Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Intoxicações

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
48 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
194 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Produtos tóxicos comuns
  3. Diagnóstico
  4. Exposição evidente
  5. Exposição possível
  6. Diagnóstico diferencial
  7. Exame físico
    1. Exame físico: Hálitos
    2. Exame físico: Boca
    3. Exame físico: Olhos
    4. Exame físico: Cardiovascular
    5. Exame físico: Pele
    6. Exame físico: Neuropsíquicos
    7. Exame físico: Digestivos
    8. Exame físico: Respiratórios
  8. Toxíndromes: Anfetaminas
  9. Toxíndromes: Aspirina
  10. Toxíndromes: OF e Carbamatos
  11. Toxíndromes: Cianetos
  12. Toxíndromes: Fenotiazinas
  13. Toxíndromes: Barbitúricos
  14. Toxíndromes: Antidepressivos
  15. Toxíndromes: Opiáceos em geral
  16. Toxíndromes: Nafazolina
  17. Conclusão
  18. Bibliografia

A intoxicação é o efeito nocivo que se produz quando uma substância tóxica é ingerida ou entra em contato com: Pele e olhos Mucosa: Nasal, do trato gastrintestinal, dos porgãos genitais São situações comuns na prática médica, principalmente em emergências médicas e são a causa mais freqüente de acidentes domésticos não mortais.

[...] Introdução Aproximadamente 70% das intoxicações são agudas Cerca de 90% das intoxicações agudas se dá por ingestão (isto é por via oral). Produtos tóxicos comuns Diagnóstico O diagnóstico das intoxicações agudas emprega os mesmos processos para o diagnóstico de qualquer condição clínica: História ( anamnese ) Exame físico Exames laboratoriais ( Se necessário ) Diagnóstico Lembre-se sempre: PARA DIAGNOSTICAR UMA INTOXICAÇÃO, É PRECISO PENSAR NELA ! Diagnóstico Na prática clínica, as eventualidades que se apresentam, podem estar enquadradas dentro de 2 possibilidades: Exposição evidente Exposição possível Exposição evidente Quando há uma exposição evidente, clara, ela pode estar enquadrada em uma das seguintes condições: O toxicante (tóxico) e a dose são conhecidos O toxicante é conhecido porém a dose é desconhecida O toxicante e a dose são desconhecidos Exposição evidente Diante de uma exposição evidente, o problema principal é: Avaliar a QUANTIDADE do toxicante e a sua toxicidade. [...]


[...] Exposição possível Entram nessa situação, o encontro de como: Vidros, Fracos vazios, Envelopes de fármacos vazios ou mastigados, Partes de plantas, Seringas recém-usadas, Cartas de despedidas ou de tentativa clara de suicídio no local onde se encontravam o paciente, ou próximo a ele. Diagnóstico diferencial Pensar em intoxicação para o diagnóstico de uma enfermidade com: Quadro clínico obscuro Com sintomatologia não enquadrável Etiologia desconhecida Pacientes desacordados e encontrado Lembre-se: Envenenamento deve ser considerado sempre no diagnóstico diferencial ! Exame físico Muitas vezes, como os pacientes chegam desacordados e sem informações importantes que podem nos nortear a um diagnóstico, o exame físico completo se torna um aliado fundamental. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Intoxicações na criança

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  09/04/2007   |  BR   |   .ppt   |   47 páginas

Intoxicações em medicina

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  20/07/2007   |  BR   |   .ppt   |   139 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas