Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O aleitamento materno - fonte de saúde e de vida

Informações sobre o autor

Medico
Nível
Especializado
Estudo seguido
Universidad...

Informações do trabalho

MIHAI SORIN D.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
30 páginas
Nível
Especializado
Consultado
256 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
5
escrever um comentário
  1. Aleitamento materno: Fisiologia da lactação e técnica de amamentação
    1. Fisiologia da lactação
    2. Microfisiologia da lactação ? o que acontece ao nível do acino?
    3. Psico-fisiologia da lactação
    4. Cuidados após a mamada
    5. Obstaculos da amamentação
  2. Causas do desmame precoce
  3. Importância da prevenção da hipogalactia e mastite
    1. Hipogalactia
  4. Etiologia
  5. Oxitocina
  6. Mastite puerperal
  7. As caracteristicas do leite humano
    1. As proteinas do leite humano
    2. Os carboidratos do leite humano
    3. Os lipidios do leite humano (3 ? 6 g/100 ml)
    4. Os electrolitos do leite humano
    5. Fatores funcionais do leite materno
  8. A digestão do leite no lactente amamentado naturalmente
  9. Fatores que modificam as características do coágulo
    1. Para tornar-se mais digerível:
    2. Digestão e absorção de proteínas
    3. Digestão e absorção de gorduras
  10. Vantagens da alimentação natural
  11. Fatores que influenciam na composição e volume do leite humano
  12. Interferências alimentares no leite humano
  13. Contraindicações de amamentação
    1. Aids
    2. Drogas
    3. Mães com limitações temporárias, emocionais ou físicas
  14. Leite humano estocado em bancos de leite. Regras de estocagem
    1. Pasteurização do leite materno
    2. Tipos de banco de leite

I. Aleitamento Materno: Fisiologia da Lactação e Técnica de Amamentação

FISIOLOGIA DA LACTAÇÃO:
Pós-parto, a cadeia hormonal induz a lactação
Após retirada da placenta caiem os níveis de estrogênio e progesterona e aumenta o PRL
PRL induz diferenciação de células pré-secretórias em secretórias
PRL estimula produção de proteínas lácteas e aumenta seus receptores na glândula mamária
A lactogênese e o mecanismo de inicio da lactação sendo um processo complexo, o mecanismo neuroendócrino não e esclarecido completamente nem hoje.
A lactogênese tem dois núcleos ? endócrino e nervoso.
Após o parto, a ausência dos hormônios placentários libera a ação da prolactina. Então, a secreção láctea e um efeito de privação estrogênica.
A lactogênese é o início da secreção de leite. A prolactina (PRL) desempenha um importante papel neste processo, liberando-se quando:
1. o mamilo é manipulado, pelo neonato (sucção)
2. mediante estimulação mecânica ou manual (ordenha).
Os estímulos sensoriais são levados ao hipotálamo, onde se sintetiza:
a) PRF (Fator de Liberação de Prolactina)
b) dopamina, principal fator de inibição da prolactina, conhecido também como PIF (Fator Inibidor da Prolactina).
c) Há evidência que o VIP (Peptídeo Intestinal Vasoativo) induz a secreção de PRF.
Dois fatores possuem relação com a liberação de PRL:
a) em primeiro lugar, requer um tempo após o início da remoção do leite para atingir o pico máximo de secreção do hormônio, normalmente de 30 minutos.
b) Em segundo lugar, é necessária a remoção permanente do leite em intervalo próximo a 12 horas para estimular a liberação de PRL. Os valores de PRL em circulação diminuem na medida que a lactação avança.
O reflexo de sucção do feto ? e o principal fator que favorece a manutenção da secreção láctea.

[...] CONCLUSÃO: O reflexo de sucção e o aleitamento e o principal fator na manutenção e excreção do leite, produzindo aumento da secreção da prolactina, oxitocina, GH e ACTH. O conteúdo em prolactina aumenta 100% em relação com o nível durante o parto. Já no parto ele e 60% maior que normal. MICROFISIOLOGIA DA LACTAÇÃO O QUE ACONTECE AO NÍVEL DO ACINO? A transformação dos precursores do sangue e do tecido intersticial em constituintes do leite e uma função das células da glândula mamaria e acontece em quatro etapas: I. [...]


[...] O que e curioso, e que o aporto de ferro pelo aleitamento e somente de 0,30 mg/dia, NO ENTANTO NÃO APARECE ANEMIA sendo a rentabilidade com qual o ferro e absorvido e usado A absorção excelente do ferro não foi totalmente explicada parece que tem uma forte relação com o nível de lactose e lactoferina, e a ?concorrência? reduzida (níveis baixos de caseína, fosfato e cálcio). Também seria importante a flora intestinal do lactente alimentado naturalmente, bem diferente de aqueles alimentados com formulas. [...]


[...] Vários estudos demonstraram e confirmaram que o aleitamento materno é uma das medidas de maior impacto e menor custo na diminuição da mortalidade infantil, constituindo-se em uma das Ações Básicas de Saúde, desenvolvidas pelo Ministério da Saúde. O incentivo, a defesa e o suporte ao aleitamento matemo devem ser ações desenvolvidas desde o período do pré-natal, com orientação às gestantes quanto aos benefícios do leite matemo, orientação sobre técnicas de como dar o peito, apoio e acompanhamento do bebê após o nascimento. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Alimentação infantil

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  27/05/2009   |  BR   |   .ppt   |   45 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas