Ou baixar através de : Permuta

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
UFMG

Informações do trabalho

Data de Publicação
20/08/2007
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
63 diapositivo
Nível
avançado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

Anestesia fora do centro cirúrgico

  1. Generalidades
    1. Equipamento
  2. Situações específicas
    1. Anestesia
    2. Monitoração
    3. Anestesia para neurorradiologia
    4. Procedimentos vasculares intracranianos
    5. Efeitos fisiológicos da ECT
    6. Objetivos da anestesia
    7. Manejo anestésico
    8. Considerações anestésicas

Generalidades O anestesiologista pode ser chamado para administrar sedação ou anestesia em locais longe do bloco cirúrgico, e sem as facilidades com que conta na sala de cirurgia. Os mesmos princípios e exigências, quanto a equipamento de anestesia e monitoração padrão, devem ser obedecidos. A. Equipamento 1. As tomadas de força, saídas de oxigênio, óxido nitroso, vácuo e do sistema de despoluição devem estar disponíveis e funcionando corretamente. Deve haver disponibilidade de tubos de látex e extensões elétricas. O suprimento de oxigênio central é uma exigência mínima, embora em alguns locais possa não haver suprimento central de óxido nitroso. A presença de cilindros cheios de oxigênio e de óxido nitroso deve ser checada. 2. Um carrinho de anestesia completo, semelhante ao que o anestesiologista usa na sala de cirurgia, deve estar disponível. Ele deve ainda incluir as drogas de emergência e os equipamentos. 3. O equipamento de ressuscitação (p. ex., desfibrilador e medicamentos) deve estar disponível.

[...] O efeito sedativo desses agentes pode diminuir a dose dos anestésicos. Em altas doses, essas drogas podem causar bloqueio alfa-adrenérgico, reduzindo a resistência vascular sistêmica e a pressão arterial. A hipotensão peroperatória pode ser agravada. Esses agentes potencializam o efeito depressor respiratório dos opióides. As fenotiazinas podem causar hipotermia, agindo no hipotálamo, o que contribui para uma perda exagerada de calor na sala de operação. Conclusões O anestesiologista pode ser chamado para administrar sedação ou anestesia em locais longe do bloco [...]


[...] Em geral um bloqueio anestésico local é realizado para reproduzir o estado de anestesia que acompanha a destruição térmica permanente do gânglio. a. Bloqueio anestésico local diagnóstico do gânglio do trigêmeo. Usa-se a monitoração padrão e produz-se uma perda breve de consciência para permitir a introdução da agulha no gânglio do trigêmeo através do forame oval. Usa-se tanto o metoexital a mg/kg) como o propofol mg/kg). Uma vez introduzida a agulha com visão fluoroscópica, injeta-se uma dose-teste de anestésico local e faz-se um exame neurológico do paciente; isto exige que o paciente esteja acordado e plenamente cooperativo. [...]


[...] As necessidades de monitoração durante o transporte para a sala de recuperação pós-anestésica devem ser planejadas É importante estabelecer canais de comunicação, principalmente em caso de emergência As áreas fora do centro cirúrgico, onde serão realizadas as anestesias, devem ser locais aprovados para anestesia. Sempre que possível, é preferível ter uma pessoa designada especificamente para aquela área, em vez de um sistema de rodízio. II. Situações específicas A. Anestesia para tomografia computadorizada (TC). Durante uma TC, é necessário que o paciente fique imóvel durante 20-40 minutos. [...]

...

Estes documentos podem interessar a você

Sala de recuperação pós-anestésia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  01/06/2008   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Assistência de enfermagem perioperatória

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo dirigido   |  01/06/2008   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Mais Vendidos medicina

Humanização na saúde: um enfoque no programa desenvolvido na secretaria municipal de saúde...

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Projeto   |  21/09/2006   |  BR   |   .doc   |   42 páginas

Gravidez na adolescência

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Monografia   |  09/10/2006   |  BR   |   .doc   |   25 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.