Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Cefalosporinas

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Frederico L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
palestra
Número de páginas
52 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
274 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Mecanismo de ação
  2. Mecanismo de resistência
  3. Efeitos adversos
  4. Cefalotina e cefazolina
  5. Cefalexina e Cefadroxil
  6. Cefuroxima
  7. Cefoxitina
  8. Cefaclor
  9. Cefprozila
  10. Cefotaxima
  11. Ceftriaxona
  12. Cefodizima
  13. Ceftadizima
  14. Cefoperazona
  15. Cefixima
  16. Cefetamet Pivoxil
  17. Cefpiroma
  18. Cefepima
  19. Novas cefalosporinas

Cephalosporium acremonium, a primeira fonte das cefalosporina, isolada do fungo CEPHOLOSPORIUM. Foi isolado em 1948 por Brotzu. Verificou-se que os líquidos de cultura nos quais o fungo da Sardenha era cultivado continha 3 antibióticos:as cefalosporina N e C, que são quimicamente relacionados á penicilinas,e a cefalosporina P, um antibiótico esteróide que se assemelha ao ácido fusídico. É classificada, por gerações de acordo com a atividade antimicrobiana. As cefalosporinas de amplo espectro semi-sintéticas foram produzidas pela adição de diferentes cadeias laterais ao núcleo da cefalosporinas; Administradas por VO, VE, IM. A excreção ocorre pelos rins e pela bile. Algumas atravessam a barreira hematoencefálica como: Cefoperazona Cefotaxima, Cefuroxima e Ceftriaxona. Várias cefalosporina penetram no LCR, em quantidades suficientes para o tratamento da meningite. Algumas também atravessam a placenta e são detectadas em concentrações elevadas no liquido sinovial e pericárdio. A penetração no humor aquoso ocular é relativamente boa após administração sistêmica de agentes de terceira geração,mas a penetração do humor vítreo é precária.

[...] coli, Klebsiella sp., Proteus sp., Haemophilus influenzae, Neisseria sp., Enterobacter sp., Shigella sp., Moraxella sp.; - Boa atividade contra vários germes G semelhantes às cefalosporinas de 1ª geração; Cefepima Indicações: - Pneumonias; infecções urinarias baixas; infecções intra-abdominais e ginecológicas (em associação com anaerobicidas); septicemia e febre em neutropênicos; - Utilização preferencial em infecções hospitalares; Farmacocinética: - Via EV ou IM ( ambulatorialmente); - Meia vida sérica: 2 horas; - Ligação proteica pequena ( 15 - Mantém concentração terapêutica por 10 a 12 - Eliminação renal; - Necessário ajuste em insuficiência renal. [...]


[...] Dose: Cça: 20mg/kd/dia e Adulto: 500mg de 12/12 CEFALOSPORINAS 4ª GERAÇÃO As cefalosporinas de 4ª geração foram criadas no intuito de obter um antimicrobiano que fossem resistentes à inativação por beta-lactamases, que conservassem a ação contra os germes G incluindo ação antipseudomonas e que tivessem elevada potência contra os G especialmente contra estafilococos. Drogas: - Cefpiroma; - Cefepima; Cefpiroma (Cefrom ) Caracteres gerais: - Contem um grupamento biciclico piridino (ciclopentano-piridina) no carbono 3 do núcleo cefém, em lugar do grupo acetoxi encontrado na ceftaxima, permitindo assim: Agir contra bacilos G de maneira similar à ceftaxima; Ser ativa contra Pseudomonas aeruginosa de modo comparável à ceftazidima; Atuar contra estafilococos em CIM semelhantes à cefalotina; É mínima a capacidade indutora de resistência; Cefpiroma (Cefrom ) Espectro de ação: - G + : Streptococcus pyogenes, S. [...]


[...] Estável frente a ?-lactamases produzidas por e resiste a enzimas que hidrolisam as cefalosporinas (1ª e 2ª ) Baixa ligação protéica, boa penetração em líquidos e tecidos orgânicos, metabolização, excreção renal 90% Apresentação: EV Cça: 60-100mg/kd/dia de 8/8 ou 12/12h Adultos: 1 a 3g de 8/8 ( dose máxima 12g/dia) Efeito adverso: Eleva TGO e TGP e hipersensibilidade Preço: 72,28 - Amp Cefoperazona (Cefobid ) Mostra-se menos estável a ação das ?-lactamases que a Cefotaxima e por isso menos ativa contra G-. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Farmacologia clínica: Cefalosporinas

 Biologia e medicina   |  Farmácia   |  Palestra   |  22/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   18 páginas

Princípios gerais da antibioticoterapia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Palestra   |  02/11/2006   |  BR   |   .ppt   |   64 páginas

Mais Vendidos medicina

Trabalho sobre educação física e a importância do esporte no ensino

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  15/05/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Gestação múltipla

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Dissertação   |  21/11/2007   |  BR   |   .doc   |   21 páginas