Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Data de Publicação
15/01/2007
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
31 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
156 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

Rinofaringite aguda

  1. Introdução
  2. Síndromes clínicas
  3. Rinofaringite Aguda (Resfriado Comum)
  4. Quadro clínico :Rinofaringite Aguda
  5. Rinofaringite Aguda (Viral x Bacteriana)
  6. Diagnóstico
  7. Tratamento: Rinofaringite Aguda
  8. Tratamento Geral
  9. Tratamento: Rinofaringite Aguda Obstrução nasal
  10. Tratamento: Rinofaringite Aguda Febre e/ou Dor de garganta
  11. Tratamento: Rinofaringite Aguda Tosse
  12. Tratamento preventivo
  13. Orientações: Rinofaringite Aguda
  14. Conclusão
  15. Bibliografia

É a causa mais freqüente de consulta pediátrica; Motivo comum de consultas em Pronto Socorro pediátrico; Etiologia eminentemente viral, com grande número de vírus implicados; “ É perfeitamente “normal” ter IVAS ” Mas o que é “normal” ? Apresentar um determinado número de episódios ao ano: 3 a 8 Sendo importante fazer o diagnóstico diferencial com rinite alérgica: “ ex. meu filho vive gripado" Geralmente as normais são infecções de curta duração Volta ou ausência de sintomas respiratórios entre os episódios

[...] Geralmente as síndromes clínicas são descritas baseadas na anatomia (local afetado): Rinofaringite Aguda Faringoamigdalites Otite Média Aguda Sinusite Aguda Laringites Rinofaringite Aguda (Resfriado Comum) É erroneamente chamada de gripe, no qual o agente causal é o vírus Influenza Etiologia viral: Rinovírus ( mais de 100 tipos), Coronavírus, Adenovírus e outros. Possui período de incubação de horas até 3 dias, período prodrômico de 24 horas e período de estado de 6 a 10 dias. É autolimitado: os sinais e sintomas costumam desaparecer em 7 dias. [...]


[...] Orientações: Rinofaringite Aguda Argumentação e diálogo junto aos responsáveis, ou paciente maior, quanto a ser desnecessário o uso de antimicrobiano: Não combate a infecção viral; Não previne complicação bacteriana Oneroso Possui efeitos adversos; Ter o mesmo diálogo em relação ao uso de antitussígenos ou anti-histamínicos; Orientações: Rinofaringite Aguda Orientar para observação do surgimento de: Dificuldade respiratória; Febre alta; Prostração; Secreção nasal purulenta por mais de 10 dias; Otalgia; Tosse persistente por mais de 10 dias; Relembrar sempre que no surgimento de alguma dessas manifestações acima, retornar imediatamente ao Pronto-socorro ou ao médico; Orientações: Rinofaringite Aguda Cuidados de higiene das mãos de familiares, ou outras pessoas com infecção respiratória viral, e tentar evitar o contato de crianças sadias com pessoas com IVAS; Paciente resfriado, com indicação cirúrgica com necessidade de anestesia geral e intubação, idealmente postergar a cirurgia por 6 semanas, em crianças com quadros mais importantes de IVAS; Prognóstico: Rinofaringite Aguda É uma doença autolimitada dias); Apresenta bom prognóstico em crianças previamente hígidas; Lactentes, desnutrição ou estado de imunodepressão são fatores de risco para complicações. [...]

...

Mais Vendidos medicina

Teníase e cisticercose

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  12/06/2007   |  BR   |   .ppt   |   54 páginas

Traumatismo crânio - encéfalico

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  01/06/2007   |  BR   |   .ppt   |   26 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.