Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Anatomia topográfica da pele e cicatrização

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
enfermagem
Faculdade
centro...

Informações do trabalho

Maurycio J.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
22 páginas
Nível
avançado
Consultado
4 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Anatomia topográfica da pele
  2. Fisiologia
  3. Evolução da cicatrização
  4. Classificação dos processos biológicos da cicatrização
  5. Coagulação
  6. Inflamação
  7. Proliferação
  8. Contração da ferida
  9. Remodelação ou maturação
  10. Formas de cicatrização
  11. Ferida operatória
  12. Cuidados pós - operatórios com as feridas cirúrgicas

A pele é considerada o maior órgão humano, possuindo cerca de 1,5 a 2,0 m2 no adulto médio. Em tempos passados, esta era de grande importância em todas as culturas e merecia cuidados especiais. Qualquer alteração patológica visível na pele, como hanseníase, psoríase entre outras, constituíam pretexto de aleijamento familiar e social.Tais patologias desencadeavam atitudes negativas, tanto por parte dos indivíduos portadores de lesões como por aqueles profissionais que prestavam cuidado a estes pacientes, o que acabava influenciando diretamente a qualidade da assistência prestada.
Em decorrência das condições de vida na sociedade moderna, houve uma alteração na valoração individual e social do corpo. A medicina experimenta avanços consideráveis na área da cirurgia plástica, estética e reparadora, proporcionando aquelas pessoas que se sentem fora dos padrões de estética e beleza, o alcance do ajustamento pessoal e social, permitindo a melhoria da auto imagem.Todavia as condições socioeconômicas nem sempre permitem a maioria o acesso a este beneficio. Dessa forma é adotada uma abordagem abrangente e multiprofissional na preservação e manutenção da integridade cutânea, bem como no tratamento de suas lesões e alterações. Ressalta-se a importância do componente educacional e da participação ativa do individuo e de seus familiares no processo de preservação das estruturas teciduais.

[...] Já a temperatura da pele é variável (entre 30 a 35,5º e depende de fatores internos e externos. Entretanto, esse calor não se perde totalmente, em decorrência da função isolante da pele e do grau de constrição das arteríolas e anastomoses arteriovenosas. A transferência de calor da corrente sanguínea para a pele se dá através de três mecanismos: irradiação, ligada ao ambiente físico; condução, para objetos; e evaporação. A perda de calor corporal por sudação é contínua. O início de sudorese se dá quando a temperatura corporal atinge 37º através da vasodilatação dos vasos cutâneos que aumenta a eliminação do calor corporal. [...]


[...] A reparação faz-se pela reepitelização dos anexos epiteliais ou epitélio derivado da pele adjacente não acometida. Como resultado final tem-se uma cicatriz praticamente imperceptível. Já as feridas de espessura total (derme completa ou estendida ao tecido celular subcutâneo) necessitam da formação de um novo tecido, o tecido de granulação; a epitelização, base da cicatrização nas feridas de espessura parcial, acontece apenas nas margens da ferida. Nesse caso, a cicatriz é totalmente perceptível muitas vezes, pronunciada. Pode-se observar que o processo de cicatrização envolve duas etapas. [...]


[...] O outro tipo de musculatura da pele é a estriada, encontrada no pescoço e na face. As últimas estruturas componentes da pele são os anexos cutâneos, englobando as glândulas sudoríparas, o aparelho pilossebáceo, os pêlos e as unhas. As glândulas sudoríparas, localizam-se nas regiões palmares e plantares e nas axilas. Podem ser écrinas, que têm poder contrátil e fazem a eliminação da secreção ou suor pelo seu orifício ou poro, e apócrinas, que possui a porção secretora que é duzentas vezes maior que a écrina, com secreção de aspecto leitoso e seu odor é atribuído à ação das bactérias. [...]

Mais Vendidos enfermagem

Sistema cardiovascular

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  13/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   56 páginas

Doenças microbianas do sistema cardiovascular e linfático

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  02/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   72 páginas

Últimos trabalhos enfermagem

A Importância da Enfermagem na Saúde Coletiva

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo   |  07/11/2012   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Estudo de Caso: Transtorno Afetivo Bipolar (TAB)

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo   |  10/05/2012   |  BR   |   .doc   |   9 páginas