Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Distopias genitais

Informações sobre o autor

Medico
Nível
Especializado
Estudo seguido
Universidad...

Informações do trabalho

MIHAI SORIN D.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
dissertação
Número de páginas
16 páginas
Nível
Especializado
Consultado
137 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Prolápso vaginal: anterior e posterior
    1. Classificação
  2. Prolápso uterino: estática uterina e classificação
    1. Primeiro grau
    2. Segundo grau
    3. Terceiro grau
    4. Fisiopatologia
    5. Etiologia
    6. Diagnostico diferencial
    7. Tratamento
  3. Retroversão e retroflexão uterina
    1. Etiopatogenia
    2. Exame clínico
  4. Inversão crônica do útero
  5. A redução de retroversão com pessario de borracha
    1. Tratamento

I. PROLÁPSO VAGINAL: ANTERIOR E POSTERIOR

Pelo menos metade das mulheres férteis desenvolvem algum degrau de hérnia vaginal (o mais comum e o colpocelo e o retocele), em maioria dos casos depois a menopausa.
Aproximadamente 10% tem sintomas e precisam de tratamento.
A causa do prolapso vaginal esta representada de defeitos de suporte endopelvico, fascia ou chão pélvico. Tal defeitos podem ocorrer também como resultado de enfraquecimento congênito, trauma de parto, contração forte dos músculos (como aparece em caso de constipações) ou lacerações musculo-fasciais.
As hérnias vaginalis raramente acontecem na juventude, os defeitos ficam visíveis somente em meses ou anos.
Outras causas de prolapso são aquelas que aumentam a pressão intra-abdominal e realce a tensão das estruturas pélvicas.
Os processos seguintes são considerados a ampliar a tensão das estruturas pélvicas: defeito congênito ou relaxamento do suporte pélvico, obesidade, problemas respiratórias crônicas (asma, bronquite crônica, bronquiectasia) ascites e danos ao nervo sacral (traumas das raízes S1 - S4, ou neuropatia diabética)

[...] vaginal que lhe da um aspecto estreado transversalmente um cistocelo, formado da parte inferior da bexiga e o parede anterior da vagina pode ser reconhecido pelo aspecto liso da mucosa vaginal, esta situado atrás de uretrocelo. Cervico-cisto-ptose e descida do colo vesical em baixo da línea pubo-coccigiana. Prolapso posterior de vagina: Trata-se de uma curvatura da parede posterior da vagina, ele esta associado com a retocele e elitrocele: Retocele forma-se da parte inferior do reto, ate a parede posterior da vagina parte baixa) Retocele alto dos proctologos forma-se da parte inferior do reto, ate o parede posterior da parte media da vagina Elitrocele e a hérnia do fundo de saco Douglas no espaço retovaginal. [...]


[...] Estádio IV as paredes da vagina participam na inversão, que se diz total A REDUÇÃO DE RETROVERSÃO COM PESSARIO DE BORRACHA Os fatores etiológicos subjacentes à inversão podem ser fatores predisponentes individuais ou fatores extrínsecos. Entre os primeiros, contam-se a configuração anatômica do útero gravídico, um órgão móvel, e com um sistema ligamentar que permite a sua expansão e deslocação fisiológica na gravidez; no decurso da gravidez, a influência hormonal e bioquímica determinam uma maior lassidão neste sistema ligamentar e por fim, enquanto o fundo uterino se torna mais espesso por hipertrofia muscular, o segmento inferior torna-se mais fino e distende-se. [...]


[...] Malformações congênitas (tecidos laxos demais, atrofia congênita e o insuficiente desenvolvimento dos músculos do chão pélvico) Fatores profissionais (ortostatismo prolongado, levantamento de coisas muito pesadas Outros fatores (tosse prolongada, constipação) EXAMES PARACLINICOS: Colpocistograma consta em avaliar simultaneamente da bexiga útero, reto, bacia, mas e um exame muito desagradável para a paciente e não e indispensável Esfregaços vaginais, colposcopia, eventualmente curetagem bioptico, Citobacteriologia da vagina DIAGNOSTICO DIFERENCIAL: URETROCELO e menos redutível e o cateterismo da uretra esclarece o diagnostico CISTO VAGINAL o exame clinico esclarece o diagnostico POLIPOS UTERINOS o exame clinico esclarece o diagnostico INVERSÃO UTERINA o exame clinico esclarece o diagnostico HIPERTROFIA DO COLO neste caso os fundos de saco são mais fundos, tendo uma forma cilíndrica ELITROCELO forma tipo um tumor do parede lateral muito difícil de diferenciar de retocele. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Dismenorréia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Palestra   |  10/08/2007   |  BR   |   .ppt   |   39 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas