Ou baixar através de : Permuta

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Data de Publicação
15/01/2007
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
30 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
162 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

Laringites virais agudas

  1. Introdução
  2. Conceito
  3. Epidemiologia
  4. Etiologia
  5. Quadro clínico
  6. Diagnóstico
  7. Exames complementares
  8. Diagnóstico diferencial
  9. Tratamento
  10. Prognóstico
  11. Medidas preventivas
  12. Laringites não-virais : Laringite espasmódica (Estridulosa)
  13. Laringites não-virais: Epiglotite aguda
  14. Conclusão
  15. Bibliografia

Também chamada de laringite viral, crupe, laringotraqueite e laringotraqueobronquite viral; É uma patologia que acomete a laringe podendo ser fatal, decorrente do edema das Vias respiratórias; Daí a importância do clínico saber identificá-la e tratá-la de forma adequada. É uma inflamação da porção subglótica da laringe, que ocorre durante uma infecção por vírus respiratórios. A congestão e edema dessa região acarretam um grau variável de obstrução da via aérea. Pode evoluir acometendo traquéia, brônquios e bronquíolos.

[...] Pode cursar com disfagia e disfonia em horas; voz abafada (raramente rouquidão); Instalação de insuficiência respiratória: estridor laríngeo progressivo; A criança assume a posição sentada com a boca aberta, deixa escorrer saliva por incapacidade de deglutir Com a evolução dos sintomas e agravamento da hipoxemia, a alteração do sensório torna-se evidente Laringites não-virais Epiglotite aguda (cont) Durante o exame físico deve-se evitar de examinar a orofaringe pois a pressão da língua com o abaixador de língua pode ocasionar queda da epiglote, ocasionando queda da epiglote inflamada e obstruindo subitamente as vias aéreas Se realizado, este procedimento deve ser feito em local em que haja material adequado para intubação Diagnóstico se faz pela anamnese, clínica e exames complementares: Raio X de perfil da região cervical: epiglote aumentada e arredondada, com a configuração de um polegar: sinal do dedo de luva Laringoscopia direta: epiglote edemaciada e hiperemiada. [...]


[...] Diagnóstico diferencial Laringite espasmódica (estridulosa): Bastante comum, normalmente sem pródromos de infecção viral ou febre. Surge dispnéia de início mais ou menos súbito ao final da tarde ou de noite após deitar. Os sintomas desaparecem espontaneamente. Epiglotite aguda: Apresenta febre alta, odinofagia intensa porém sem rouquidão, prostração e toxemia; Laringotraqueíte bacteriana: Muitas vezes secundária a IVAS viral. Há febre alta, toxemia, refratariedade ao tratamento de suporte Difteria: Há ausência ou vacinação incompleta para difteria. Presença de placas na orofaringe e toxemia; Diagnóstico diferencial (cont) Malformação congênita de via aérea: As mais encontradas são a laringomalacia, traqueomalacia e estenose subglótica. [...]

...

Estes documentos podem interessar a você

Doenças infecto contagiosas

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Dissertação   |  09/07/2008   |  BR   |   .doc   |   54 páginas

Clínica de pequenos animais

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Dissertação   |  23/07/2008   |  BR   |   .doc   |   113 páginas

Mais Vendidos medicina

Humanização na saúde: um enfoque no programa desenvolvido na secretaria municipal de saúde...

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Projeto   |  21/09/2006   |  BR   |   .doc   |   42 páginas

Gravidez na adolescência

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Monografia   |  09/10/2006   |  BR   |   .doc   |   25 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.