Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Câncer de pulmão

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
43 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
256 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Prática de procariontes

Teve aumento da incidência no Séc. XX População brasileira no total 17,4% é fumante regular 20,3% dos homens 14,8% das mulheres 2º neoplasia maligna mais comum Causa mais comum de morte por CA (28%) homens (32%) e mulheres (25%) Sobrevida em 5 anos de 13% 55% quando diagnosticados já possuem metástase Neoplasias malignas a partir do epitélio respiratório Carcinoma broncogênico (>90%) Diagnóstico histológico é de grande importância A taxa de sobrevida (14%) devido o diagnóstico tardio. O tabagismo principal fator de risco.

[...] 2º neoplasia maligna mais comum Causa mais comum de morte por CA homens e mulheres Sobrevida em 5 anos de quando diagnosticados já possuem metástase DEFINIÇÃO Neoplasias malignas a partir do epitélio respiratório Carcinoma broncogênico Diagnóstico histológico é de grande importância A taxa de sobrevida devido o diagnóstico tardio. O tabagismo principal fator de risco. FATORES DE RISCO Modificáveis: TABAGISMO Se tiver história familiar: Risco de 30x Sem história familiar: Risco de 15x TABAGISMO passivo Exposição ao radônio Risco ocupacional: Asbesto: Quadruplica o risco Arsênio Berílio Cádmio Níquel FATORES DE RISCO (Cont.) Não-Modificáveis Suscetibilidade genética Protoncogenes Genes supressores tumorais Genes codificadores de enzima que metabolizam pró-carcinógenos em carcinógenos ativos Genes que destoxificam carcinógenos História familiar aumenta em as chances SINTOMATOLOGIA A presença de sintomas na época do diagnóstico varia de em população de ?screening? de massa, a 98%. [...]


[...] A paralisia de corda vocal bilateral é mais rara. Paralisia diafragmática é usualmente assintomática,é achado radiológico. A paralisia de diafragma, em 1/3 dos casos, teve o câncer de pulmão como causa. SINTOMATOLOGIA (CONT) Derrame pleural: Sabe-se que em torno de dos pacientes com câncer de pulmão estão envolvidos com derrame pleural maligno. Estes derrames pleurais são exudatos sero-sanguinolentos e comumente associados com adenocarcinomas. Nem todos os derrames pleurais, em pacientes com neoplasia de pulmão pode ser por: Metástases pleurais, Obstrução linfática Pneumonite pós-obstrutiva Atelectasia Infarto pulmonar. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Pneumonia e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo de caso   |  25/09/2006   |  BR   |   .doc   |   31 páginas

Neoplasias

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  13/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   69 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas