Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Abdomen agudo não-traumático

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
palestra
Número de páginas
37 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
543 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Diagnóstico
  2. Anamnese
  3. Tipos de dor abdominal
  4. Exame físico
  5. Tipos de abdome agudo
  6. Abdome agudo Inflamatório
  7. Quadro clínico
  8. Apendicite aguda
  9. Colecistite aguda
  10. Diverticulite
  11. Abdome agudo obstrutivo
  12. Fisiopatologia

?...condição clínica caracterizada pela presença marcante de dor abdominal...? (Villar). ?Dor abdominal de início súbito que persiste por mais de 6 h, de causa não traumática, em que o tratamento cirúrgico pode ser necessário.? (Boey). Retardo no diagnóstico e tratamento traz sérias consequências. Anamnese : ¤Dor ? principal fator a ser avaliado e deve ser caracterizada: #Localização:dependendo do órgão acometido a dor pode ser sentida no epigástrio, na região periumbilical ou no hipogástrio; a inervação acompanha a vascularização. #Modo de início: ?súbito: perfuração de víscera, isquemia intestinal, GE rota... ?progressivo: colecistite aguda, pancreatite aguda, apendicite, diverticulite... #Tipo de dor; #Intensidade; #Irradiação #Duração:a dor abdominal que persiste por mais de 6h com grande intensidade aumenta a probabilidade de ser necessário operação. #Fatores de melhora e piora; Estímulos para a dor abdominal:distensão;isquemia;inflamação;infiltração dos plexos nervosos. Sintomas associados: #náuseas e vômitos; #anorexia; #distensão abdominal; #alterações do hábito intestinal; #alterações do ciclo menstrual. HPP: #operações prévias; #co-morbidade; #medicamentos (corticóide, diuréticos, AINE)

[...] 6 de causa não traumática, em que o tratamento cirúrgico pode ser necessário.? (Boey); Retardo no diagnóstico e tratamento traz sérias consequências; Diagnóstico Anamnese e exame físico; Considerar o paciente como um todo; Anamnese Dor principal fator a ser avaliado e deve ser caracterizada: #Localização: ?dependendo do órgão acometido a dor pode ser sentida no epigástrio, na região periumbilical ou no hipogástrio; inervação acompanha a vascularização; #Modo de início: ?súbito: perfuração de víscera, isquemia intestinal, GE rota . ?progressivo: colecistite aguda, pancreatite aguda, apendicite, diverticulite . [...]


[...] Baixa sensibilidade em caso de obstrução intestinal; 4)TC: Tipos de abdome agudo Inflamatório; Obstrutivo; Vascular; Hemorrágico; Perfurativo; Abdome agudo Inflamatório 1)Etiologia: Quadro clínico Dor insidiosa, inicialmente difusa, mal caracterizada e torna-se localizada, contínua e vai aumentando de intensidade; A localização da dor sugere o diagnóstico etiológico; Náuseas, vômitos, mau estado geral, febre; Sinais de irritação peritoneal: à palpação no abdome; ?resistência abdominal à palpação; ?descompressão brusca dolorosa; ?palpação de um plastrão; Apendicite aguda Principal causa de abdome agudo cirúrgico; Jovens e sexo masculino; 1)Etiologia: Obstrução da luz apendicular: ?hiperplasia linfóide; ?fecalitos; ?cálculos; ?tumores; ?parasitas; -cerca de 20% não se pode determinar o fator desencadeante; Apendicite aguda 2)Fisiopatologia: Oclusão da luz apendicular peristaltismo estimula a secreção de muco no apêndice distensão ?compressão venosa compressão arterial isquemia ?necrose passagem de toxinas e bactérias para a cavidade abdominal; Apendicite aguda 3)Fases evolutivas: Apendicite aguda catarral: ?edema da parede do apêndice; ?hiperemia leve; ?células descamadas e muco na luz; Apendicite supurada aguda (flegmonosa): ?hiperemia da parede; ?úlcera da mucosa com exsudato; Apendicite gangrenosa: ?necrose e perfuração da parede; Apendicite aguda 4)Diagnóstico: Anamnese e exame físico: epigástrica ou periumbilical que irradia para a FID; ?náuseas e vômitos; ?anorexia; ?febre; ?disúria e polaciúria; ?sinais de irritação peritoneal; ?Blumberg; ?Rovsing; ?sinal de Markle; ?Manobra de Sloan; Apendicite aguda Laboratório: ?leucocitose: >15000 e neutrófilos superiores a 80% > risco de perfuração; Raio-X de abdome: ?serve mais para afastar outras doenças; ?presença de fecalito em topografia do apêndice em pacientes com sintomas abdominais agudos probabilidade de apendicite aguda; US e TC: ?não são usados de rotina; Videolaparoscopia: ?diagnóstico e terapêutica; Apendicite aguda 5)Tratamento: Cirurgia; ATB iniciado no pré operatório visa minimizar os efeitos das bactérias na circulação e reduzir a incidência de complicações no PO (profilático terapêutico? abscesso, perfuração ou gangrena) 6)Complicações: Abscesso de parede; Abscesso intracavitário; Fístula cecal; Atelectasia; Colecistite aguda Processo inflamatório da vesícula biliar causado pelo impedimento da saída da bile; Mulheres; 1)Etiologia: Cálculo biliar ( 90 a 95% Bile espessada; 2)Diagnóstico: Dor em HCD geralmente irradiada para a ponta da escápula; Icterícia ( 10% Sinal de Murphy; Colecistite aguda 2)Diagnóstico: Leucocitose; Aumento da bilirrubina US é o exame mais usado; Cintilografia com Tecnécio'? mais sensível e específico; 3)Tratamento: ATB ; Colecistectomia: ?Precoce: até 48 h do início do quadro; ?Tardia: após 48h ?aguardar 4 sem cirurgia (exceto em imunodeprimido e diabético) Diverticulite Inflamação aguda de um ou mais divertículos colônicos; A infecção na verdade é causada pela perfuração do cólon; Sigmóide é o local mais acometido; Idosos; 1)Quadro clínico: Dor no QIE que pode irradiar para a área supra-púbica, virilha E e para as costas; Alterações do hábito intestinal; Irritação peritoneal; 2)Diagnóstico: Em caso de dúvida?TC, US, RM e clister opaco com contraste hidrossolúvel; Diverticulite Sistema de classificação de Hinchey: I:abscesso pericólico ou peridiverticular; II:abscesso pélvico empareado; ?III:peritonite generalizada purulenta; ?IV:peritonite fecal generalizada; Diverticulite 3)Tratamento: Diverticulite não complicada: ?meperidina; ?após os sintomas terem desaparecidos? investigar a presença de divertículos e excluir Ca ?Colonoscopia; caso de ataques recorrentes: Cirurgia (ressecção eletiva do cólon comprometido); Diverticulite complicada: ?abscesso: drenagem + ATB + cirurgia; ?fístulas: ATB e cirurgia; peritonite generalizada: cirurgia; Abdome agudo obstrutivo 1)Etiologia: ADERÊNCIAS; Carcinomas; Hérnias; Abscessos; Cálculos biliares; Corpos estranhos; Cronh; Fisiopatologia motilidade intestinal?diarréia e dor tipo cólica; Intestino entra em fadiga e dilata-se??contrações e acúmulo de água e eletrólitos tanto intraluminal qto na parede intestinal desidratação e hipovolemia hemoconcentração, azotemia, oligúria e choque; Os efeitos metabólicos da perda de líquidos dependem do local e da duração da obstrução; Obstrução? ?pressão intra-abdominal ?Fluxo sang ?isquemia Necrose ?passagem de toxinas e bactérias da luz intestinal para a cavidade peritoneal e dentro dos vasos choque séptico; Diagnóstico Anamnsese: abdominal em cólica ?contínua; ?náuseas e vômitos; ?parada de eliminação de gazes e fezes; ?distensão abdominal; ?taquicardia, hipotensão; ?história de cirurgia prévia; Exames laboratoriais: ?Importante no acompanhamento e preparo do paciente para uma possível cirurgia; Diagnóstico Exames radiológicos: ?distensão de alças; ?níveis hidroaéreos; ?edema de parede intestinal; Tratamento Hidratação e controle hidroeletrolítico; Sonda nasogástrica; Sonda vesical; ATB: sinais de toxicidade (metronidazol + gentamicina/ ampicilina+sulbactam); Cirurgia: ?visa a remoção da causa obstrutiva, com restabelecimento do trânsito intestinal, ou derivação externa; Abdome agudo vascular Dor abdominal intensa, de início súbito e desproporcional ao exame físico; Evolui com mal estar geral, hipotensão e choque; Pode apresentar vômitos e fezes de líquido escuro e de odor necrótico; Associado: DM, HAS, arteriopatias crônicas, IAM . [...]

Estes documentos podem interessar a você

Úlceras gastroduodenais pépticas perfuradas

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  05/07/2007   |  BR   |   .ppt   |   39 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas