Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Lesões com melanina

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
CASTELO BRANCO

Informações do trabalho

Armênio C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
12 páginas
Nível
Para todos
Consultado
82 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Lesões com melanina
    1. Pigmentação racial
    2. Efélides (sardas)
    3. Nevo pigmentado
    4. Doença de Addison (Hipoadrenocorticismo Primário)
    5. Síndrome de Peutz-Jeghers
    6. Melanoma
  3. Periodontia aplicada à estética
  4. Sistema CVD- Chemical Vapor Deposition
  5. Metodologia
  6. Apresentação de um caso clínico
  7. Discussão
  8. Conclusão
  9. Referências Bibliográficas

A última década foi regida pela estética.
A partir da década de 80, especial atenção foi direcionada à mudança na abordagem e filosofia das complementações cirúrgicas no acesso a bolsa e defeitos ósseos periodontais com o objetivo de minimizar a retração dos tecidos nas regiões ântero-superiores (áreas estéticas). O desafio permanente de reconstrução dos tecidos periodontais de uma forma clinicamente previsível.
O preenchimento desses defeitos com osso autógeno ou biomateriais associados ou não com membrana (Regeneração Tecidual Guiada) ainda apresenta resultados limitados, algumas vezes, imprevisíveis.
Mas seriam favoráveis se comparados com os resultados das osteotomias e osteoplastias realizadas para a eliminação das bolsas periodontais.
Pessoas da raça negra, índios e descendentes, podem apresentar pigmentações mielânicas na gengiva, e para alguns, isso se torna um desconforto estético e emocional.
Cabe ao profissional de Periodontia, oferecer aos pacientes soluções práticas e rápidas, todavia temporárias.
Com embasamento técnico, científico e clínico adequado é possível remover em quase toda totalidade essas manchas.
Após a realização da cirurgia, os pacientes apresentam melhora em sua auto-estima, pois o sorriso que era escondido, agora é totalmente extravasado sem nenhum tipo de receio ou preconceito, estando assim feliz com o resultado do tratamento.
Com o uso de pontas diamantadas é possível realizar a remoção de manchas melânicas e tatuagens metálicas (causadas por corrosão de metais de restaurações) num procedimento semelhante a um ?peeling? cutâneo.
Antes da década de 80, predominava nos meios odontológicos o padrão europeu de tratamento que priorizava a função em detrimento da estética. Foi a partir de 1982 que a preocupação estética ganhou força nos EUA e no Canadá e rapidamente chegou ao Brasil.
As microcirurgias plásticas periodontais são técnicas minimamente invasivas que proporcionam reduzido traumatismo aos tecidos devido à precisão dos passos técnicos. Realizada obrigatoriamente com microscópio operatório e microinstrumentos, objetiva refinar as técnicas já estabelecidas por meio de manipulação delicada dos tecidos e da aproximação precisa das bordas da ferida. Clinicamente, obtém-se um pós-operatório com menor desconforto, uma cicatrização mais rápida, uma diminuição das cicatrizes e deiscências, uma coloração da área enxertada muito próxima da área adjacente e, conseqüentemente, melhor aceitação do tratamento cirúrgico por parte dos pacientes.

[...] Por esse processo forma-se uma pedra única de diamante com superfície rugosa e bem ordenada, cujas principais propriedades são: material mais duro da natureza fornece ferramentas mais duráveis, quimicamente inertes, permite sua utilização em ambientes agressivos, autolubrificante, reduz a retenção de resíduos e necessidade de refrigeração, biologicamente compatível possibilita aplicações médico-odontológicas. As pontas CVDent Us, permitem o uso do equipamento de ultrasom em substituição ao equipamento de alta rotação em um grande número de procedimentos. Apesar de não terem sido concebidas para essa função, esse caso clínico, relatado por Genco et al (1997), que será relatado é um precursor desse novo recurso, já que foi utilizado como opção na busca pela excelência no tratamento desejado. [...]


[...] Paciente relatava não estar satisfeito com manchas que tinha na gengiva, querendo ver-se livre delas. Já sabido que é de possível remoção em quase a totalidade dos pigmentos, foi relatado ao paciente a possibilidade de realização de cirurgias de raspagem da camada basal do epitélio, pois é onde se encontram os melanócitos. Estando este de acordo com as condições impostas pelo profissional foi agendada a cirurgia denominada Melanoplastia, que foi realizada sob todas as normas de biossegurança, exigidas pela Vigilância Sanitária. [...]


[...] A melanina exibe-se em forma de manchas castanhas ou pretas, contrastando com o rosa e o gengival. Como podemos observar essa pigmentação gengival é tida como comum e muito característica da raça negra. As técnicas para remoção da pigmentação de melanina consistem em melanoplastia e a sua finalidade principal é reconstituir e remodelar os contornos da gengiva marginal e papilar, ela encontra sua maior aplicação nos casos em que as alterações gengivais limitam-se a estes tecidos, ou seja, nos casos em que não há migração apical do epitélio de inserção. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Histologia da pele

 Biologia e medicina   |  Biologia   |  Estudo   |  26/08/2006   |  BR   |   .doc   |   15 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas