Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Medula oblonga (bulbo)

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
Fumesc

Informações do trabalho

Fabio P.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
19 páginas
Nível
Para todos
Consultado
150 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Estrutura Macroscópica da Medula Espinhal
  3. Estrutura Microscópica da Medula Espinhal
  4. Lesões da Medula Espinhal
  5. Estrutura Macroscópica do Bulbo
  6. Estrutura Microscópica do Bulbo
  7. Lesões do Bulbo
  8. Conclusão
  9. Bibliografia

O Sistema Nervoso se origina da placa neural, de origem ectodérmica. A placa neural sofre invaginação e se separa da superfície dorsal do embrião, dando origem ao tubo neural (origina elementos do sistema nervoso central) e às cristas neurais (origina elementos do sistema nervoso periférico).
As cristas neurais são contínuas no sentido craniocudal. Elas se dividem dando origem a fragmentos que vão formar os gânglios espinhais sensitivos, situados na raiz dorsal dos nervos espinhais. Células da crista neural migram para dar origem a células em tecidos situados longe do sistema nervoso central. Ela dá origem a: gânglios sensitivos; gânglios do sistema nervoso autônomo (viscerais); medula da glândula supra-renal; paragânglios; melanócitos; células de Shwann; anfícitos.; células C da tireóide; odontoblastos; dura-máter; aracnóide; pia-máter.
O tubo neural vai originar caudalmente a medula espinhal, com as porções eferentes dos nervos espinhais, e cranialmente vai dar origem ao encéfalo, resultado da dilatação e desenvolvimento do tubo neural. O crescimento das paredes do tubo neural não é uniforme possibilitando sua divisão nas seguintes lâminas:
- alares, relacionadas à sensibilidade;
- basais, relacionadas à motricidade;
- tecto, permanece muito fina e dá origem ao epêndima da tela coróide e dos plexos coróides;
- assoalho, permanece em algumas áreas, no adulto, formando um sulco como o sulco mediano do assoalho do IV ventrículo;
- o sulco limitante, entre as lâminas alares e basais, possue áreas relacionadas à inervação das vísceras em suas proximidades.
O arquencéfalo, ou encéfalo primitivo, é formado a partir da dilatação do tubo neural. Distinguem-se inicialmente três dilatações: prosencéfalo (que originará o telencéfalo e o diencéfalo); mesencéfalo; e o rombencéfalo ( que originará o metencéfalo e o mielencéfalo). O desenvolvimento dessas três dilatações e suas flexuras terminarão por formar o encéfalo.

[...] Lesões da Medula Espinhal Lesão da Coluna Anterior As Lesões da coluna anterior ocorrem freqüentemente na Poliomelite, onde o vírus destrói especialmente os neurônios motores da coluna anterior. Nesse caso, irá ocorrer uma Síndrome do Neurônio Motor Inferior no território muscular correspondente à área da medula q foi lesada. Tabes Dorsalis Na Tabes Dorsalis , conseqüência da neurossifilis, ocorre lesão das raízes dorsais, especialmente da divisão medial destas raízes. Como essa região contem fibras que formam os fascículos grácil e cuneiforme, estes também são destruídos, causando os seguintes sintomas: Perda da Propiocepção Consciente - Na pratica isto se manifesta por uma perda do sentido de posição e de movimento , ou seja, quando de olhos fechados, o doente é incapaz de saber em que posição esta um braço ou uma perna, ou que tipo de movimento foi realizado quando deslocamos uma parte de um de seus membros; assim, será incapaz de dizer se o neurologista fletiu ou estendeu o seu hálux. [...]


[...] núcleo olivar inferior: o núcleo olivar inferior recebe fibras do córtex cerebral, da medula e do núcleo rubro. Liga-se ao cerebelo através das fibras olivo-cerebelares que cruzam o plano mediano e penetram no cerebelo pelo pedúnculo cerebelar inferior. Núcleos olivares acessórios medial e dorsal esses núcleos tem, basicamente, a mesma estrutura, conexão e função do núcleo olivar inferior, constituindo o complexo olivar inferior. Substância Branca do Bulbo 3.1 ) Fibras transversais ou arqueadas: internas: formam dois grupos principais, os axônios dos núcleos grácil e cuneiforme que irão formar o lemnisco medial e as fibras olivo- cerebelares. [...]


[...] em critérios embriológicos e anatômicos fica assim: Divisão Divisão Anatômica Embriológica Prosencéfalo Telencéfalo Cérebro Diencéfalo Mesencéfalo Mesencéfalo Rombencéfalo Metencéfalo------- Cerebelo e Ponte Bulbo Mielencéfalo Estrutura Macroscópica da Medula Espinhal 1 - A Etimologia de medula significa miolo e indica o que está dentro. Logo, a definição de medula espinhal refere-se aquilo que está dentro do canal vertebral O tamanho da medula espinhal é de aproximadamente 45cm no homem e um pouco menor na mulher 3 Os limites da medula são cranialmente o bulbo ao nível do forame magno do osso occipital. [...]

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas