Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Distúrbios do sono

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
36 páginas
Nível
Especializado
Consultado
304 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Conceitos, definições e considerações sobre o sono
    1. Conceitos e definições
    2. Considerações
    3. Descobertas sobre o sono
    4. Mecanismo do sono
    5. Fases do sono
  2. Distúrbios do sono
    1. Considerações
    2. Alterações do sono com a idade
    3. Transtornos do sono


Sabe-se que o sono é outro estado da consciência normal, além do estado desperto. Antigamente, acreditava-se, que o sono era um processo passivo e que sua principal função era promover o repouso de todos os sistemas.

O sono é fundamental e consome aproximadamente um terço de nossas vidas, o restante do tempo passamos acordados, ou seja, em estado de vigília, na sua grande maioria, os seres humanos estão ajustados para um ritmo de vigília diurno e um ritmo de sono noturno. Está associado com uma variedade de alterações fisiológicas, incluindo respiração, função cardíaca, tônus muscular, temperatura, secreção hormonal e pressão sanguínea.

Ele é um processo ativo que proporciona as condições necessárias para o funcionamento das funções psíquicas e fisiológicas do corpo humano, é uma necessidade física primordial para uma boa saúde e uma vida saudável, o corpo passa por um complexo e delicado processo de revitalização no qual há uma restauração física que protege o ser do desgaste das horas acordadas.

Atualmente, não é conhecida a função do sono mas sabe-se que ele é um fenômeno ativo com descargas neurais, muitas vezes, maiores que na vigília. As alterações e distúrbios do sono são constantes e despertam grandes interesses nos pesquisadores pois atingem a população em uma escala crescente e podem acarretar distúrbios fisiológicos graves.

O estresse, barulho constante na hora de dormir, má qualidade de vida entre outros fatores podem acarretar em alguma alteração no sono. Especialistas garantem que dormir é tão importante para conservar a saúde, quanto ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos regularmente. A privação do sono e uma situação cada vez mais comum na sociedade moderna ela debilita o organismo em vários aspectos, prejudica os processos de memória, deixa a pessoa mais tensa, irritada, ansiosa e mal humorada, podendo acarretar também em um envelhecimento precoce.Entretanto muitas pessoas não valorizam o sono.

No presente trabalho, sem a pretensão de esgotar o assunto, procurou-se realizar uma revisão literária sobre o mecanismo do sono a sua importância para a qualidade de vida, e sobre os distúrbios do sono.

[...] Estudos estatísticos indicam que uma alta porcentagem de indivíduos já apresentou pelo menos um episodio de ?andar dormindo? o quadro predomina no sexo masculino.Os episódios ocorrem durante as fases III e IV do sono não-rem e podem ser minimizados ou abolidos através de benzodiazepinicos. TERROR NOTURNO É uma manifestação própria de criança, esse distúrbio também e conhecido como pavor noturno,ocorre principalmente nas primeiras horas depois de adormecer, nos estágios III e IV de sono não-rem.A criança grita desesperadamente e apresenta sinais de hiperatividade autônoma, como sudorese hiperventilação e taquicardia . [...]


[...] A polissonografia feita durante a crise cataplética mostra a atonia idêntica à do sono REM. Assim, na catalepsia há a entrada de uma das fases de um dos componentes do sono REM - a atonia invadindo a vigília. Caso adormeça em seguida a um episódio cataplético longo, há passagem direta ao sono REM. A paralisia do sono ocorre em dos narcolépticos. Ela pode ocasionalmente ser encontrada em pessoas normais, geralmente adolescentes e adultos jovens. Entretanto, merece ser ressaltada por acometer mais freqüentemente os narcolépticos do que os normais. [...]


[...] Caracteriza-se por uma súbita incapacidade de realizar movimentos voluntários exatamente no início do sono, ou quando o indivíduo desperta, durante a noite ou pela manhã TRANSTORNOS DO SONO RELACIONADOS A UM OUTRO TRANSTORNO MENTAL Insônia relacionada a transtornos do Eixo I ou II. Caracteriza- se por dificuldade de adormecer sendo secundário à ansiedade que faz parte de qualquer dos transtornos mentais. O tratamento da causa de ansiedade freqüentemente alivia a insônia. A insônia associada com transtorno depressivo maior envolve início de sonho relativamente normal, mas com despertares repetidos durante a segunda metade da noite e despertar precoce durante a manhã, com um humor desconfortável durante a primeira parte do dia. [...]

Estes documentos podem interessar a você

O sono - O cérebro enquanto dormimos

 Biologia e medicina   |  Biologia   |  Monografia   |  20/06/2006   |  BR   |   .doc   |   49 páginas

Dellirium no idoso

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  30/05/2007   |  BR   |   .ppt   |   25 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas