Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Cardiotocografia anteparto

Informações sobre o autor

Medico
Nível
Especializado
Estudo seguido
Universidad...

Informações do trabalho

MIHAI SORIN D.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
12 páginas
Nível
Especializado
Consultado
107 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
5
escrever um comentário
  1. Conceito
  2. Indicação
  3. Alterações basais: FCF basal e oscilações
    1. FCF Basal (Freqüência cardíaca fetal basal)
    2. Oscilações
  4. Transitórias: acelerações e DIPS ou desacelerações
    1. Acelerações
    2. Decelerations (dips)
  5. Significado clínico dos padrões da FCF. vantagens e desvantagens
    1. Metodos de monitorização fetal
    2. Utilizando o esteto
    3. Monitorização eletronica fetal
    4. Monitorização fetal externa
    5. Monitorização fetal interna
    6. Interpretação dos resultados

A observação da atividade fetal cardíaca e a mais indicada e o mais accessível modalidade de avaliar o bem-estar fetal. Mudanças de atividade fetal podem surgir em condições de hipoxia fetal e acidose. Infelizmente, conseqüências desastrosas fetais foram relatados em presença de uma atividade cardíaca fetal normal. No obstante, para aumentar a acuracia a atividade fetal e somente um parâmetro que deve ser usado, junto com outros, para avaliar o estado do feto durante a gravidez.

[...] bradicardia esta definida como FCF de menos 120 bpm. Ela pode ser classificada como: Moderada (100-119 bpm) que, normalmente esta associada com sofrimento fetal agudo Severa (menos de 100 bpm), geralmente encontrada quando o feto esta em estado terminal ou existe bloqueio cardíaco. Existe uma variação batimento com batimento no feto perto de maturidade sendo ela o intervalo de tempo em qual a freqüência esta variando lentamente. A monitorização eletrônica fetal (MEF) registra flutuações pequenas e rápidas com uma amplitude de 5-15 bpm. [...]


[...] As acelerações podem ser induzidas também no feto normal usando estímulos acústicos, estimulando o escalpo fetal DECELERATIONS (DIPS) As decelerações são diminuídas periódicas em freqüência cardíaca (em relação com o ritmo basal) normalmente relacionadas com as contrações uterinas. No MEF antes-parto as decelerações espontâneas são as mais perigosas e devem ser avaliadas como tal. Se examinarmos as contrações uterinas junto com as decelerações vamos observar que, sendo elas precoces ou tardias, as decelerações se ?espelham? nas contrações uterinas DECELERAÇÕES PRECOCES (DIPS TIPO o começo da aceleração esta em sintonia perfeita com o começo da contração, o mais baixo ponto da freqüência esta em sintonia com o pico da contração uterina, enfim, o refluzo da contração uterina esta no mesmo ponto aonde a freqüência cardíaca fetal chega ao nível inicial. [...]

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas