Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Anticoncepcionais injetáveis trimestrais - AMP-D

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
28 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
122 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Mecanismo de ação
  3. Efeito sobre a ovulação
  4. Efeito sobre o muco cervical
  5. Efeito sobre o endométrio
  6. Modo de uso
  7. Eficácia e continuidade
  8. Indicações
  9. Indicações somente após avaliação
  10. Indicações somente não havendo outro método
  11. Contra-indicações
  12. Vantagens
  13. Benefícios Não-Contraceptivos
  14. Desvantagens
  15. Efeitos colaterais comuns
  16. Efeitos colaterais menos comuns
  17. Relação com câncer
  18. AMP-D x metabolismo ósseo
  19. AMP-D x Feto

A anticoncepção injetável trimestral é realizada com o uso do acetato de medroxiprogesterona de depósito (AMP-D). Estima-se que mais de 15 milhões de mulheres a utilizem no mundo, contra mais de 100 milhões de mulheres que utilizam anticoncepcionais orais. Seu uso foi aprovado em mais de 90 países, incluindo os Estados Unidos que finalmente liberou seu uso como anticonceptivo em 1992. O AMP-D apresenta vantagens que o fazem apropriado para algumas mulheres e conveniente para os programas de planejamento familiar. Uma só injeção oferece anticoncepção altamente eficaz durante 3 meses. Seu uso é simples e independente do coito. Por conter apenas o componente progestogênico, o método não tem várias das contra-indicações atribuídas ao estrogênio sintético.

[...] Se feita a partir do oitavo dia do ciclo, um método complementar deve ser usado durante sete dias após a injeção até que o AMP-D exerça seu efeito anticonceptivo. Modo de uso No pós-parto, o uso pode ser imediato para mulheres que não estejam amamentando. No caso de mulheres amamentando, o uso deve ser postergado até seis semanas após o parto. Modo de uso Devem ser utilizadas seringas e agulhas descartáveis. As agulhas devem ser de calibre 21 a 23. [...]


[...] Ao contrário, observou-se uma redução dos casos de neoplasia do endométrio e tendência à diminuição dos casos de neoplasia epitelial do ovário AMP-D x metabolismo ósseo Estudos preliminares mostraram redução da densidade óssea em usuárias de AMP-D. Este efeito é reversível após interrupção do medicamento. A maior preocupação neste sentido é com relação ao uso durante os dois primeiros anos após a menarca. AMP-D x Feto O AMP-D não deve ser usado durante a gravidez, porém em casos de exposição acidental, não se observou risco aumentado de abortamento, prematuridade, óbito ou malformações. [...]

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas