Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Dentes decíduos e permanentes traumatizados

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
administração
Faculdade
FACECA/FADIVA

Informações do trabalho

José Antônio P.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
33 diapositivo
Nível
Para todos
Consultado
201 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Justificativa
  3. Traumatismos mais frequentes
    1. Traumatismos dos tecidos duros e da polpa
    2. Traumatismos dos tecidos periodontais
  4. Sequelas decorrentes de um traumatismo dentário
  5. Revisão de literatura
  6. Estudo clínico: sequelas em dentes anteriores traumatizados
  7. Metodologia
  8. Diagnóstico de necrose
  9. Resultados
  10. Proteção labial
  11. Alteração de cor
  12. Avaliação radiográfica
  13. Resultados do teste da vitalidade pulpar
  14. Discussão
  15. Dentes permanentes após traumatismo
  16. Conclusão
  17. Referências bibliográficas

Este estudo objetiva realizar avaliação clínica e radiográfica em dentes anteriores de crianças que sofreram traumatismo dentário e procuraram atendimento em Clínicas de Odontopediatria de Faculdades de Odontologia. Objetiva, ainda: avaliar, através de uma revisão da literatura, as complicações que poderão ocorrer em virtude dos traumatismos tanto na dentição decídua quanto na permanente, bem como as seqüelas ocasionadas em dentes permanentes após um trauma nos decíduos antecessores; avaliar a ocorrência de seqüelas em dentes anteriores decíduos e permanentes traumatizados em relação ao tipo de trauma, o tipo de oclusão e o tempo decorrido até o atendimento; e avaliar a ocorrência de seqüelas em dentes sucessores permanentes, de crianças que sofreram traumatismo na dentição decídua, em relação ao tipo e idade do trauma e às complicações no próprio dente decíduo.

[...] Objetiva, ainda: avaliar, através de uma revisão da literatura, as complicações que poderão ocorrer em virtude dos traumatismos tanto na dentição decídua quanto na permanente, bem como as seqüelas ocasionadas em dentes permanentes após um trauma nos decíduos antecessores; avaliar a ocorrência de seqüelas em dentes anteriores decíduos e permanentes traumatizados em relação ao tipo de trauma, o tipo de oclusão e o tempo decorrido até o atendimento; e avaliar a ocorrência de seqüelas em dentes sucessores permanentes, de crianças que sofreram traumatismo na dentição decídua, em relação ao tipo e idade do trauma e às complicações no próprio dente decíduo. [...]


[...] Andreasen (1985) - Afirmou que o risco de necrose pulpar em dentes permanentes luxados aumenta com a extensão da injúria, sendo que os tipos concussão e subluxação representam os de menor risco, seguidos pela luxação extrusiva, luxação lateral e luxação intrusiva. Rusmah (1990) sugeriu que o intervalo entre o trauma e o tratamento de urgência está diretamente relacionado à severidade da injúria e o estado dentário do paciente. DENTES PERMANENTES APÓS TRAUMATISMO A incidência de sequelas mais freqüentes ocorreu quando do trauma na faixa etária de 12 a 23 meses e a menor de 60 a 71 meses, sendo que abaixo de 12 meses todos os dentes avaliados tiveram algum tipo de seqüela, enquanto que na faixa etária de 72 a 83 meses não houve nenhuma seqüela nos dentes avaliados. [...]

Mais Vendidos odontologia

Cronologia, Formação e Erupção Dental

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/08/2012   |  BR   |   .ppt   |   7 páginas

Últimos trabalhos odontologia

Cronologia, Formação e Erupção Dental

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/08/2012   |  BR   |   .ppt   |   7 páginas

Osteonecrose dos Ossos Maxilares

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/02/2011   |  BR   |   .ppt   |   4 páginas