Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Imunidade e mecanismos de defesa

Informações sobre o autor

Professor
Nível
Especializado
Estudo seguido
Bacharel em...

Informações do trabalho

Erica S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
43 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
527 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Tipos de imunidade
    1. Inespecífica
    2. Específica
  2. Imunidade Inespecífica
    1. Resistência natural ou imunidade inata
    2. Mecanismos de imunidade Inespecífica
  3. Imunidade Específica
    1. Tipos de imunidade específica
    2. Transitória ou passivamente adquirida
  4. Soros
  5. Vacinas
  6. Programa Nacional de Imunizações - PNI
  7. Agentes imunizantes
    1. Natureza
    2. Composição
    3. Conservação
  8. Pessoa a ser imunizada
    1. Contra-indicações gerais
    2. Situações em que se recomenda o adiamento da vacinação
    3. Falsas contra-indicações à vacinação
  9. Associação de vacinas
    1. Campanha e/ou intensificação de vacinação
  10. Eventos adversos pós imunização
  11. Calendário de vacinação 2006
  12. Esquema de Vacinação para Pessoas com Sete Anos ou Mais de Idade (sem comprovação de vacinação anterior)
  13. BCG - Contra a Tuberculose
    1. Produto
    2. Dose
    3. Via de aplicação
    4. Contra-indicações
    5. Evolução da reação vacinal
    6. Conservação da vacina
  14. Vacinação Contra a Poliomielite
    1. Produto
    2. Doses e intervalos
    3. Via de aplicação
    4. Contra-indicações
    5. Cuidados na aplicação
    6. Conservação da vacina
    7. Prazo de validade
  15. Vacinação Contra a Hepatite B
    1. Produto
    2. Doses
    3. Via de Aplicação
    4. Contra-indicação
    5. Conservação da vacina
  16. Tetra
    1. Produto
    2. Doses e intervalos
    3. Doses normais de reforço
    4. Via de aplicação
    5. Contra-indicações
    6. Conservação da vacina
  17. Vacinação Combinada Contra a Difteria e o Tétano (DT, dT)
    1. Produtos
    2. Indicação
    3. Doses e intervalos
    4. Via de aplicação
    5. Cuidados na aplicação, conservação da vacina e prazo de validade
  18. Vacinação Contra o Tétano
    1. Produto
    2. Número de doses, via e local de aplicação, conservação e prazo de validade
  19. Rotavírus
    1. Produto
    2. Dose
    3. Intervalos
    4. Conservação da vacina
    5. Nota
  20. Vacinação Contra o Sarampo, a Caxumba e a Rubéola
    1. Produto
    2. Dose
    3. Via de aplicação
    4. Contra-indicações
    5. Conservação da vacina
    6. Nota
  21. Vacinação Contra a Febre Amarela
    1. Produto
    2. Dose
    3. Doses normais de reforço
    4. Via de aplicação
    5. Contra-indicações
    6. Conservação da vacina
    7. Nota
  22. Vacinação de gestantes
    1. Gestantes não vacinadas
  23. Profilaxia do Tétano após Ferimento
  24. Vacinação Contra a Raiva
    1. Produtos
    2. Indicação
    3. Doses, intervalos e via de aplicação
  25. Conclusão
  26. Referências

Quando o ser humano é atingido por um agente infeccioso, diversos mecanismos de defesa opõem-se à implantação, invasão e proliferação do agente infeccioso. TIPOS DE IMUNIDADE: 1.1. Inespecífica 1.2. Específica Imunidade Inespecífica: Resistência natural ou imunidade inata: - são diversos mecanismos de proteção do ser humano, - se opõe espontaneamente, - sem estímulo prévio à penetração e Multiplicação dos agentes infecciosos - É a primeira linha de defesa antiinfecciosa

[...] adquirida: Natural: conferida por infecções Inaparentes ou não Artificial: conferida pela vacinação ?Transitória ou passivamente adquirida: Natural: Congênita (anticorpos transferidos da mãe para o feto, através da placenta) Colostro Leite materno Artificial: através de soros e Imunoglobulinas SOROS Processo de imunização passiva, Obtidos através do sangue de animais de grande porte (cavalo) tratados com sucessivas doses de antígenos contra o qual se deseja obter anticorpos, O animal produz grande quantidade de anticorpos específicos que são extraídos e armazenados para o uso em humanos, Ao serem injetados no ser humano, os anticorpos do soro reconhecem o agente infeccioso, acoplando-se a ele e inativando-o prontamente. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Imunidade aos microorganismos

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  29/06/2007   |  BR   |   .ppt   |   30 páginas

Mais Vendidos enfermagem

Sistema cardiovascular

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  13/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   56 páginas

Doenças microbianas do sistema cardiovascular e linfático

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  02/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   72 páginas