilosos, na garganta, no nariz, na boca, na placa dentária, na vagina, na uretra, no cólon e nos sulcos gengivais. [...]

Mais Vendidos enfermagem

Sistema cardiovascular

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  13/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   56 páginas

Doenças microbianas do sistema cardiovascular e linfático

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  02/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   72 páginas

Últimos trabalhos enfermagem

A Importância da Enfermagem na Saúde Coletiva

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo   |  07/11/2012   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Estudo de Caso: Transtorno Afetivo Bipolar (TAB)

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo   |  10/05/2012   |  BR   |   .doc   |   9 páginas