Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Tumores da região diencéfalo- hipofisária

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
UFMG

Informações do trabalho

Raphael C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
34 diapositivo
Nível
avançado
Consultado
58 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Tumores hipofisários
  2. Craniofaringeomas
  3. Cisto colóide do III ventrículo
  4. Tumores da região pineal

Tumores Hipofisários Os tumores hipofisários representam aproximadamente 10% dos tumores intracranianos; na sua avaliação necessitam de uma abordagem multidisciplinar: endocrinológica, oftalmológica e neurocirúrgica. Em sua plena atividade a adeno-hipófise produz 6 hormônios (prolactina, hormônio do crescimento, hormônio adrenocorticotrófico, hormônio tirotrófico, hormônio folículo-estimulante e hormônio luteinizante) e a neuro-hipófise 2 (hormônio antidiurético e oxitocina). Convém ressaltar a produção hormonal da ?pars intermedia? através do MSH. Existe distribuição anatômica para os tecidos que produzem os diferentes hormônios levando à consideração de ser a hipófise um complexo de várias glândulas especializadas. Os tumores hipofisários em geral derivam-se de células da adeno-hipófise e reproduzem os tipos celulares normalmente encontrados. Suas manifestações quando presentes no aspecto hormonal, tendem a ser de hiperfunção.

[...] Tumores da Região Pineal Constituem um grupo heterogêneo de tumores originados ou localizados próximo à glândula pineal, na região posterior do III ventrículo. Sua sintomatologia ocorre em função de compressão ou invasão das estruturas adjacentes. Observamos com freqüência hidrocefalia obstrutiva por compressão do aqueduto cerebral, síndrome de Parinaud por compressão do teto do mesencéfalo e mais raramente podemos observar puberdade precoce e retardo do desenvolvimento sexual. Os tumores são subdivididos em: 1 - Tumores embrionários (germinoma, teratoma, coriocarcinoma, tumor do saco vitelino); 2 - Tumores de células da pineal (pineoblastoma, pineocitoma); 3 - Tumores neuroectodérmicos (astrocitoma, oligodendroglioma) 4 - Outros (tumor epidermóide, tumor dermóide, meningeoma, cisto de aracnóide). [...]


[...] Os tumores hipofisários em geral derivam-se de células da adeno-hipófise e reproduzem os tipos celulares normalmente encontrados. Suas manifestações quando presentes no aspecto hormonal, tendem a ser de hiperfunção. Até recentemente a classificação destes tumores levava em conta apenas a coloração dos grânulos citoplasmáticos pela hematoxilina e eosina (acidófilo, basófilo e cromófobo). Hoje esta classificação está substituída em função do microscópio eletrônico e das técnicas de imuno-histoquímica levando a uma melhor correlação anátomo-funcional (tumores não secretantes, tumores produtores de PRL, GH, ACTH, FSH, LH, TSH e mistos). [...]

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas