Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Tratamento clínico dos tumores cerebrais malignos

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
UFMG

Informações do trabalho

Raphael C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
52 diapositivo
Nível
avançado
Consultado
73 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Gliomas
  3. Série astrocítica
  4. Oligodendrogliomas
  5. Ependimomas
  6. Gangliogliomas
  7. Meduloblastomas
  8. Tumores neuroectodérmicos primitivos (PNET)
  9. Linfomas primários do sistema nervoso central
  10. Tumores da região pineal
  11. Cordomas
  12. Metástases cerebrais
  13. Carcinomatose das meninges

Os tumores primários do sistema nervoso central têm uma incidência aproximada de 20.000 novos casos por ano nos Estados Unidos da América. O tratamento dos tumores cerebrais na grande maioria dos casos inicia-se com a neurocirurgia. A cirurgia é fundamental para o diagnóstico histológico e para diminuir-se, ou às vezes retirar-se quase que totalmente, a massa de tecido neoplásico existente. Reduzindo-se a massa tumoral e conhecendo-se a histologia do tumor, o próximo passo do tratamento envolve uma equipe multidisciplinar que inclui neurocirurgiões, neuro-oncologistas, radioterapeutas, neuro-radiologistas, e oncologistas.

[...] São tumores com histologia semelhante a dos meduloblastomas incidindo em outros locais do sistema nervoso central que não a fossa posterior. Tumores Neuroectodérmicos Primitivos (PNET) Os PNET com freqüência metastatizam para o neuro-eixo. Devem ser tratados com cirurgia radical (quando possível) seguida de quimioterapia (os mesmos esquemas utilizados para o meduloblastoma) e radioterapia crânio-espinhal. Apesar disso o seu prognóstico é sombrio. Linfomas Primários do Sistema Nervoso Central São linfomas, na maioria de células que têm aumentado sua incidência na última década, tanto nos pacientes HIV-positivos como nos negativos. [...]


[...] Tumores não ressecáveis devem ser biopsiados. Série Astrocítica A análise cuidadosa de uma literatura extensíssima e controversa quanto ao manejo pós-cirúrgico de pacientes com astrocitomas anaplásicos e glioblastomas levou os autores a utilizar, no momento, a quimioterapia e radioterapia. Assim, aguarda-se 10 dias após a cirurgia e ministra-se BCNU (carmustina), uma nitrosouréia, na dose de 200 mg/m2 E.V. no primeiro dia da radioterapia. Série Astrocítica A radioterapia deve ser planejada pelo radio-terapeuta e neuro-radiologista. Utilizamos no momento radioterapia apenas na região do tumor, não irradiando o resto do cérebro. [...]

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas