Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Gestante

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
enfermagem
Faculdade
centro...

Informações do trabalho

Maurycio J.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo de caso
Número de páginas
7 páginas
Nível
avançado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Gestante

M.R.S., 20 anos, branca, profissão de manicure, casada, cônjuge com 32 anos, que trabalha como vigia. Possui ensino fundamental incompleto (7ª série), natural de Campo Grande-MS, católica. Renda familiar mensal em torno de R$ 900, 00, considera essa renda suficiente para manter as necessidades familiares. Reside em casa própria de alvenaria, com quatro peças (um quarto, sala, cozinha e banheiro), seu banheiro localiza-se dentro de casa e possui vaso sanitário e chuveiro elétrico, sua casa não dispõe de rede de esgoto, mas possui fossa séptica. Dorme 8 horas por noite e sente-se descansada com a quantidade de sono que tem. Realiza duas refeições diárias (café da manhã e almoço). Relata que após a gestação tem se alimentado mal devido a intolerância à carne. Nega história de icterícia, cálculo biliar, etilismo, tabagismo, problemas respiratórios, cardiopatias, hipertensão arterial e diabetes.
Gestante com nove semanas e dois dias de gestação, Gesta III, Para II, Aborto Zero, Data da última menstruação (DUM): 25/04/2006, Data provável do parto (DPP): 02/02/2007.
Relata aumento da freqüência urinária após a gestação, cefaléia, lipotimias, náuseas, lombalgia e mialgia. Informa que ficou feliz com a gestação, pois a mesma foi planejada.
Tem consciência de normalidade das alterações já presentes ou futuras no seu corpo decorrentes da gravidez. Está feliz com a sua aparência, tem como aspiração ter uma vida estável, considera sua família e seus filhos as coisas mais importantes em sua vida.
À consulta (29/06/2006) a cliente apresentava peso: 70 kg, altura: 1,63m, IMC: 28, 6, PA: 90X63mmHg, P: 80bpm, R: 18mpm e T: 36,8 C.

[...] CONDUTA: Deitar imediatamente o paciente até no chão, com as pernas elevadas; Administrar oxigênio l/min) sob máscara, com soro fisiológico; Avaliar saturometria e TA; Manter ambiente calmo; Explicar aos familiares sobre o significado e a transitoriedade do quadro; Se o paciente recupera-se logo e encontra-se em jejum, administre líquido açucarado; caso o quadro seja mais intenso, instale imediatamente soro glicofisiológico (20ml/kg, em a 2 horas); Tratar como choque anafilático, se há dúvida diagnóstica (revisar capítulo próprio); Manter o enfermo deitado, sob observação, por cerca de 15 minutos, quando poderá, lentamente, reassumir a posição ereta LONBALGIA Dor na região lombar, independentemente da causa, recebe o nome de lombalgia. [...]


[...] palpáveis no pescoço. Tórax: mamas simétricas, sem alterações, mamilos protrusos, nódulos ausentes, presença de Rede de Haller, Sinal de Hunter e Tubérculos de Montgomery presentes, ausência de derrame papilar e colostro à expressão. À ausculta pulmonar: murmúrios vesiculares universalmente audíveis em toda a extensão do tórax. À ausculta cardíaca: bulhas normorrítmicas e normofonéticas, ausência de sopro. Abdome: plano, Linha Nigra ausente, peristalse presente, Altura uterina 13 cm, circunferência abdominal: 96 cm, abdome normotenso e doloroso à palpação na fossa ilíaca esquerda. [...]

Estes documentos podem interessar a você

O atendimento do programa de saúde da família sob o olhar da gestante, o sispré-natal do...

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Dissertação   |  07/09/2006   |  BR   |   .doc   |   12 páginas

Modificações fisiológicas no organismo da gestante

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo dirigido   |  18/11/2008   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Mais Vendidos enfermagem

Sistema cardiovascular

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  13/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   56 páginas

Doenças microbianas do sistema cardiovascular e linfático

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  02/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   72 páginas