Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Fisiologia da deglutição

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
medicina
Faculdade
PUCPR

Informações do trabalho

Carolina F.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
28 diapositivo
Nível
Para todos
Consultado
190 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Generalidades
  2. Estágios
    1. Estágio voluntário
    2. Estágio Faríngeo
    3. Estágio Esofágico
  3. Relaxamento receptivo do estômago
  4. Disfagia
  5. Disfagia orofaríngea (ou de transferência)
  6. Disfunção Cricofaríngea
  7. Disfagia esofagiana (ou de condução)
  8. Pseudo-disfagia
  9. Principais sinais e sintomas 'esofagianos'

O aparelho da deglutição é composto pelo palato mole, faringe,laringe ,esfincter esofagianosuperior (EES), corpo do esôfago e esfíncter esofagiano inferior (EEI) O esfíncter esofágicosuperior (cricofaríngeo), a faringe e o terço superior do esôfago são constituídos de musculatura esquelética, enquanto os 2/3 inferiorese o esfíncter inferior (EEI) são constituídos de musculatura lisa A deglutição é um mecanismo complicado E pode ser dividida em: 1- estágio voluntário, que inicia o processo da deglutição 2-estágio faríngeo, que é involuntário e constitui-se na passagem do alimento pela faringe até o esôfago 3-estágio esofágico, é involuntário e transporta o alimento do esôfago ao estômago

Estes documentos podem interessar a você

A utilização da acupuntura na disfunção temporo-mandibular : estudo de casos

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo de caso   |  19/10/2006   |  BR   |   .doc   |   36 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas