Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A absorção de cálcio e a osteoporose

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
nutrição
Faculdade
FACULDADE...

Informações do trabalho

FRANCIELE F.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
13 páginas
Nível
Para todos
Consultado
61 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A OSTEOPOROSE

A osteoporose constitui-se um grande problema que a saúde pública enfrenta. É a doença metabólica mais freqüente e a sua manifestação clínica é a fratura. Apresenta como característica uma diminuição absoluta da quantidade de osso e desestruturação da sua microarquitetura que poderá levar a um estado tal de fragilidade que levará a ocorrência de grandes fraturas mesmo após a incidência de traumas mínimos.
O tema desenvolvido objetiva esclarecer a absorção de cálcio pelas mulheres negras e a sua relação com a osteoporose. Com este estudo, busca-se compreender a maneira como ocorre a absorção de cálcio pelas mulheres da raça negra, verificando a incidência de osteoporose. Assim, foi realizada uma pesquisa aprofundada de suas causas e incidências, bem como as conseqüências provocadas pela carência de cálcio no organismo. Além disso, um levantamento teórico sobre as diferenças de constituição óssea e absorção de cálcio nas mulheres negras e suas diferenças em relação às mulheres brancas e asiáticas. Assim, esse estudo tem como hipótese principal que o universo de mulheres negras possui um grau de probabilidade para a osteoporose muito menor em relação ao grupo de mulheres brancas e asiáticas.
Desse modo, é relevante porque investiga o consumo de cálcio em mulheres brancas e asiáticas e sua diferença de consumo na raça negra, onde a probabilidade de desenvolvimento da doença parece apresentar-se em menor escala. O estudo vem acrescentar um maior domínio sobre o assunto possibilitando, desse modo, classificar e diferenciar o tratamento para esse grupo de mulheres, onde a dieta estabelecida deve ser, ou não, rica em cálcio.

[...] Alguns projetos de pesquisa são canalizados para a distinção da estrutura e do funcionamento de genes já associados a doenças e elucidação dos mecanismos moleculares de atuação (centro de estudos do genoma humano, 2008) Conclusão Tendo em vista os fatos levantados por ocasião deste estudo, constatou-se que muitos esforços têm sido aplicados para se impedir e/ou abrandar os problemas oriundos da osteoporose para o doente e para a sociedade. A mobilização da comunidade científica em torno deste tema está resultando em uma melhor compreensão a respeito da fisiopatologia da osteoporose, com avanços expressivos nos procedimento de diagnóstico precoce e no tratamento, assim como na educação das pessoas e prevenção da doença. [...]


[...] Os principais marcadores da fase de reabsorção são o C-telopeptídeo do colágeno fragmento derivado da porção carboxi-terminal do colágeno tipo o N-telopeptídeo do colágeno fragmento derivado da porção amino-terminal, a Piridinolina e a Desoxipiridinolina, ligadoras das moléculas do colágeno, sendo a última mais específica do colágeno tipo I. Os mais utilizados têm sido o CTx no sangue e o NTx na urina (FONTES, SCHRANK e MARQUES p.01) Absorção de Cálcio pelo organismo De acordo com Junqueira e Carneiro (2008), o tecido ósseo é suscetível aos mais variados fatores nutricionais, em especial ao longo da fase de crescimento. [...]


[...] A sua principal indicação é no paciente que tem suspeita clínica de osteoporose, no que apresenta doença ou utilize medicamentos capazes de levar ou precipitar osteoporose e na monitorização do tratamento da mesma. Na osteoporose pós-menopausa observa-se aumento do risco de fratura quando marcadores de reabsorção se encontram elevados. Na monitoração do tratamento, pacientes tratadas com estrógenos, bisfosfonatos, raloxifeno ou ranelato de estrôncio apresentam redução do CTx e/ou NTx, após 3 a 6 meses, e esta redução é correlacionada com aumento significativo da massa óssea, após dois anos. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Regulação do cálcio e osteoporose

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  18/05/2007   |  BR   |   .ppt   |   58 páginas

Últimos trabalhos nutrição

Hipovitaminose A

 Biologia e medicina   |  Nutrição   |  Estudo   |  19/03/2012   |  BR   |   .doc   |   17 páginas

Toxicologia de alimentos

 Biologia e medicina   |  Nutrição   |  Estudo   |  03/01/2010   |  BR   |   .doc   |   5 páginas