Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Diagnóstico da doença de graves

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
7 páginas
Nível
Especializado
Consultado
132 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Diagnóstico da doença de graves

A Doença de Graves apresenta-se como uma desordem auto-imune com acometimento relevante da glândula tireóide. Em vista do diagnostico da doença com pouca sintomatologia ou em pacientes que apresentam bócio multi-nodular, o teste de determinação dos anticorpos anti-receptores de TSH (TRab) é de grande utilidade, assim como os anticorpos anti-tireoide (A-Tg; A-TPO; TRAb; Tg e CT).
O acometimento ocular em pacientes com Doença de Graves apresenta relevância clinica considerável, através de inchaço periorbital, exolfitalmia e danificação da visão, tendo desta forma importância na pesquisa de marcadores clínicos, como os anticorpos que alvejam o cálcio ligado á calsiquestrin para o diagnostico da Doença de Graves.
A dosagem dos hormônios tiroxina (T4), triiodotironina (T3) e TSH é útil no diagnostico, assim como algumas manifestações clinicas, sendo elas: taxas de pulso noturno mais elevado, complexo atrial prematuro freqüente, dentre outras.
Manifestações laboratoriais tais como leucopenia, hipercalciúria e hipercalcemia e uma leve anemia microcitica e hipocrômica podem ocorrer.

[...] Os indivíduos com doença de Graves também podem apresentar exoftalmia (olhos proeminentes) menos comumente, elevação da pele da porção inferior da face anterior das pernas, perda de peso, intolerância ao calor e suor, irritabilidade, palpitações, falta de ar, tremores, fraqueza muscular, mudanças no funcionamento do intestino e problemas nos cabelos e unhas. A protuberância dos olhos ocorre devido ao acúmulo de uma substância que se acumula na órbita. Essa protuberância associa-se ao olhar fixo e outras alterações oculares do hipertireoidismo. [...]


[...] E o diagnóstico diferencial é de extrema relevância pelo fato da doença de Graves apresentar manifestações clínicas que simulam aspectos de outros distúrbios, sendo muito importante para a conclusão diagnóstica. O tratamento é feito através da diminuição da síntese de hormônio tireóideo por meio de fármacos antireóideos ou redução da quantidade de tecido tireóideo pela terapia com radioiodo ou tireoidectomia subtotal. Existem diferenças de tratamento, variando de acordo com a região do mundo e isto ocorre porque nenhuma abordagem única é ideal e os pacientes podem precisar de múltiplos tratamentos para atingir a remissão Desenvolvimento: A doença de Graves é uma desordem autoimune caracterizada pelo hipertireoidismo, pelo bócio, por oftalmopatia difusa e,raramente por dermatopatia,e embora a seleção do hormônio tireóide-estimulante(TSH) e do nível livre da tiroxina(T4) facilite o diagnóstico desta circunstância, é necessário conhecer a apresentação atípica da mesma. [...]

Estes documentos podem interessar a você

As formas clínicas da toxoplasmose

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  02/01/2007   |  BR   |   .doc   |   23 páginas

Aspectos clínico-laboratoriais da Doença de Graves

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  29/10/2007   |  BR   |   .ppt   |   28 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas