Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Antidepressivos

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
medicina
Faculdade
Faseh -...

Informações do trabalho

Gustavo M.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
47 diapositivo
Nível
Para todos
Consultado
3 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Neurotransmissão Nora
  3. Alterações Neuroquímicas da Depressão
  4. Classificação
  5. Antidrepessivos tricíclicos (ADTs)
    1. Histórico
    2. Química
    3. Relação Estrutura/Atividade
    4. Mecanismo de ação
    5. Absorção
    6. Eliminação
    7. Efeitos colaterais
  6. Inibidores da Monoamina oxidadase (IMAO)
  7. Farmacocinética
  8. Toxicidade e efeitos colaterais
    1. IMAO irreversíveis
    2. IMAO reversíveis
  9. Tratamento de toxicidade e amenização dos efeitos colaterais
  10. Contra-indicações no uso dos IMAOs
  11. Inibidores da recaptação de serotonina e noradrenalina
  12. Inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS)
  13. Efeitos Colaterais
  14. Inibidores da recaptação de serotonina e noradrenalina (IRSN)
  15. Antidepressivos noradrenérgico e serotonérgico específico (ANASE)
  16. Inibidor seletivo da recaptação de noradrenalina (ISRN)
  17. Conclusão
  18. Bibliografia

A depressão é um dos distúrbios psiquiátricos mais comuns. Em qualquer momento particular, cerca de 5-6% da população apresenta depressão, e estima-se que 10% das pessoas podem vir a sofrer depressão durante a sua vida. A depressão é um distúrbio heterogêneo, que foi caracterizado e classificado de diversas maneiras, ela pode apresentar-se na forma pura ou associada com mania. Na depressão dá-se maior ênfase ao tratamento farmacológico que inclui a utilização de antidepressivos e outros medicamentos associados.

[...] Conclusão Os antidepressivos são drogas que aumentam o tônus psíquico melhorando o humor. Vários fatores contribuem para a etiologia da depressão emocional destacando-se a importância da bioquímica cerebral. O efeito antidepressivo se da às custas de um aumento da disponibilidade de neurotransmissores no SNC. Conclusão O aumento de neurotransmissores na fenda sináptica se dá através do bloqueio da recaptação da NE e da 5HT no neurônio pré-sináptico ou ainda, através da inibição da MAO, que é a enzima responsável pela inativação destes neurotransmissores. [...]


[...] Tratamento da toxicidade e amenização dos efeitos colaterais O tratamento dos efeitos colaterais produzidos pela utilização dos IMAO depende do tipo e da gravidade da reação Contra-indicações no uso dos IMAOs Hipertensão arterial Acidentes vasculares cerebrais Insuficiência hepática Icterícia Alcoolismo crônico Inibidores da recaptação de serotonina e noradrenalina Os antidepressivos de segunda geração se distribuem entre os grupos farmacológicos que serão descritos a seguir: inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS), inibidores da recaptação de serotonina e noradrenalina ( IRSN) , antidepressivo específico serotonérgico e noradrenérgico (ANASE) e inibidor seletivo de recaptação de serotonina e noradrenalina. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Abordagem terapêutica - em toxicologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  10/04/2007   |  BR   |   .ppt   |   32 páginas

Afecções benignas da mama

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo de caso   |  14/06/2007   |  BR   |   .ppt   |   35 páginas

Mais Vendidos farmácia

Controle de qualidade de amostra de plantago major

 Biologia e medicina   |  Farmácia   |  Monografia   |  09/10/2006   |  BR   |   .doc   |   15 páginas