Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Diarréias virais em pediatria

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
28 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
208 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Origem do termo
  2. Conceito
  3. Introdução
  4. Condições sanitárias x Vírus
  5. Epidemiologia
  6. Diarréia viral na infância
  7. Sazonalidade
  8. Surtos e transmissão
  9. Rotavírus
  10. Vírus Norwalk
  11. Adenovírus entérico
  12. Astrovírus
  13. Calicivírus humano
  14. Diagnóstico diferencial
  15. Tratamento
  16. Fatores de risco para persistência da diarréia
  17. Conclusão
  18. Bibliografia

A diarréia é uma das doenças mais freqüentes no mundo; É a principal causa de morte em crianças com menos de 5 anos Aproximadamente 3,5 milhões de crianças morrem por ano devido à diarréia; Mais de 140 milhões de crianças que nascem por ano irão apresentar, em média, de 7 a 30 episódios de diarréia antes de atingirem 5 anos de idade; É considerada primariamente um problema que acomete crianças pobres dos países subdesenvolvidos, nos quais as condições sanitárias e higiênicas são precárias; Entretanto crianças de países desenvolvidos também padecem de diarréia, porém com menor taxa de letalidade;

[...] Adenovírus entérico O adenovírus entérico produz gastroenterite em crianças; É a 2ª principal etiologia viral; A diarréia é indistinguível daquelas causadas por rotavírus; Porém geralmente é de maior duração (5-12 dias), com diarréias precedendo os vômitos; A doença é limitada a crianças menores que 2 anos de idade; Ao contrário do rotavírus, não é sazonal; Adenovírus entérico O período de incubação pode ser de mais de uma semana e a doença pode ter duração de 1 a 2 semanas; Assim como as outras causas de diarréias virais, o tratamento consiste, basicamente, em reidratação; Astrovírus Afeta crianças em seus primeiros anos de vida; A doença é sazonal, geralmente ocorrendo no inverno; A duração pode chegar a 3 a 4 semanas; O vírus pode ser detectado por PCR e anticorpos contra este por EIA; Calicivírus humano Foi encontrado somente em crianças e por isso desconfia-se que com o tempo o indivíduo desenvolva imunidade contra ele; Sua epidemiologia ainda não foi totalmente esclarecida por falta de métodos diagnósticos apropriados; Sabe-se que ele afeta todas as crianças em seu primeiros anos de vida e causa diarréia indistinguível das outras síndromes diarréicas da infância; Diagnóstico diferencial Tratamento O tratamento da maior parte das diarréias consiste em hidratação ( TRO = terapia de reidratação oral) além de sintomáticos: Aantitérmicos: Dipirona Cça: 10 a 25 mg/kg/dose x 4 Adultos: 500 a 1000mg/ Kg/dose x 4 Paracetalmol: Cça: 10 a 15 mg/Kg/dose x 4 Adultos: 750 mg/dose x 3 ou 4 Tratamento Antieméticos: Bromoprida: Cça: 0,5 a 1 mg/Kg/dia dividido em 3 doses Adulto: 10 mg/dose x 3 Antiespasmódicos Hioscina (Buscopam Composto) Cça: 2 a 3 gotas/dose x 4 3 a 7 gotas/dose X 4 a 2 a 13 gotas/dose x 4 a 7 10 a 20 gotas/ dose X 4 Adultos: 20 a 40 gotas de 8/8 ou 6/6h Fatores de risco para persistência da diarréia idade < que 1 ano desnutrição estado imunológico infecções prévias agentes etiológicos uso de drogas dieta adequada na diarréia aguda ocorrência de sangue fecal persistência da desidratação Conclusão Recebemos em pediatria muitas crianças com quadro diarréico e não raramente a mãe solicita prescrição de antibióticos; Sabe-se que a maior parte das diarréias são de etiologia viral e o tratamento consiste basicamente em suporte: hidratação e sintomáticos Entretanto muitas vezes os quadros virais podem ser porta de entrada para infecções bacterianas e o clínico deve estar atento a sinais e sintomas que sugerem complicações; Conclusão É importante as orientações para os país, demonstrando a inutilidade de antibióticos nesses quadros e orientações acerca da evolução dos sintomas; Sempre orientar: Diante de evolução maior que 1 ou 2 semanas, procurar ao médico, presença de muco, pus ou sangue também merecem busca por auxílio e reavaliação do caso; Bibliografia THIELMAN, N. [...]


[...] Rotavírus O rotavírus infesta as vilosidades de enterócitos maduros no delgado; A infecção inicia-se no delgado proximal e dissemina-se até o íleo num período de 1 a 2 dias; A doença dura geralmente de 3 a 5 dias; O vírus que encontra-se em grande quantidade (1010 vírions por grama de fezes), pode ser detectado nas fezes 1 a 2 dias após o fim do quadro; Já há vacinas para o rotavírus, mas elas não impedem que a pessoa contraia a doença, apenas que não evolua para uma forma mais grave. [...]

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas