Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Acidente Vascular Encefálico (AVE)

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
fisioterapia
Faculdade
Faculdade...

Informações do trabalho

Ana Paula Z.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo de caso
Número de páginas
8 páginas
Nível
avançado
Consultado
0 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

Historia da Moléstia Atual: Há mais ou menos 2 anos a paciente estava em um ônibus que bateu, ela caiu, lesionou a região anterior da perna esquerda e sofreu um AVE.
O acidente vascular encefálico (AVE) é o surgimento agudo de uma disfunção neurológica devido a uma anormalidade na circulação cerebral, tendo como resultado sinais e sintomas que correspondem ao comprometimento de áreas focais do cérebro.
Diagnóstico cinesiológico funcional: hemiparesia espástica à esquerda e parestesia, com plegia de MSE.

[...] ?Puxe a pelve para baixo e para frente?, para antero-depressão. ?Empurre a pelve para cima e para trás?, para póstero-elevação; realizando estes movimentos de maneira ativa por 5 repetições cada lado. Para finalizar repetições de cada lado serão realizadas contra uma resistência manual imposta pelo terapeuta de acordo com cada direção estimulada - Diagonal dos MMII Flexão-adução-rotação externa com flexão de joelho: paciente em decúbito dorsal, bem posicionado, evitando compensações, MMSS ao longo do corpo em pronação, deitado bem à margem da maca com o membro inferior a ser trabalhado fora da maca, com joelho fletido. [...]


[...] Empurrar diretamente o diafragma para cima e lateralmente com os polegares ou os dedos, abaixo da caixa torácica. Resistir ao movimento inferior do diafragma em contração. Os músculos abdominais do paciente devem estar relaxados para que se possa alcançar o diafragma Padrões respiratórios 2:1 e 3:1 paciente sentado com postura ereta, ensinar a inspirar via nasal profundamente e expirar via bucal profundamente em freno-labial (entre os dentes). Porém, a inspiração será inicialmente dividida em dois tempos, ou seja, puxa o ar fundo uma vez, segura um pouco e puxa o restante, para então soltar. [...]


[...] Isso deverá ser realizado em primeiro momento por 5 repetições cada membro de maneira passiva pelo terapeuta. Após, de maneira ativa pelo paciente, também 5 repetições cada membro, sendo que o fisioterapeuta usa apenas o comando verbal sugestão: ?ponta do pé, chute para baixo e para fora?. Para finalizar repetições de cada membro serão realizadas contra uma resistência manual imposta pelo terapeuta. O objetivo das técnicas de PNF é promover o movimento funcional por meio da facilitação, da inibição, do fortalecimento e do relaxamento de grupos musculares. [...]

Mais Vendidos fisioterapia

Síndrome de Ehlers-Danlos

 Biologia e medicina   |  Fisioterapia   |  Estudo   |  02/08/2011   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

A Atuação do Naturólogo Avaliando a Prática de Shiatsu Express para o Alívio do Estresse dos...

 Biologia e medicina   |  Fisioterapia   |  Estudo   |  24/04/2012   |  BR   |   .doc   |   76 páginas

Últimos trabalhos fisioterapia

A Atuação do Naturólogo Avaliando a Prática de Shiatsu Express para o Alívio do Estresse dos...

 Biologia e medicina   |  Fisioterapia   |  Estudo   |  24/04/2012   |  BR   |   .doc   |   76 páginas

Síndrome de Ehlers-Danlos

 Biologia e medicina   |  Fisioterapia   |  Estudo   |  02/08/2011   |  BR   |   .doc   |   5 páginas