Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Fisiopatologia das queimaduras

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
enfermagem
Faculdade
centro...

Informações do trabalho

Maurycio J.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
16 páginas
Nível
avançado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Classificação das queimaduras
  2. Profundidade da queimadura
  3. Caracteristica das queimaduras de acordo com a profundidade
  4. Extensão da área de superfície corporal lesada
  5. Regra dos nove
  6. Método de lund e brownder
  7. Método da palma
  8. Respostas locais e sistêmicas à queimadura
  9. Alterações no corpo

As queimaduras são causadas por uma transferência de energia oriunda de uma fonte de calor para o corpo. O calor pode ser transferido por um condução ou radiação eletromagnética. As queimaduras são categorizadas como térmicas (que incluem as queimaduras por eletricidade), por radiações ou químicas. A destruição do tecido resulta da coagulação, desnaturação protéica ou ionização do conteúdo celular. A pele e a mucosa das vias aéreas superiores são os sitos de destruição tecidual. Os tecidos profundos, inclusive as vísceras, podem ser lesados por queimaduras elétricas ou através do contato prolongado.
A profundidade da lesão depende da temperatura do agente gerador da queimadura e da duração do contato com o agente. Por exemplo, no caso de queimaduras por escandadura em adultos, o contato por 1 segundo com água quente a 68,9 pode resultar em uma queimadura que destrói a derme, gerando uma queimadura de espessura plena (terceiro grau). Quinze zegundos de explosição à água quente a 56,1ºC resulta em uma queimadura similar á de espessura plena. As temperaturas abaixo de 43,9ºC são toleradas por ongos períodos sem lesão.

[...] As alterações fisiopatológicas decorrentes das queimaduras importantes durante o período inicial de choque da queimadura incluem a hipoperfusão tecidual e hipofunção orgânica secundárias ao débito cardíacas diminuído, seguidas por uma fase hiperdinâmica e hipermetabólica. A incidência, magnitude e duração das alterações fisiopatológicas nas queimaduras são proporcionais à extensão da queimadura, com uma resposta máxima notada nas queimaduras que abrangem 60% ou mais da ASC. O evento sistêmico inicial após uma queimadura importante é a instabilidade hemodinâmica, resultando da perda da integridade capilar e de um subseqüente deslocamento de líquido, sódio e proteína do espaço intravascular para dentro dos espaços intersticiais. [...]


[...] 55%=Sub-total Agora, de costas : = costas = abdômen = perna direita = perna esquerda = os 2 braços 45%=Sub-total 55%(frente) + 45%(costas) = 100% da área do corpo MÉTODO DE LUND E BROWNDER Um método mais exato para avaliar a extensão de uma queimadura é esse método que reconhece que o percentural da ASC de diversas regiões anatômicas, especialmente da cabeça e das pernas, modifica com o crescimento. Ao dividirmos o corpo em áreas muito pequenas e dar uma estimativa da proporção da ASC atribuída para essas partes do corpo, podemos obter uma estimativa confiável da ASC total queimada. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Traumatismo de esôfago

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  10/08/2007   |  BR   |   .ppt   |   47 páginas

Queimados

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Artigo   |  30/03/2009   |  BR   |   .ppt   |   34 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas