Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Anestesia ambulatorial

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
23 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
88 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Organização
  2. Vantagens do atendimento ambulatorial
  3. Esquema de atendimento
  4. Seleção de pacientes
  5. Situações não recomendadas
  6. Preparo do paciente
  7. Técnicas e drogas para anestesia ambulatorial
  8. Equipamento indispensável
  9. Anestesia local e sedação
  10. Resolução do CFM 1409/94
  11. Uso de bloqueios
  12. Anestesia geral
  13. Hidratação
  14. Alta precoce para o quarto
  15. Critério de alta para casa
  16. Complicações
  17. Controle da dor, náuseas e vômito
  18. Orientações pós-anestésicas
  19. Conclusão
  20. Bibliografia

Os estabelecimentos de saúde que realizam procedimentos médico-cirúrgicos ambulatoriais são classificados em : A-Unidade ambulatorial tipo I, que é o consultório médico onde podem ser realizadas apenas anestesias locais; B-Unidade ambulatorial tipo II, que são os postos de saúde, postos de assistência médica, onde podem ser realizadas anestesias locorregionais com sedação. Os estabelecimentos de saúde que realizam procedimentos médico-cirúrgicos ambulatoriais são classificados em : C- Unidade ambulatorial tipo III- São unidades independentes do hospital onde se realizam procedimentos de pequeno e médio porte, sob anestesia locorregional ou geral com agentes de eliminação rápida. D- Unidade ambulatorial tipo IV. É a unidade anexada ao hospital onde se realizam anestesias para cirurgias de pequeno, médio e grande porte.

[...] ANESTESIA LOCAL E SEDAÇÃO DROGAS QUE PODEM SER UTILIZADAS: PROPOFOL ALFENTANIL REMIFENTANIL MIDAZOLAM RESOLUÇÃO DO CFM 1409/94 O uso de anestésico local não superior a 10% da dose recomendada pode ser efetuado em qualquer local; Dose de anestésico local maior que 10 e menor que 50% da dose recomendada, somente em centro cirúrgico com venóclise e oxímetro de pulso. Dose de anestésico local acima de 50% da dose recomendada, somente com a presença do anestesiologista. USO DE BLOQUEIOS Bloqueio de plexo braquial Raquianestesia Peridural BLOQUEIO REGIONAL NA CRIANÇA Peridural sacra Infiltração de nervo ilioinguinal e ilioipogástrico Bloqueio de nervo dorsal do pênis ANESTESIA GERAL Indução: propofol que produz despertar mais rápido com ausência de náuseas e vômitos. [...]

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas