Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Diabetes

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos

Informações do trabalho

Adriana S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
7 páginas
Nível
Para todos
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Diabetes mellitus insulino-dependente (DMID) tipo I
  2. Diabetes mellitus não insulino-dependente (DMNID) tipo II

O diabetes melittus é a doença endócrina mais comum e é tão antiga quanto a própria humanidade. A sua distribuição é mundial e sua freqüência se localiza provavelmente entre 1% a 2% da população. É uma doença crônica que se caracteriza por hiperglicemia conseqüente a anormalidades no metabolismo dos carboidratos, proteínas e lipídios, e é acompanhada por acentuada propensão a desenvolver formas específicas da doença: renal, ocular, neurológica, cardiovascular.
As manifestações fisiopatológicas do diabetes são decorrentes da ação inadequada da insulina. Para compreensão da fisiopatologia faremos rápida revisão da ação da insulina:
? metabolismo dos glicídios e lipídios - atua sobre a membrana das células musculares e adiposas facilitando a penetração da glicose. No adipócito promove a síntese de triglicerídios e inibe a lipólise;
? metabolismo das proteínas - é importante hormônio anabolizante, inibindo o catabolismo protéico.

[...] sistema imune destruição das células beta diabetes mellitus. Diabetes mellitus não insulino-dependente (DMNID) tipo II Apesar de a doença ocorrer em famílias, tipos de herança não são conhecidos, exceto na variante conhecida como MODY (diabetes da maturidade de início na jovem). Esta forma é manifestada por hiperglicemia moderada em pessoas jovens que são resistentes à cetose. Não há relação com HLA no DMNID tipo II, e não se acredita que existam mecanismos auto-imunes. Estes pacientes têm dois defeitos fisiológicos: secreção anormal de insulina e resistência à ação da insulina nos órgãos- alvo. [...]


[...] É caracterizada por proliferação dos vasos sanguíneos com formação de microaneurismas e hemorragias. O paciente diabético deve ter acompanhamento oftalmológico regular para permitir o diagnóstico precoce e terapêutica adequada. Nefropatia A doença renal é a causa principal de morte e incapacidade no diabético. Manifesta-se por perda renal de proteína, podendo levar a uma síndrome nefrótica e insuficiência renal crónica. A progressão da doença renal pode ser acelerada pela hipertensão arterial e seu tratamento agressivo retarda a progressão da nefropatia. Não há evidências de que a insulinoterapia intensiva previna a doença. [...]


[...] A metiformina é a única biguanida atualmente disponível. - Insulinoterapia A insulina está indicada no tratamento do DMID, nos pacientes com DMNID que não responderam à dieta e hipoglicemiantes ônus, nas descompensações agudas e na gravidez. Existem vários tipos de insulina no mercado e seu tempo de ação se resume basicamente em rápida e intermediária. Os esquemas de insulinoterapia podem ser os seguintes: uma injeção diária de insulina de ação intermediária; duas injeções por dia - de manhã e à noite, de insulina de ação intermediária ou uma mistura de insulina de ação intermediária com insulina de ação rápida; três injeções por dia - de manhã e ao meio-dia faz-se insulina de ação rápida e à noite insulina de ação intermediária, ou uma mistura de insulina de ação intermediária com insulina de ação rápida; injeções múltiplas - uma injeção à noite, ao deitar, de insulina de ação intermediária e injeções de insulina de ação rápida antes de cada refeição. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Os diabetes

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Palestra   |  01/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   14 páginas

Diabetes mellitus tipo 2

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Artigo   |  01/02/2007   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas